DicasFree.com » Alimentos » Aprenda como identificar um alimento transgênico

Aprenda como identificar um alimento transgênico

Você sabe quais são os alimentos transgênicos? Acompanhe neste artigo como pode ser simples identificá-los na hora de adquiri-los. Confira já!

     

Alimentos transgênicos

Entendemos por alimento transgênico todo aquele que é modificado de alguma maneira, organismos geneticamente modificados também estão inclusos. Sementes que categorizam-se por modificação em laboratórios, com intuito da resistência aos agrotóxicos ou até mesmo aquelas que fazem a produção de sementes inseticidas.

Desde o ano de 2003, precisamente pelo mês de abril já começou a ser possível a denotação de alimentos transgênicos em rótulos. O governo criou um decreto de número 4680 obrigando a identificação. Não importante se o alimento estará sendo vendido a granel ou in natura. A identificação está sempre presente no rótulo.

Como saber se o alimento é transgênico?

O primeiro passo para saber identificar é observando. Uma espécie de símbolo (foto) é utilizado. Observe se no rótulo ou embalagem em questão há um triângulo amarelo ao redor de um T em negrito. Precisamente é possível encontrar dois tipos diferentes de modificação genética.

Símbolo dos alimentos transgênicos (Foto: Reprodução) FONTE: http://entendendoocancer.blogspot.com.br

Algumas fazem alteração somente da característica própria do alimento, enquanto outras fazem misturas de informações genéticas na tentativa de evitar os agrotóxicos. Como já se deve imaginar, é mais fácil encontrar alterações presentes em alimentos industriais do que naturais. O consumismo dos transgênicos é muito mais antigo do que imaginamos.

Os únicos alimentos (aqui no Brasil) in natura que sofrem modificação são a soja e o milho. Segundo os dados, os alimentos transgênicos se apresentam da seguinte forma:

  • 61% soja
  • 23% o milho
  • 11% algodão
  • 5% canola

Quanto a seu benefício e malefício à saúde, ainda existem milhares de estudos sendo realizados a respeito. Por enquanto, não há nada que faça comprovação de impactos negativos. O Greenpeace desenvolve, ao longo dos anos, uma campanha que proíbe a venda desses tipos de alimentos, alegando malefícios à saúde, entre outras questões.

Além disso, eles acreditam também que a modificação nos alimentos é capaz de agredir diretamente o meio ambiente. Fazendo com que haja:

  • Diminuição da biodiversidade
  • Contaminação genética
  • Surgimento de super pragas
  • Extinção de espécies

No caso da saúde humana, a campanha alega a causa de alergias e resistência a antibióticos.

Segundo nutricionistas de todo país, a maior parte dos casos indicados não passam de mitos. Acreditam também que os transgênicos são capazes de salvar a produção de alimentos e categorizam-no como o modo de cultivo do futuro.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?