Como ter visão no jogo de futsal?

 

O futebol de salão, também conhecido como futsal, é um jogo que exige de seus competidores bastante habilidade e agilidade, uma vez que a quadra é pequena, a bola é bem mais pesada em comparação com a do futebol de campo e a rapidez que o exige.

Há quem afirme que a visão periférica é uma habilidade já inata dos jogadores, ou seja, que já nascem com ela. Entretanto, é possível que aqueles que são julgados como menos dotados, com bastante treinamento também desenvolvam essa característica dos grandes craques.

Ter visão no momento do jogo torna-se então uma característica fundamental quando é necessária a tomada rápida de decisões no meio de uma partida.

Dicas Para Jogar Futsal

Alguns jogadores quando recebem a bola paralisam, enrolam e não conseguem passar a bola para seus companheiros, pois não conseguem olhar para frente e ter uma visão do jogo, do posicionamento dos outros jogadores e assim acabam perdendo a bola rapidamente.

Ficar atento a toda a conjuntura antes de receber a bola é essencial. Quando não estiver com ela não se atenha, procure observar onde os jogadores do seu time e do time adversário estão e procure se posicionar da melhor forma para recebê-la.

Um jogador esperto em uma equipe sintonizada sempre pensa dois passos a frente, por exemplo, quando passar para receber a bola, já tenha em vista um outro jogador para o qual você poderá estar tocando. Assim é o futsal, um jogo que exige um raciocínio e planejamento rápido.

Procure sempre se comunicar com os outros jogadores da sua equipe de forma verbal e não-verbal para facilitar as jogadas, muitos jogadores podem não te ver, mas se você o chamar poderá perceber que tocar a bola para você é uma boa opção.

Percebemos então que cinco são os atributos de um jogador com visão de jogo:

  • Olhar: estar atento a quais ações se é possível tomar antes de receber a bola.
  • Comunicação: se comunicar de forma verbal e não-verbal com os outros jogadores.
  • Posicionamento: movimentar-se para lugares precisos onde pode receber o passe.
  • Raciocínio rápido: analisar todas as opções disponíveis antes de receber o passe e escolher a que seja mais eficiente no momento da jogada.
  • Passe: tocar a bola com precisão para o outro jogador dar continuidade a jogada.

Ter um bom conhecimento a respeito de noções táticas e técnicas é essencial a todo jogador. Siga essas dicas e desenvolva uma das principais habilidades que um jogador de futsal pode ter.

Símbolo do Corinthians

Um dos clubes que mais se destaca no cenário nacional futebolístico atualmente é o Corinthians, a princípio por volta de 1912 e 1914, o futebol que era considerado um esporte praticado somente pela elite. Até que o clube paulista, resolveu quebrar este parâmetro abraçando as classes mais humildes.

Na época não possuía nenhum símbolo que o distinguisse dos demais, mas isso seria resolvido em pouco tempo. O primeiro emblema do time não teve surgimento no futebol, mas durante uma corrida de 10 km – a atual conhecida nacionalmente como São Silvestre. O corredor oficial fora um operário chamado João Colina, que entrou para a história.

Ele deixou entrelaçada na camisa, a sigla CP no canto esquerdo do peito, sendo este o primeiro símbolo registrado em 1912. Às vésperas de entrar para a liga paulista, o time precisou inovar e logo inseriu as iniciais “C” de Corinthians e “P” de paulista, estando essas nas camisas dos jogadores da primeira partida.

Observação: Esse símbolo também foi usado pelos jogadores no ano centenário do clube.

Classificação dos símbolos

Do 1° ao 7°.
Créditos da imagem:
http://imagensface.com.br

Interessante!

» O quarto símbolo, foi incluído a letra “S” no ano de 1915, onde fora contornado por um círculo e dado as primeiras formas de um escudo. Este sofreu diversas alterações até meados de 1919.

» Apenas no início da década de 40 é que surgiu a âncora e os dois remos vermelhos, que faziam referência aos esportes náuticos de prática também do clube. Sendo este o sétimo  e atual distintivo do timão.

» Os símbolos mais recentes, de 1990 a 2011, obtém estrelas referente aos títulos conquistados. Já o de 2014 não possui nenhuma estrela, agora é esperar 2015 para ver se o clube reformulará novamente o emblema.

