Quem pode vacinar contra H1N1 na Rede Pública

A vacina contra a gripe H1N1 já está em andamento tem algum tempo, o principal fator foi a sua antecipação. Logo, as redes públicas também se anteciparam para a vacinação, iniciada no mês de abril.

Posto isto, a vacina já está sendo oferecida há algum tempo para todos os grupos de riscos, ou seja, pessoas vulneráveis a transmissão da gripe. Veja a seguir, quem pode vacinar contra a gripe H1N1 na rede pública.:

• Profissionais da saúde
• Indígenas
• Grávidas
• Crianças até cinco anos
• Puérperas (mulheres que tiveram filho há pouco tempo)
• Idosos com 60 anos ou mais
• Portadores de doenças crônicas

Sendo assim, as clínicas particulares de vacinação também estão na ativa. Porém, muitas clínicas encontram-se sem o estoque da vacina. Veja a seguir, os tipos de vacina:

• Vacina trivalente: imunizadora de três tipos de vírus

• Vacina quadrivalente ou tetravalente: imunizadora de quatro tipo de vírus

Essas duas vacinas trabalham contra o vírus influenza tipo A, ou seja, a gripe H1N1. A diferença é que a vacina quadrivalente, não só trabalha contra os três tipos de vírus da trivalente, mas também trabalha contra o vírus influenza tipo B.

É importante verificar no local da vacinação, se a vacina tetravalente, por exemplo, é a versão apropriada para a pessoa em questão, principalmente em relação as crianças, pois, algumas vacinas fabricadas só são autorizadas para crianças maiores de três anos.

Compreenda que o ministério da saúde antecipou o processo da vacinação, dado que foram registrados muitos casos com a gripe H1N1 este ano, principalmente no Estado de São Paulo.

Portanto, o número de registrados com a gripe H1N1 este ano, ultrapassou os casos obtidos entre janeiro e dezembro de 2015. Veja a seguir:

2015

• Janeiro a dezembro: 141 casos de gripe H1N1 registrados.
• 36 mortes de pessoas com a gripe H1N1 em todo o Brasil.

2016

• 305 casos registrados desde o começo do ano a abril.
• 45 mortes de pessoas com a gripe H1N1 em todo o Brasil.

IMPORTANTE

Este resultado surpreendeu o Ministério da Saúde. Entenda que a vacina contra a gripe H1N1, é produzida com fundamento na conciliação de cepas do vírus da gripe que mais estiveram presentes no período do inverno no Hemisfério Norte. Sendo assim, a vacina tem a sua composição modificada todos os anos, por exemplo, duas cepas do vírus influenza foram modificadas em relação a 2015.

Quanto mais cedo a vacina for aplicada, melhor será a prevenção, pois o seu efeito dura em torno de um ano. A vacina é produzida em São Paulo, no Instituto Butantã, eis o motivo do Estado de São Paulo receber as vacinas antes dos outros Estados.

Já as outras vacinas são enviadas para Brasília, pois é a responsável por distribuir as vacinas aos outros Estados. No caso, são seis remessas da vacina, sendo que as três primeiras foram feitas a partir do dia primeiro de abril ao dia quinze. Foram enviadas também mais de vinte e cinco milhões de doses, que equivalem a 48% da demanda total, já São Paulo recebeu nesse período 5,7 milhões.

Receita de suco que controla pressão e a gripe

Quem não gosta de um suco? Natural, então, nem se fala! Pois é, o suco além de saboroso pode ser uma ótima opção para controlar a pressão e a gripe, principalmente nas estações mais frias do ano.

Todo mundo sabe que é importante manter uma vida saudável, mas nem todo mundo leva isso a sério. Consumir alimentos naturais é essencial para preservar a saúde e o bom funcionamento do organismo, além de condicionar boa forma ao corpo.

Posto isto, a dicafree de hoje, é como fazer um ótimo suco para controlar a pressão e a gripe, e tem mais, esse suco é fundamental também para acelerar o sistema imunológico, prevenir doenças como o câncer, problemas nos rins e úlceras.

Além disso, o suco tem a função de eliminar as toxinas do corpo, diminuir dores como a cólica, melhorar a circulação e acabar com as gorduras. Precisa mais do que isso? Acho que não!

