Como confessar um pecado?

Para confessar um pecado será necessário lembrar de todos os pecados cometidos conscientemente ou inconscientemente. Em seguida, com humildade e sinceridade no coração, os pecados devem ser confessados.

Veja a seguir, dicas importantes para quem deseja confessar o seu pecado:

1. Sinceridade: antes mesmo de confessar um pecado, Deus já conhece todos os seus pecados, sendo assim, confesse ao padre com sinceridade e não fique intimidado, pois, o padre também conhece as fraquezas do homem e está ali para conceder a bênção e o perdão divino e não para julgar.

2. Confesse os detalhes do pecado: não adianta confessar dizendo que pecou, por exemplo, em palavras e pensamentos. A confissão deve ser feita por inteira, de tal forma que o padre entenda os seus sentimentos.

3. Não fale sobre outras pessoas durante a confissão: na hora de confessar não fale negativamente dos pais, filhos, amigos, etc. Compreenda que uma confissão não é condenação, fale dos seus pecados e não dos pecados de outras pessoas.

4. Não se justifique: para receber o perdão é importante não justificar os seus erros, pois, a culpa leva ao perdão, mas quem se justifica, dificilmente será justificado por Deus.

5. Saiba o que responder ao padre: não dê respostas vagas ao padre, como: “Não sei, não me lembro…”. Lembre-se dos seus pecados, portanto, não fique sem confessar por muitos tempo. Lembre-se que é fácil lembrar da dívida do outro e fácil esquecer das nossas dívidas, logo, confessar é um ato importante para todo católico.

6. Não mencione o que você não pecou: não se vanglorie dos pecados que você não cometeu. Evite confissões do tipo: “Eu não matei ninguém, não roubei nada de valioso e também não cometi nenhum outro grande pecado”.

7. Confesse com humildade e tristeza os seus pecados: é necessário arrepender-se de coração para obter o perdão de Deus. Não adianta confessar com indiferença, pois, não estará se livrando dos pecados, mas aumentando os pecados.

Importante

• Confesse os pecados com a fé em Jesus Cristo e com a esperança na misericórdia Dele para receber o perdão.
• Acredita-se que ao confessar os pecados, Deus perdoará todos pecados, como diz em 1 João 1:9: “Se confessarmos nossos pecados, fiel e justo é Ele para perdoar-nos e purificar-nos de toda iniquidade”
• Os antigos cristãos confessavam e comungavam todo domingo, ou pelo menos uma vez por mês. Hoje, a igreja católica determina que todos os fiéis confessem quatro vezes por ano nos jejuns, e pelo menos uma vez por ano, na Santa Quaresma.
• Muitas pessoas ficam sem confessar por vários anos e desta forma esquecem os seus pecados, nisto só elas mesmas são culpadas e por isso não podem esperar, que os pecados não confessados sejam perdoados.

Oração do trabalho

A palavra santa de Deus nos aconselha da maneira certa em todas as circunstâncias de nossas vidas. Não importa por qual tormenta estejamos passando, sempre haverá um aconselhamento, uma ajuda, uma provisão que nos fará alcançar a vitória, afinal, somos “vitoriosos em Cristo”.

O trabalho não é bem uma tormenta. Na verdade, a palavra de Deus nos dá muitas informações importantes sobre o trabalho. Talvez a mais valiosa delas é a de que “o trabalho dignifica o homem”. Mesmo que o seu trabalho atual não seja o trabalho dos sonhos ou que o stress e o cansaço pairem sobre sua vida, lembre-se de que Deus o fará digno da vitória.

Por que orar no trabalho?

A oração pode ser a meditação mais intensa, sonora e explosiva possível, mas também pode ser a mais calma, tranquila e relaxante. É o método mais simples de chegar a Deus, um presente que ele mesmo nos deu para que entremos em sintoma direta com ele, por meio de Jesus Cristo.

O momento da oração não é só o de agradecimentos e petições. A oração é como um cômodo onde ninguém além do Senhor pode nos ouvir. É o momento em que podemos revelar todas as nossas angústias, falar sobre nosso dia-a-dia, abrir nosso coração e esperar que Deus nos dê seu consolo e provisão para enfrentarmos o dia-a-dia.

A oração do trabalho pode ser feita antes do expediente ou até durante, com os olhos abertos. Você pode conversar com Deus em pensamento, durante alguma atividade ou algum tempo ocioso no serviço. Orar nesses momentos é uma maneira de dizer que você é dependente de Deus e que só Ele pode te dar forças para continuar.