Treinador Corinthians 2015

A temporada 2014 chegou ao fim. A janela de negociações estão abertas para venda e compra de jogadores, troca de técnicos e dirigentes de clubes. O Corinthians, que no decorrer do campeonato apresentou um bom desempenho ficando em 4° posição, garantindo assim a vaga à Libertadores do ano que vem, está em fase de negociação com jogadores. Mas a especulação maior é sobre quem irá suceder o cargo de Mano Menezes.

Dois nomes estão em destaque para comandar  a equipe em 2015, são esses Tite e Oswaldo de Oliveira.

As hipóteses são diversas. Dizem que há uma conversação mais adiantada entre Tite e o clube paulista. Entretanto Oswaldo de Oliveira, que até pouco tempo esteve a frente do Santos e agora descansa no Rio de Janeiro, está no pário para comandar o Corinthians.

Quem será o novo treinador do Corinthians em 2015?  (Foto:Reprodução) Créditos de imagem:http://corinthiansfutebolbrasil.blogspot/

Uma coisa é certa, com mudanças no elenco, se um destes técnicos, que são bem experientes, assumir o clube, terão que trabalhar muito para entrosar os jogadores até o início do campeonato paulista. Lembrando também que deverá haver a estréia da Libertadores da América em fevereiro. O confronto será dois jogos em fevereiro contra um clube colombiano que ainda será definido.

No entanto o que os torcedores esperam são bons resultados em todas as competições, do estadual à Libertadores. Sobre os treinadores, são dois nomes de peso que possuem uma longa experiência como técnicos. Tite foi prova disso em 2012 quando foi campeão da Libertadores e do Mundial de clubes pelo Corinthians.

Oswaldo de Oliveira também possui um bom retrospecto com o clube, sendo campeão brasileiro pelo mesmo em 2000. O técnico possui um currículo invejável com relação a títulos, sendo a maioria deles conquistados quando esteve à frente de clubes cariocas.

O anúncio de quem irá substituir Mano Menezes sairá no máximo dia 15 de dezembro. Até lá resta aos torcedores do timão esperar. Dado o anúncio, o nome que assumir o cargo com certeza terá muito trabalho pela frente. Os estilos são diferentes, mas uma coisa em comum os técnicos cotados possuem: Experiência.

Como fortalecer as pernas para jogar futebol

O futebol é sem dúvida o esporte mais popular não só do Brasil, mas do mundo, levando em consideração que o maior evento esportivo (de uma só modalidade) é a própria Copa do Mundo. A quantidade de anúncios e patrocínios vinculados ao futebol demonstram tanto a popularidade, como a importância do esporte em nossa sociedade.

Seja para passar o tempo ou apenas se reunir com os amigos nos fins de semana, a famosa pelada é sempre um ótimo exercício e também um ótimo período de descontração. Mesmo assim, se você leva as peladas a sério e deseja ter um desempenho melhor durante esses jogos entre amigos, saiba que existem alguns exercícios físicos para fortalecer as pernas e facilitar bastante sua vida no jogo.

Corrida

Um coisa importante a se considerar ao fazer exercícios para aumentar a performance no futebol é se concentrar nas pernas. Porém, os exercícios para os membros inferiores do corpo devem proporcionar aumento de força, resistência e ter o mínimo de ganho muscular possível, a fim de manter a agilidade.

A corrida é um dos exercícios mais indicados (foto: reprodução)

A corrida proporciona exatamente esses requisitos mencionados acima e ainda mais: proporciona o fortalecimento das fibras de contração rápida, ou seja, fará com que você atinja altas velocidades em curtos períodos de tempo, mesmo estando em repouso. Para treinar bem nesse sentido, alongue-se e treine arrancadas de aproximadamente 9 metros e em seguida mantendo o ritmo uniforme (sem mais acelerar) por mais 10 ou 15 metros. Você pode treinar corridas longas também.

Subidas

Uma das modalidades do treinamento de corrida é a corrida em subida, que geralmente trabalha todos os músculos das pernas em maior tensão. No futebol, esse treino fará com que o atleta tenha mais resistência física e mais força nas pernas para aguentar longos períodos de jogo ou vários jogos.