Sendo assim, o suco é feito com beterraba, maça e cenoura, sendo que a beterraba é o ingrediente principal, pois, possui elementos que trazem benefício para o organismo. Veja a seguir:

• É rica em carotenoides e ácido fólico
• Possui propriedades anticancerígenas
• Possui muitos antioxidantes que retardam o processo de envelhecimento e ajudam o sistema imunológico a proteger o corpo de diferentes problemas e doenças.
• Excelente para o tratamento de gripes e resfriados

RECEITA

INGREDIENTES

• Uma beterraba
• Uma maçã
• Duas cenouras
• Água

MODO DE PREPARO

• Corte a beterraba em pedaços e coloque no liquidificador com um pouco de água.
• Misture bem e coe.
• Em seguida, despeje o suco em um copo e deixe-o na geladeira por 1 hora.
• Antes de completar uma hora, prepare o suco de maçã e cenoura, coloque os ingredientes no liquidificador e bata com um pouco de água.
• Coloque o suco de beterraba no de maçã com cenoura e misture bem.

DICA

• É aconselhável que o suco seja tomado antes de trinta minutos do café da manhã.
• Não misture todos os sucos de início, é essencial que o suco de beterraba seja depurado.
• Entenda que ao deixar o suco de beterraba por uma hora na geladeira, você estará potencializando as propriedades da beterraba.

Dor no olho pode ser dengue

A dengue e a gripe, possuem sintomas parecidos, porém é possível saber diferenciar uma da outra. Compreenda que a dengue causa uma doença febril aguda, transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti.

Esse mosquito vive, principalmente nas áreas tropicais e subtropicais, podendo transmitir duas formas de dengue, que é a clássica e a hemorrágica, sendo que a última é a mais severa e fácil de distinguir, pois além de possuir os mesmos sintomas da dengue clássica, envolve também sangramento, septicemia, podendo tornar a evolução da doença fatal.

Já a dengue clássica, raramente mata, os sintomas mais sentidos pelo doente são febre, dor de cabeça, dor no corpo, dor nas articulações e por trás dos olhos. Veja a seguir, outros sintomas da dengue clássica:

• Perda do paladar e apetite
• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores
• Náuseas e vômitos
• Tonturas
• Extremo cansaço

A recuperação da dengue clássica costuma ser total, porém os seu sintomas duram em torno de três a oito dias, podendo obter a melhora em uma semana, no entanto, o cansaço e a falta de apetite podem se estender por até quinze dias.

Dor nos olhos, pode ser dengue?

A seguir, falaremos se dor nos olhos pode ser dengue e como diferenciar o sintoma da dengue para o sintoma da febre. Descubra também alguns sintomas que são somente da gripe e outros sintomas que são somente da dengue. Mas, atente-se, quando não tiver certeza se é gripe ou dengue, nunca ingira medicamentos que possuam ácido acetilsalicílico.

Dor nos olhos: A gripe pode vir acompanhada da dor nos olhos, especialmente quando já se tem conjuntivite relacionado. Porém, para diferenciar se a dor nos olhos é gripe ou dengue, basta notar se os olhos doem quando são movimentados, principalmente no fundo dos olhos, pois se doer, provavelmente é dengue e não febre.

Cansaço e dor muscular: A gripe também ocasiona o cansaço e a dor muscular, no entanto, esses sintomas na dengue são superabundante. O cansaço é fora do normal e os músculos doem o dobro do que doem numa gripe, por exemplo, na dengue o movimento dos músculos são deveras difíceis.

Manchas vermelhas pelo corpo: Esse sintoma pertence unicamente a dengue, dado que a gripe não ocasiona manchas vermelhas pelo corpo. Porém, a dica são os testes laboratoriais para identificar a doença, esses testes são rápidos e ficam prontos em algumas horas.

Nariz entupido, espirros, dor na garganta, catarro e tosse: Esses sintomas pertencem a gripe, dado que a dengue não ocasiona catarro, nariz entupido, espirros e tosse. A dengue acarreta febre e dor pelo corpo, logo, se esses dois sintomas vierem acompanhados dos outros sintomas citados, trata-se de uma gripe e não uma dengue.

Como desentupir o nariz rápido caseiro

Se você estava procurando remédios caseiros para desentupir o nariz, acaba de chegar ao lugar exato! Neste artigo você poderá conferir as melhores dicas para dar fim a este problema utilizando técnicas naturais com elementos e produtos que existem em qualquer casa.

