Desânimo e Desmotivação podem ser Depressão? Veja como Eliminar

Você já deve ter se pegado olhando para o nada, isso não é bem um sinal de depressão ou desmotivação, pode ser simplesmente um momento seu de reflexão!

Entretanto, se você fica por muitas horas ou até durante várias vezes ao decorrer do seu dia com esses sintomas, pode ser sim que você esteja com depressão.

Os sintomas da depressão, podem ser vários, mas algum deles são clássicos e podem ser citados e identificados facilmente.

Sintomas da Depressão:

  1. Ansiedade
  2. Nervosismo
  3. Mau humor
  4. Vontade de chorar por nada
  5. Desmotivação

Um fato bem importante é que as pessoas que estão passando pela depressão normalmente não se identificam com a doença ou até identificam mas não sabem como sair dela de forma simples evitando que seu quadro agrave.

Quero falar aqui que não sou médico, o conselho aqui é meramente para que de alguma forma, nós do DicasFree.com possamos somar no combate à essa doença silenciosa e fatal.

Como combater a Depressão?

Grandes estudiosos, vêm ao longo de vários anos realizando estudos dos sintomas e os tratamentos da depressão. Durante esses estudos, alguns testes foram realizados e algumas simples atitudes podem mudar todo o jogo.

Combater a depressão é algo que deve ser realizado o mais rápido possível, entendendo que ela é uma doença e pode criar danos na vida do depressivo de formas não reparáveis.

Veja as nossas dicas, que são simples, porém poderosas para combater a depressão de forma segura e sem remédios.  

Tratamento da Depressão:

1 – Ter pensamentos positivos:  Quando falamos em ter pensamentos positivos, não estamos falando que você deve se isolar e meditar sobre a sua consciência ou criar novos pensamentos de forma positiva.

Mas sim, em blindar sua mente das constantes notícias ruins que são vinculadas a todo instante por todos os meios de comunicação.

Evite ao máximo que puder jornais e noticiários eles só levam até você notícias ruins e depressivas. Foque em músicas positivas ou em momento com pessoas que você goste ou lhe traga coisas boas.

2 – Seja grato: Uma das maiores forças transformacionais que existe no universo é o poder da gratidão!  Quando você está grato, de forma automática é eliminado do seu pensamento a ideia da tristeza ou coisas ruins pelo simples fato de você ser grato pelo que tem hoje.

Exercite a gratidão! De forma mental você pode todos os dias realizar o exercício da gratidão e receber suas vantagens intangíveis em sua mente e corpo, não somente aliviar ou quem sabe eliminar seu depressão como também criar um ambiente de abundância!

3 – Evite pessoas negativas: Não é novidade para ninguém que o mundo e nosso universo é formado e organizado em energia, e isso também é válido para as pessoas!  

Algumas pessoas são literalmente um buraco negro sugador de energia, acaba com a  energia dela e quer acabar com a energia positiva das pessoas ao seu redor.

Esse tipo de pessoa, em sua grande maioria, nem tem ciência que está realizando isso com ela e com o próximo.

Para identificar esse tipo de pessoa é simples e rápido. Pessoas negativas e sugadoras de energia só falam sobre notícias ruins, estão sempre em busca de pessoas piores que ela ou em desgraça constante para compartilhar suas desgraças umas com as outras e por fim os sugadores de energia, pesam o ambiente e passam um ar de cansada a qualquer momento até quando acabou de dormir um sono profundo. Evite essas pessoas!

4 – Viver no passado: Focar sua mente no passado ou em momentos já vividos que não podem ser mudados é literalmente se afundar na tristeza mais dolorida possível.

É totalmente saudável relembrar momentos felizes que trazem boa sensação para você entretanto, relembrar momentos de tristeza irá realizar o mesmo efeito só que de forma negativa, eliminando toda sua energia positiva que está viva e pulsante dentro de você.

Evite viver no passado, toque a vida para frente, crie novos momentos, realize novas coisas e elimine de sua mente os momentos tristes que podem lhe passar ou resgatar a energia negativa enraizada.

5 – Fique na Luz: É comum em momentos triste ou depressivos, ser realizado um certo isolamento ou a exclusão por parte do depressivo da sociedade e da luz!

Se isolando em cômodos escuros ou até transformando ambientes agradáveis como seus quartos em ambientes escuros e propício a fertilidade da depressão.

Saia, fique um tempo na luminosidade, sinta o calor do sol, ilumine o local que você mais frequenta e evite a qualquer preço permanecer na escuridão.  Da mesma forma que uma planta necessita de luz para viver, isso também é necessário para você.