Exemplo de oração

Pai amado,

Hoje enfrentarei mais um dia de trabalho. Meu corpo ainda não está descansado do dia anterior, mas sei que posso concluir essa tarefa e trazer o alimento à minha casa.

Sei que muito tenho reclamado e murmurado para mim mesmo e para os meus próximos. Mas agradeço a ti por permitir que eu tivesse esse emprego, pois mesmo com tantos contratempos e tempestades por aqui, é graças a ele que posso ter momentos tão incríveis com meus amigos, família ou cônjuge.

Dê-me forças para continuar não só hoje, mas amanhã e depois. Proteja-me de qualquer artimanha maldosa que estejam tramando contra mim, teu servo. Dá-me bondade e temperança e permita que eu possa descansar nos dias reservados a isso.

É o que te peço e agradeço em no do teu filho amado. Amém.

Obrigado Deus pelo bebê

Quando um casal decide ter um filho, as estimativas calculam que isso só acontecerá por volta de cinco meses de tentativas após a decisão. As causas biológicas desse fato se dão ao nervosismo do casal, que impede importantes processos hormonais na mulher, dificultando muito a fecundação. Devido a esse motivo, é comum que uma crescente frustração acabe dificultando ainda mais o processo.

O casal que passou por tudo isso com clamores a Deus, com certeza sabe que ter um filho será uma felicidade. Mesmo aqueles casais que não tiveram dificuldades para engravidar ou tiveram um concepção acidental, devem agradecer ao Senhor pela benção implantada no ventre de sua serva. Ter um bebê é mais do que cumprir o “crescei-vos e multiplicai”, é permitir que mais uma vida seja criada no santo evangelho de Cristo, e que mais um vida tenha como objetivo adorar e bem dizer a Deus.

Agradecendo ao Senhor

Após a concepção permitida por Deus, o caminho da gravidez é longo e difícil para a maioria das mulheres. Cada dia é uma conquista, uma vitória de superação e enfrentamento do desconhecido para essas guerreiras e futuras mães. Para os maridos e futuros pais, essa também é uma missão difícil e requer muita paciência e apoio a mulher.

Uma grande benção do Pai (foto: reprodução)

Após o nascimento do bebê, seja ele menino ou menina, seja normal ou com qualquer problema de nascimento, é necessário agradecer a Deus, pois Ele sabe de todas as coisas e para todos possui um propósito divino por ser descoberto durante a vida. Deve-se respeitar a vida acima de tudo, seguindo os passos de Deus, da sua santa palavra e demais ensinamentos. Para mostrar-se grato ao ocorrido, existem várias formas de agradecer a Deus.

Fazendo uma oração

A oração é o momento de completa intimidade com Deus, onde seus filhos podem se abrir e declarar louvores, dizer suas angústias, seus desejos e suas verdades mais profundas. É o momento de agradecimento direto ao Pai. Dessa forma, fazer uma oração é certamente mais que recomendado para agradecer a benção de ter um bebê.

A oração pode ser feita em conjunto. Pai e mãe agradecendo juntamente em uma única oração, segurando o filho amado em seus braços. Também é válido que além dessa oração, cada um tenha seu momento de intimidade com o Deus separadamente. Juntar outros membros da família para oração em conjunto é sempre uma ótima ideia, pois Deus habita onde estão um ou mais reunidos em seu nome.

Apresente-o na igreja

Na igreja católica, os filhos são batizados ainda bebê como forma de agradecimento e também uma forma de dedicar a vida do filho a Deus. Nas igrejas evangélicas, o batismo segue outra linha de raciocínio, mas os bebês podem ser apresentados publicamente a Deus em um culto, e consagrado pelo líder espiritual da igreja.

Em ambos os casos, é de essencial importância seguir o exemplo. Afinal, a luz da palavra nos dias para declararmos as bençãos de nossa vida publicamente, afim de que os outros vejam e pelo seu testemunho, cheguem a Deus.

Eduque-o de forma plena

A melhor forma de agradecer a Deus pelo filho concebido é mostrar a gratidão no dia a dia e durante a criação da criança. Ensinando o filho a luz da palavra e preparando-o para ser um cidadão respeitoso, livre de ódios, extremismos e com muita temperança, agradará a Deus por ter feito o seu melhor para a formação de mais um servo dEle.