O inverno está chegando e com ele também começam a surgir os resfriados e gripes, quadros que carregam junto consigo o nariz entupido. É neste momento que boa parte da população procura remédios mais acessíveis para desentupir o nariz, uma vez que essa situação costuma ser recorrente.

Quando o nariz fica entupido ao longo de um dia, alguns sentidos começam a se afetar como, por exemplo, a audição, pois a falta de oxigenação nos seios nasais pode resultar na inflamação dos ouvidos.

Ir dormir sem anteriormente ter desentupido o nariz também se torna uma tarefa bastante difícil, geralmente se dorme mal ou até mesmo nem dormimos, é comum que se acorde várias vezes ao longo da noite em virtude do desconforto que é respirar pela boca.

Remédios caseiros

Muitas pessoas por preguiça de tentar encontrar e preparar um remédio caseiro para descongestionar o nariz, acabam recorrendo a uma farmácia e comprando um remédio muitas vezes caro e que tem as mesmas propriedades que os tratamentos caseiros que apresentaremos a seguir, confira:

 

Lavagem nasal

Nariz entupido.
(Foto: Reprodução)

Ingredientes:

  • 200 ml de água morna
  • 1 colher de sal

Como fazer:

Dissolva o sal dentro do recipiente que contém a água morna de modo que todo o sal seja diluído.

Como aplicar:

Vire a cabeça de lado e despeje uma quantidade da solução dentro de uma das narinas. Neste momento segure a respiração o máximo possível, para que a solução não seja inalada.

Essa receita não tem erro, uma vez que por conta da força da gravidade a solução sairá pela outra narina, eliminando de tal forma partículas que estão a dificultar a respiração. Se precisar, repita o processo mais de uma vez, quando terminar soe o nariz e lave com água natural.

Para quem deseja evitar que o congestionamento volte, é recomendável que se faça esse processo durante a manhã, logo após acordar e coloque algumas gostas de limão na solução.

  • Massagem nasal

Para realizar a massagem nasal é preciso que seja identificado o ponto IG 20, o qual é bastante utilizado na acupuntura e responsável pela detecção de fragrâncias. Esse ponto fica entre o contorno das narinas e o início da bochecha.

Para aplicar o procedimento de desentupimento do nariz será necessário massagear essa área com os dedos indicadores, aplique uma força leve durante o processo. Pressione os dois dedos nesse ponto por um minuto e solte, repita cinco vezes com intervalo de quatro minutos. Tal método é mais indicado e eficiente em recém-nascidos.

Tratamento para gripe na gravidez

A gestação é o período em que a mulher precisa de maiores cuidados, nesta fase da vida ela está mais propensa a ser acometida por várias afecções, principalmente as virais. Em qualquer tipo de tratamento, independente da doença, ocorrendo ingestão de medicamentos de forma deliberada, as complicações tanto para a gestante quanto ao bebê começam a surgir.

Devido a isso, é importante que a mesma esteja tendo acompanhamento médico. O profissional dessa área saberá qual a melhor forma de conduzi-la sem colocar em risco a saúde do bebê.

Tratando a gripe

Gravidez. (Foto:Reprodução)

O tratamento contra a gripe durante a gestação consiste em:

  • Ficar sob repouso absoluto.
  • Ingerir grandes quantidades de líquido para hidratação do corpo.
  • Tomar sucos ricos em vitamina C (esses ajudam a fortalecer as células de defesa do organismo).

Prefira alimentos como:

  • Acerola
  • Laranja
  • Limão

Para combater as desagradáveis tosses, uma boa dica é a bala de gengibre, a iguaria evita que sua garganta fique irritada e seca. O uso de soros fisiológicos também é bastante aconselhadoesse fará o papel de aliviar o congestionamento nasal quando realizado em nebulização.

Observação: Toalhas úmidas devem ser utilizadas durante os períodos de febre, colocadas preferencialmente na testa ou debaixo das axilas. 

Caso a grávida esteja muito debilitada, com febres que ultrapassam 37,5°C, o melhor é levá-la a um médico. O profissional que a acompanha irá avalia-la e, conforme a necessidade, prescreverá alguns medicamentos como antibióticos.

Anti-inflamatórios e aspirina por exemplo, não podem ser usados, pois afetam o desenvolvimento do feto e geram complicações na hora do parto.