Conclusão

Esse são somente alguns dos pontos que podem ser executados para aliviar ou até salvar você da maior doença psíquica já comprovada pela humanidade.

Os sintomas aqui citados podem ser alterados ou diferenciados, mas o fato aqui é que da mesma forma que você está buscando ajuda poderá ajudar alguém.

Compartilhe este documento, marque pessoas que podem ser ajudadas sobre esse assunto, como estamos fazendo a nossa parte você poderá será ajudado e ajudar alguém.

Comece executando um simples passo de cada vez por dia, que no fim do ano terá executado 365 passos saudáveis!

Inicie agora e compartilhe, ajude a humanidade!  

Sinusite ocasiona tontura

A sinusite é ocasionada pela inflamação dos seios da face, ou seja, sinusite aguda. A dor é na maça do rosto ou abaixo dos olhos, e é causada pela sinusite do seio maxilar. Já a dor localizada na testa, unilateral ou dos dois lados é causada pela sinusite frontal. Sinusites do seio etmoidal e esfenoidal podem estender a dor para toda a cabeça.

Desta maneira, a sinusite pode sim causar tontura, entre outros sintomas, como dor de cabeça e corrimento nasal. Geralmente, a sinusite é tratada por medicamentos e inalação de vapores para desentupir as fossas nasais.

Veja os principais sintomas de uma sinusite:

• A dor de cabeça é o sintoma mais comum
• Inchaço das pálpebras e ao redor dos olhos
• Dor de ouvido
• Dor no pescoço
• Secreção nasal expressa
• Febre (sinusite aguda)
• Mau hálito
• Mau cheiro no nariz
• Dor de garganta
• Tosse

Causas da sinusite

Muitas coisas podem ocasionar uma sinusite, por exemplo, gripes, resfriados e o desvio do septo nasal, incluindo também alergias, polidos nasais e poluição excessiva.

Até mesmo uma infecção viral ou bacteriana, pode originar uma sinusite. Além disso, debilidades no sistema imunológico, alterações climáticas e a umidade, podem desenvolver a sinusite.

Entenda a diferença entre sinusite aguda e sinusite crônica

• Os sintomas da sinusite aguda duram em torno de dez a quinze dias, já a sinusite crônica poderá durar meses.
• A sinusite aguda é mais comum que a crônica, geralmente, provocada por um vírus.
• O diagnóstico da sinusite crônica é mais difícil de diagnosticar, porém, é mais comum em pessoas que possuem um sistema imunológico fraco, asma ou alergia a polens e poeiras
• O diagnóstico da sinusite é feito com um otorrinolaringologista. Os procedimentos mais usados são a endoscopia nasal, raio-x, ressonância magnética ou tomografia computorizada.

Tratamento

As substâncias usadas para o tratamento da sinusite são:

• Amoxicilina
• Sinutab
• Clavulanato de potássio

Tratamentos caseiros também são bem-vindos, por exemplo, inalação de vapores de eucalipto para desobstruir as fossas nasais e manter o nariz limpo.

No entanto, somente um médico especializado nessa área poderá receitar o tratamento adequado, portanto, não deixe de consultar um médico em casos de suspeita de sinusite.

Quais são os sintomas da gravidez?

Os primeiros sintomas de uma gravidez são de deveras importância para que a mulher descubra o diagnóstico por meio do exame de sangue ou pelo teste de gravidez de farmácia.

Compreenda que os primeiros sinais de uma gravidez surgem após três semanas da fecundação, no entanto, pode acontecer dos sinais se anteciparem, surgindo até mesmo antes da menstruação atrasar.

Os sinais são diversos, logo, os sinais podem não ser os mesmos para todas as mulheres. Os primeiros sintomas da gestação podem parecer similar aos desconfortos pré-menstruais.

A seguir, você conhecerá os sintomas mais comuns de uma gestação, desde o seu início até o fim. Confira!

Pequeno sangramento vaginal: Quando o óvulo é fecundado por um espermatozoide, o embrião percorre as trompas e se inseri na parede do útero em seis a doze dias, o que poderá ocasionar um pequeno sangramento uterino.

Cólicas ou dor abdominal: No decorrer da gestação o útero sofre alterações constantes, podendo causar desconforto na parte inferior do abdômen, como inchaço na barriga, que acaba estimulando contrações uterinas.

Atraso menstrual: Um dos principais sinais que fazem as mulheres buscarem o diagnóstico de imediato.