O respeito a criança também é essencial. Os pais mostrarão que amam a Deus amando o seu filho, tratando-o bem, educando-o, defendendo-o de todo o mal, repreendendo-o quando necessário, evitando a violência e oferecendo o carinho dos pais como um alívio, um porto seguro, assim como Deus é para todos os seus filhos.

Bíblia sagrada evangélica

O dia da Bíblia é comemorado no segundo domingo do mês de Dezembro, data que foi oficialmente reconhecida pelo Congresso Nacional. Essa homenagem às escrituras sagradas é feita em aproximadamente mais 60 países em datas variadas por inúmeros cristãos do mundo.

A Bíblia é o livro que mais influenciou o mundo e as concepções de vida da humanidade. Foi o primeiro livro da história a ser impresso, sendo considerado também o livro mais publicado, lido, traduzido e distribuído de todos os tempos, podendo ser encontrado em mais de 2.000 línguas.

Devido as divisões religiosas, surgiram algumas diferenças que influenciaram quanto as versões do livro sagrado. Porém, essas diferenças não alteraram o seu sentido original, por isto, tanto na tradução católica como na evangélica tem o mesmo princípio. Lembrando que alguns termos podem ter sido adaptados a cada comunidade.

A principal diferença da Bíblia evangélica com a católica se dá na quantidade de livros do Velho Testamento. Na Bíblia evangélica não tem cerca de 7 livros que existem na Bíblia católica. São estes: Livro de Judite, Tobias, Sabedoria, Eclesiástico, Baruc, I Macabeus e II Macabe. Além disso, no livro de Daniel, não tem os capítulos 13 e 14, e os versículos 24 a 90 do capítulo 3, e também os capítulos 11 a 16 do livro de Ester.

A Bíblia Sagrada escrita originalmente em hebraico e aramaico, e posteriormente em grego, foi sendo traduzidas ao longo dos anos para outros idiomas, como espanhol, inglês, francês, português e etc. Assim, cada tradutor usou uma linguagem respectiva de determinado idioma, por causa disso a interpretação dos livros possuem algumas distinções, mas na realidade todas tem o mesmo significado.

O que significa Jesus?

Jesus

Jesus Cristo, foi o maior psicólogo que já existiu no planeta terra. Ele ficou conhecido como um dos homens mais sábios do mundo e deixou discípulos que escreveram a famosa Bíblia Sagrada (o livro mais vendido do mundo). Ele viveu há milhares de anos atrás e deixou sua história cravada na religião.

Quando ouvimos falar o nome Jesus, ligamos automaticamente a alguma espécie de religião. Principalmente nos âmbitos do catolicismo e do cristianismo moderno. Também é muito evidenciado em reuniões espíritas, trazendo a lembrança um homem bondoso e de coração aberto.

Jesus (Foto: Divulgação)

Significado

O seu nome, significa Salvador. O nome é hebraico e as impressões do mesmo ficaram impressas nas escrituras. Até hoje ouvimos falar de Jesus em cultos religiosos e até palestras. As religiões estão geralmente evidenciando-o como fonte de salvação e amor. Também foi chamado de Jesus de Nazaré.

O homem foi consagrado em toda história, como um enviado de Deus, que milagrosamente curava leprosos e ainda libertava pessoas de seus respectivos maus. No islamismo ficou muito famoso com um nome diferente, Isa. Também é chamado de Yeshua, Jeová, entre outros.

História

A história conta, que Jesus andou sobre a Terra até seus 33 anos, quando foi crucificado em favor do pecado de toda a humanidade. Ele morreu e ao terceiro dia ressuscitou. Depois disso, fez sua última visita aos discípulos e partiu de encontro aos céus novamente.

Seu ministério pessoal durou cerca de 3 anos e nesse período conheceu muitas pessoas, vivenciou e até compartilhou momentos. Hoje em dia, é comemorado seu nascimento no dia 25 de Dezembro (natal) e sua morte no dia 13 de Abril (páscoa). Ambas as datas tem fluência em todo o mundo.

Seu nome também pode significar Redentor, sua marca registrada no mundo é ousadia, independência e força de vontade. O nome é de origem masculina e possui muitos aspectos positivos segundo a astrologia. Características de alguém que tem um psicológico equilibrado e mantém-se em suas palavras.

O que significa? (Foto: Divulgação)