Para fazer esse treino, encontre um terreno inclinado e relativamente longo (não exagere). Corra até o topo utilizando a força das pernas. Ao chegar no topo, volte até a base uniformemente, sem aceleração. Repita o processo 5 ou 10 vezes sem descanso.

Agachamentos

Por fim, os exercícios de agachamento são muito indicados para fortalecer as pernas, principalmente os glúteos. No futebol, esse exercício proporcionará mais força de chute e habilidade para executar dribles. Para isso, fique de pé e com a coluna ereta. Mantenha os pés alinhados e as pernas abertas de forma com que os pés também se alinhem com a envergadura dos ombros.

Dessa forma, agache flexionando apenas os joelhas, fazendo com que o quadril fiquem em uma angulação de 90 graus ao chão. Quando chegar nesse ponto, flexione o corpo para a forma original e repita o processo. Faça 30 agachamentos, fazendo pequenas pausas a cada 10 agachamentos.

Os melhores jogadores do mundo

O futebol é com certeza uma paixão mundial que une todos os países em uma imensa torcida. Não apenas uma paixão brasileira, mas também uma paixão invade os campeonatos esportivos mais importantes de nosso tempo, fabricando ícones e celebridades, promovendo eventos, divulgando marcas e movimentando bilhões de dólares anualmente.

Os grandes ícones do futebol são em grande parte responsáveis por toda a divulgação e popularização do esporte. A partir de 1991, a FIFA criou uma delegação que passaria a eleger o melhor jogador do ano. Isso sem dúvida aumentaria ainda mais popularidade do esporte e os investimentos de patrocinadores, além de se tornar um alvo na carreira dos jogadores.

Dentre todos os jogadores escolhidos até 2014, alguns de destacaram por terem sido ganhadores dos prêmios, seja de primeiro, segundo ou terceiro lugar várias vezes. Levando em consideração essas premiações, é possível estabelecermos uma lista dos melhores jogadores do mundo desde 1991.

Zinédine Zidane

Zinédine Zidane segurando a taça da Copa de 98 (foto: reprodução)

Zidane foi considerado o melhor do mundo, segundo a premiação da FIFA. Ao todo, Zinédine somou três premiações de  primeiro lugar, uma de segundo e duas de terceiro até se aposentar dos campos. Filho de argelinos e nacionalizado na frança, Zidane levou um inédito título mundial para aquele país, além da Eurocopa.

Jogou em clubes como Cannes (França), Bordeaux (França), Juventus (Itália) e Real Madrid (Espanha) e curiosamente não se destacou pelo número de gols, e sim pelas grandes jogadas e passadas largas.

Ronaldo (fenômeno)

Ronaldo Fenômeno com ao uniforme da seleção brasileira. (foto: reprodução)

Ronaldo, Ronaldinho ou Fenômeno, esse jogador de tantos apelidos foi o segundo e último jogador a conquistar a premiação de melhor do mundo três vezes, tendo também uma premiação de segundo lugar e uma de terceiro. Ronaldo chegou a ser, em sua época, o maior artilheiro de todas as copas do mundo, além de ser eleito pela revista Época como um dos 100 brasileiros mais influentes no mundo de 2009.

Nascido no Rio de Janeiro, Brasil, Ronaldo jogou nos clubes brasileiros do Cruzeiro e Corinthians, nos italianos Milan e Internazionale, nos espanhóis Barcelona e Real Madrid e no francês PSV Eindhoven. Apesar de jogadas espetaculares, Ronaldo também se destacou pelo número de gols, somando mais de 300.

Ronaldinho (gaúcho)

Ronaldinho Gaúcho com o uniforme da seleção brasileira. (foto: reprodução)

É o terceiro colocado em números de premiações como melhor jogador do mundo. Ao todo, foram dois primeiros lugares consecutivos e um terceiro lugar. Natural de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul no Brasil, o jogador é conhecido pelas jogadas precisas, dribles de qualidade e pelo visual com cabelos longos e faixa na cabeça.

Em 2013, foi eleito como o Rei da América pelo diário uruguaio El Pais. Atuou nos clubes brasileiros do Flamengo, Atlético Mineiro e Grêmio, no espanhol Barcelona, no Italiano Milan e no francês Paris Saint-Germain. Também conquistou uma marca aproximada de mais de 300 gols durante sua carreira.