Aumento dos seios e dor na mama: Em apenas duas semanas de gestação os seios podem apresentar esses sintomas. Além dos seios ficarem maiores, eles acabam ficando também sensíveis, pois as alterações hormonais provocam a estimulação das glândulas mamárias para a preparação do período de amamentação.

Alteração na aparência dos seios: Os hormônios produzidos durante a gravidez podem alterar a aparência dos seios, como o escurecimento dos mamilos e aparecimento de veias ao redor dos seios.

Náuseas e vômito: Esses sintomas costumam surgir entre a 6ª e a 12ª semana de gestação, no entanto, esses sintomas podem se antecipar.

Prisão de ventre: O aumento da progesterona faz com que alguns órgãos e tecidos fiquem relaxados, incluindo o intestino, que acaba diminuindo a sua capacidade de contrair, dificultando o transito intestinal.

Inchaço abdominal: A expansão do útero começa desde que o feto ainda é muito pequeno, pois o corpo está se preparando para suportar o crescimento uterino.

Cansaço e sono excessivo: A fadiga e o sono poderão surgir com apenas uma semana de gestação, logo, o corpo começa a dar sinais de que precisa descansar mais, devido as alterações hormonais, como a progesterona que age diretamente no sistema nervoso central e nos sistemas respiratórios e cardiovascular.

Vontade frequente de urinar: A partir das seis semanas de gestação, torna-se um hábito comum a vontade frequente de urinar, principalmente durante a madrugada. Acontece que o relaxamento provocado pelos hormônios, aumenta a vontade de urinar, pois é reduzido a capacidade da bexiga de se esvaziar completamente.

Desejos alimentares: Natural a mulher apresentar desejos alimentares desde o início da gravidez, no entanto, pode acontecer também da grávida enjoar de certos alimentos.

Espinhas e pele oleosa: Devido as alterações hormonais, pode ocorrer desde as primeiras semanas da gestação até a última semana, o aumento ou o aparecimento de espinhas, conhecido também como acne, além de aumentar a oleosidade da pele. Recomenda-se o uso de produtos de limpeza e de higiene da pele para reduzir a acne e a oleosidade.

Variações de humor: É nas duas primeiras semanas da gravidez que a mulher tende a ficar mais sensível diante as suas emoções. Ela pode rir e chorar num intervalo pequeno, assim como também pode ficar de mau humor por situações banais. A variação de humor é comum, podendo durar por toda a gestação. Por estar emotiva, a gestante pode chorar até mesmo vendo um comercial de TV e rir de situações que antes não sorriria.

Corrimento vaginal rosa: O corrimento vaginal é algo natural que acontece com a mulher, pois é o excesso de muco vaginal, porém esse corrimento vem num tom meio rosa, porque quando o óvulo é fecundado se mistura com o sangue, que é ocasionado pela chegada do espermatozoide no óvulo, que assim, chegará até o útero.

Dor nas costas: É mais para o final da gestação que a mulher passa a carregar excesso de peso, por conta da sua barriga, porém pode ser que ocorra dores nas costas antes mesmo da barriga tornar-se muito pesada. Acontece que a progesterona provoca na musculatura e em outros ligamentos do corpo, um certo relaxamento, principalmente nas costas e no abdômen, logo, causa dores e desconforto para a gestante, que acaba alterando a sua postura.

Tonturas: Os hormônios ocasionam diversas alterações no organismo durante a gestação e uma dessas alterações é a tontura ao ocorrer a queda da pressão arterial, redução dos níveis de açúcar no sangue, anemia, aumento da frequência respiratória e alimentação insuficiente devido aos enjoos.

IMPORTANTE

• Caso tenha descoberto a gravidez através do exame de farmácia, é essencial fazer um teste de sangue, não só para confirmar novamente a gestação, mas também para iniciar o tratamento adequado, é aconselhável consultar o ginecologista ou um obstetra.
• Importante que toda gestante durma de lado, principalmente nos últimos meses de gestação, pois ao dormir de barriga para cima, pode ocasionar a diminuição do sangue que chega ao coração, pois dormir de barriga para cima pode comprimir a veia cava.
• Não se assuste toda vez que a sua menstruação atrasar, principalmente se você não deseja no momento uma gravidez, pois o atraso da menstruação pode ser ocasionada por vários fatores, por exemplo, infecções, cansaço e estresse.

