DicasFree.com » Alimentos » Aprenda como identificar um alimento transgênico

Aprenda como identificar um alimento transgênico

Você sabe quais são os alimentos transgênicos? Acompanhe neste artigo como pode ser simples identificá-los na hora de adquiri-los. Confira já!

     

Alimentos transgênicos

Entendemos por alimento transgênico todo aquele que é modificado de alguma maneira, organismos geneticamente modificados também estão inclusos. Sementes que categorizam-se por modificação em laboratórios, com intuito da resistência aos agrotóxicos ou até mesmo aquelas que fazem a produção de sementes inseticidas.

Desde o ano de 2003, precisamente pelo mês de abril já começou a ser possível a denotação de alimentos transgênicos em rótulos. O governo criou um decreto de número 4680 obrigando a identificação. Não importante se o alimento estará sendo vendido a granel ou in natura. A identificação está sempre presente no rótulo.

Como saber se o alimento é transgênico?

O primeiro passo para saber identificar é observando. Uma espécie de símbolo (foto) é utilizado. Observe se no rótulo ou embalagem em questão há um triângulo amarelo ao redor de um T em negrito. Precisamente é possível encontrar dois tipos diferentes de modificação genética.

Símbolo dos alimentos transgênicos (Foto: Reprodução) FONTE: http://entendendoocancer.blogspot.com.br

Algumas fazem alteração somente da característica própria do alimento, enquanto outras fazem misturas de informações genéticas na tentativa de evitar os agrotóxicos. Como já se deve imaginar, é mais fácil encontrar alterações presentes em alimentos industriais do que naturais. O consumismo dos transgênicos é muito mais antigo do que imaginamos.

Os únicos alimentos (aqui no Brasil) in natura que sofrem modificação são a soja e o milho. Segundo os dados, os alimentos transgênicos se apresentam da seguinte forma:

  • 61% soja
  • 23% o milho
  • 11% algodão
  • 5% canola

Quanto a seu benefício e malefício à saúde, ainda existem milhares de estudos sendo realizados a respeito. Por enquanto, não há nada que faça comprovação de impactos negativos. O Greenpeace desenvolve, ao longo dos anos, uma campanha que proíbe a venda desses tipos de alimentos, alegando malefícios à saúde, entre outras questões.

Além disso, eles acreditam também que a modificação nos alimentos é capaz de agredir diretamente o meio ambiente. Fazendo com que haja:

  • Diminuição da biodiversidade
  • Contaminação genética
  • Surgimento de super pragas
  • Extinção de espécies

No caso da saúde humana, a campanha alega a causa de alergias e resistência a antibióticos.

Segundo nutricionistas de todo país, a maior parte dos casos indicados não passam de mitos. Acreditam também que os transgênicos são capazes de salvar a produção de alimentos e categorizam-no como o modo de cultivo do futuro.

Posts relacionados

  • Conheça os alimentos ricos em magnésio
  • Alimentos que melhoram a visão
  • Alimentos que fortalecem os ossos
  • Sinais do Hipo e Hipertiroidismo
  • Alimentos mais contaminados por agrotóxico
  • Como fazer batata doce no micro-ondas
  • Alimentos para proteger o coração e limpar artérias
  • Água alcalina faz mal para a saúde
  • Quantos dias podemos ficar sem comer
  • Comportamento de uma pessoa bipolar
  • Obesidade na infância e na adolescência
  • Sintomas das primeiras semanas de gravidez
  • Tontura, enjoo e vômito
  • Dieta do feijão para emagrecer
  • Como ter um alimentação saudável para emagrecer
  • Simples Passos para Aumentar a Autoestima Feminina ou Masculina [GARANTIDO]
  • Sinais e sintomas de menstruação
  • Como cozinhar brócolis no vapor na panela elétrica
  • O que causa pedra na vesícula
  • Como regular a temperatura do corpo durante a menopausa
  • Gravidez com corrimento?
  • Quem pode trabalhar com pilates?
  • Exercícios que acabam com a celulite
  • Pilates faz mal pra coluna?
  • Como diminuir a barriga
  • Dieta vegetariana
  • Receitas saudáveis e coloridas para incentivar crianças a comer
  • Hábitos que engordam
  • Como deixar a casa mais arejada
  • Dormir com travesseiro alto da dor de cabeça

  • Quer comentar ?