Comportamento autodestrutivo

Mesmo com muitos estudos feitos, ainda não há uma análise confirmada sobre os motivos que ocasionam pessoas a se destruírem. No entanto, não deve-se anular a ajuda de profissionais especializados nessa área para ajudar pessoas que são autodestrutiva.

Até mesmo pessoas que demonstram viver uma vida comum igual a qualquer outra pessoa, podem camuflar a autodestruição, porém, existem comportamentos que mesmo que sejam implícitos passam a ser percebidos por pessoas que convivem diariamente.

A autodestruição causa a desestabilização emocional do indivíduo. Além de provocar ações que destroem as suas vidas, passam a prejudicar também o seu emocional ocasionando situações mais graves.

Nem todo ser humano mantém o seu lado racional o tempo todo e acaba praticando comportamentos irracionais contra si. Sendo assim, a seguir você verá os principais comportamentos que uma pessoa autodestrutiva comete.

MENTIRA

Geralmente pessoas autodestrutivas possuem a autoestima baixa, logo a tendência para mentir ou ocultar fatos é relativamente maior. Pessoas que mentem demoram mais para formar frases ao dialogar, do que as pessoas que falam a verdade.

Pessoas autodestrutivas não conseguem manter um diálogo honesto por muito tempo, mesmo sem motivos, passam a inventar situações. Eles mentem sabendo que estão sendo falsos em suas palavras, mas com a intenção de que o outro acredite no que está dizendo.

VIOLÊNCIA

Pessoas autodestrutivas usam a violência para descarregar algo ruim que carregam dentro de si. Existem partes do cérebro que são ativadas justamente durante um ato de violência.

A violência poderá acontecer por algum motivo que provocou a reação de uma pessoa autodestrutiva, porém muitos especialistas acreditam que o cérebro e o genes do ser humano são condicionados a uma busca natural pela violência.

A violência pode estar ligada a muitos fatores, porém os atos de violência normalmente estão ligados a comida, parceiros sexuais ou território. Os hormônios responsáveis pelos atos de violência são ativados facilmente, mesmo em situações sem motivos concretos.

ROUBO

Não é incomum encontrar pessoas numa sociedade que já tenham cometido o ato de roubar, principalmente sem uma necessidade aparente. Podemos chamar essas pessoas de cleptomaníacos, que são pessoas que tem tendência para roubar.

A adrenalina é um dos maiores motivos de existirem pessoas que roubam sem precisar. Uma pessoa autodestrutiva está adepta a utilizar esses meios como um vício, porém acabam prejudicando suas vidas de forma lamentável.

TRAIÇÃO

Mesmo pessoas que já encontraram o par perfeito para namorar ou casar, cometem atos de adultério. Uma pessoa autodestrutiva comete este ato sem culpa alguma.

Pois, para essas pessoas o ato de trair não está ligado a ética, logo, é uma situação que é aceita por ele sem interferir sua integridade moral, estando também envolvido o sentimento de poder e satisfação ao trair a pessoa com quem mantém compromisso.

VÍCIOS

Mesmo sabendo os efeitos negativos de um vício ao seu corpo, uma pessoa autodestrutiva não deixa de lado a sua dependência química e sempre encontra um bom motivo para justificar o seu vício.

Geralmente, pessoas autodestrutivas não deixam de lado os seus vícios para ser aceito socialmente do jeito que é, por não compreender os riscos e por não se importar com a sua saúde, nem mesmo com as pessoas que se preocupam com ele.

BULLYING

Pessoas autodestrutivas praticam o bullying aos seus colegas. Existe uma frase bastante conhecida: “Pessoas machucadas, machucam pessoas”. Pessoas que fazem coisas para se prejudicar, não se importam em prejudicar o outro, nem mesmo se está deixando o colega em depressão.

O preconceito de uma criança, poderá surgir de dois lugares, podendo ser em seu lar ou na escola em que estuda. Pessoas autodestrutivas, podem cometer esse ato por status e poder, pois ao cometer o bullying, pensam que estão sendo superior diante um certo grupo.

ALTERAÇÕES ARTIFICIAIS NO CORPO

Pessoas autodestrutivas, tendem a modificar o seu corpo, principalmente quando essa modificação causa dor, por exemplo, fazer tatuagens. Não há nada de errado em fazer tatuagens, porém essas pessoas sentem prazer em mudar a aparência do seu corpo e principalmente em sentir dor para isso.

Cirurgias plásticas também estão associadas a autodestruição e assim como as tatuagens, não há problema algum, pois muitas pessoas fazem por vaidade, no entanto, existem as que utilizam as cirurgias plásticas como um meio para modificar o seu corpo e chamar atenção.

ESTRESSE

Pessoas autodestrutivas estão sempre estressadas, mesmo nos momentos de descanso. O estresse acaba prejudicando a saúde dessas pessoas, podendo ocasionar até mesmo um ataque cardíaco ou um câncer.

Cada vez mais as pessoas estão ficando estressadas durante a sua rotina, pois a tecnologia chegou a um nível, que as pessoas não só trabalham nos locais de trabalho, mas acabam levando também trabalho para casa, no intuito de agilidade, o que acaba gerando um estresse maior.

JOGO

Pessoas autodestrutivas acabam adquirindo o vício em apostar em jogos, muitos acabam apostando coisas que possuem valor material e sentimental, só para saciar a vontade de jogar.

O jogo também está associado ao sentimento de vitória, logo, esse sentimento cresce, fazendo com que a pessoa esteja sempre pronto para uma nova partida. Não é à toa que existem muitas histórias de pessoas que perderam tudo o que tinham em cassinos.

FOFOCA

Pessoas autodestrutivas, tendem a olhar mais para a vida do outro do que para a própria vida. Essas pessoas usam a fofoca, principalmente como um meio para aproximar pessoas que não gostam de outra pessoa, que obviamente ele também não gosta, somente para matar a sua vontade em falar da vida dessa outra pessoa.

A fofoca está totalmente associada a autodestruição, pois para essas pessoas não há nada melhor do que falar mal da vida de outra pessoa. Lembrando que a fofoca nem sempre está ligada a verdade, essas pessoas distorcem os fatos, mudando para uma versão que acarretará uma visão ruim dos acontecimentos.

Dor no olho pode ser dengue

A dengue e a gripe, possuem sintomas parecidos, porém é possível saber diferenciar uma da outra. Compreenda que a dengue causa uma doença febril aguda, transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti.

Esse mosquito vive, principalmente nas áreas tropicais e subtropicais, podendo transmitir duas formas de dengue, que é a clássica e a hemorrágica, sendo que a última é a mais severa e fácil de distinguir, pois além de possuir os mesmos sintomas da dengue clássica, envolve também sangramento, septicemia, podendo tornar a evolução da doença fatal.

Já a dengue clássica, raramente mata, os sintomas mais sentidos pelo doente são febre, dor de cabeça, dor no corpo, dor nas articulações e por trás dos olhos. Veja a seguir, outros sintomas da dengue clássica:

• Perda do paladar e apetite
• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores
• Náuseas e vômitos
• Tonturas
• Extremo cansaço

A recuperação da dengue clássica costuma ser total, porém os seu sintomas duram em torno de três a oito dias, podendo obter a melhora em uma semana, no entanto, o cansaço e a falta de apetite podem se estender por até quinze dias.

Dor nos olhos, pode ser dengue?

A seguir, falaremos se dor nos olhos pode ser dengue e como diferenciar o sintoma da dengue para o sintoma da febre. Descubra também alguns sintomas que são somente da gripe e outros sintomas que são somente da dengue. Mas, atente-se, quando não tiver certeza se é gripe ou dengue, nunca ingira medicamentos que possuam ácido acetilsalicílico.

Dor nos olhos: A gripe pode vir acompanhada da dor nos olhos, especialmente quando já se tem conjuntivite relacionado. Porém, para diferenciar se a dor nos olhos é gripe ou dengue, basta notar se os olhos doem quando são movimentados, principalmente no fundo dos olhos, pois se doer, provavelmente é dengue e não febre.

Cansaço e dor muscular: A gripe também ocasiona o cansaço e a dor muscular, no entanto, esses sintomas na dengue são superabundante. O cansaço é fora do normal e os músculos doem o dobro do que doem numa gripe, por exemplo, na dengue o movimento dos músculos são deveras difíceis.

Manchas vermelhas pelo corpo: Esse sintoma pertence unicamente a dengue, dado que a gripe não ocasiona manchas vermelhas pelo corpo. Porém, a dica são os testes laboratoriais para identificar a doença, esses testes são rápidos e ficam prontos em algumas horas.

Nariz entupido, espirros, dor na garganta, catarro e tosse: Esses sintomas pertencem a gripe, dado que a dengue não ocasiona catarro, nariz entupido, espirros e tosse. A dengue acarreta febre e dor pelo corpo, logo, se esses dois sintomas vierem acompanhados dos outros sintomas citados, trata-se de uma gripe e não uma dengue.