O que provoca endurecimento das fezes em humanos e como amolecer

A alimentação é o principal fator quando o assunto são fezes duras, acontece que a falta de fibra ocasiona o endurecimento das fezes, incluindo ovos, carnes e produtos lácteos, como o queijo.

Pessoas que consomem demasiadamente carboidratos, por exemplo, pães brancos e arroz, devem mudar o hábito alimentar e passar a consumir alimentos integrais.

Mas não é só o alimento que é responsável pelas fezes duras, existem também medicamentos que provocam efeitos colaterais, como a dificuldade para defecar. Desta maneira, veja a seguir, alguns desses medicamentos:

• Diuréticos, provocam a perda de muita água, portanto, é preciso beber água com frequência
• Antidepressivos, antagonistas de cálcio, codeína e morfina são medicamentos que provocam fezes duras.

Veja a seguir, outros fatores que ocasionam fezes duras em humanos:

Homem com dor de barriga Foto:Reprodução)
Créditos de imagem: http://www.saludalia.com/

• A alteração hormonal em mulheres grávidas podem ocasionar fezes duras. Além disso, constipações na gravidez é comum, principalmente no terceiro trimestre e após o parto.
• Doenças no sistema digestivo é outro fator, por exemplo, doença Crohn e a síndrome do intestino irritável.
• Doenças metabólicas e neurológicas podem provocar prisão de ventre.
• Ansiedade e depressão, podem causar esse problema devido a alteração hormonal.
• O uso excessivo de laxante enfraquece os músculos dos intestinos que movem as fezes, sendo assim, podem ocasionar fezes duras.
• Bebês podem sofrer desse problema, dado que o seu intestino não está totalmente desenvolvido. Bebês que se alimentam de leite artificial estão mais propensos a sofrerem de constipação.

SINTOMAS

• Cólicas abdominais
• Barriga inchada
• Sangue nas fezes
• Fezes pequenas em forma de bolinhas
• Em caso de obstrução intestinal, pode acontecer a perda de muco do ânus
• Dificuldade para expulsar as fezes.

TRATAMENTO

• Enema quente com óleo mineral ou óleo de oliva, são ótimos para amaciar e lubrificar as fezes.
• Adicione fibras na alimentação, por exemplo, psyllium (Plantago psyllium), sementes de linho que são excelentes fontes de fibras solúveis.
• Atividades físicas ajudam a estimular a atividade intestinal.
• Beber muita água ajuda a amolecer as fezes.
• Ir ao banheiro de imediato quando der vontade de evacuar, não espere o tempo passar.
• Chá de ervas é ótimo para tratar constipações.
• Existem produtos que ajudam a amolecer as fezes, pois, estimulam os músculos do intestino. No entanto, não é recomendado tomar sem receita médica.

ALIMENTOS RECOMENDADOS

Pão: queques de farelo de trigo, pão integral.
Cereais e grãos: Flocos de milho, flocos de farelo, trigo fosco, trigo desfiado, farinha de aveia, pauzinhos de farelo, All-Bran, farelo de milho, farelo de aveia, arroz integral, pão de centeio.
Verduras Alcachofra: couve de Bruxelas, brócolis, repolho, rúcula, acelga, cenoura, ervilhas, vagens, milho, espinafre, abóbora, batata com a casca, nabo.
Leguminosas: Lentilhas cozidas, feijões, grão de bico, ervilhas, feijões de lima, feijões carioca, pimeta com feijões.
Frutas: Abacate, maça com a casca, banana, laranja, mamão, pêssego, quiuí, pera, amora, framboesas, manga, morango, ameixa.

ALIMENTOS PARA EVITAR: Alimentos com baixo teor de fibras, alimentos gordurosos e alimentos processados. Por exemplo:

• Sorvete
• Iogurte inteiro
• Batatas fritas
• Manteiga de amendoim cremosa
• Manteiga
• Margarina
• Molhos para salada
• Bolachas
• Refeições pré-cozinhadas
• Bolos
• Rosquinhas.

Educação e Valores Humanos

As práticas pedagógicas devem dialogar com as diferenças sociais, étnicas e religiosas.

Atualmente, enfrentamos um grande problema educacional que já se arrasta a muitos anos no Brasil e em grande parte do mundo. A moral capitalista e a pressão da competitividade do mercado transformou o ensino e o conhecimento em ferramentas para se alcançar unicamente a esses objetivos. As escolas não mais formam cidadãos mas apenas repassam os conteúdos programáticos de maneira extremamente metódica e fixa, decorada.

Essa perda do valor moral do conhecimento e adequação das escolas a esse novo mundo de concursos e vestibulares abaixou essencialmente a qualidade e contribui para a perda do real objetivo da educação: formar cidadãos. A educação como meio para integrar e preparar o indivíduo em sua sociedade simplesmente não existe nas instituições de ensino plicas e particulares.

A falta desse apoio extremamente necessário para manutenção da sociedade contribui para a permanência de preconceitos, criminalidade, corrupção, desigualdades e o desencantamento social. Nesse sentido, a busca dos valores humanos na educação torna-se algo essencial para correção desse problema de formação.

Hoje, vários trabalhos estão sendo produzidos não só na academia, mas em várias escolas do país. A aprovação das diretrizes básicas permitiu essa flexibilidade e garantiu o objetivo da educação como de formação social. A flexibilidade do currículo e dos métodos de ensino e transferência de conhecimento e valores dá aos professores a ferramente adequada para que sejam aplicadas novas táticas pedagógicas que possam estimular e conscientizar os alunos dessa importância.

O mais intrigante é que o resultado dessas aplicações não tradicionais mostra-se eficiente tanto na área social como na área de conhecimento científico. O aluno formado com consciência social é mais preparado e adequado para o mercado de trabalho como também para adentrar em universidades. É capaz de especular, criticar, relacionar, excluir preconceitos e discriminações, reclamar seus direitos, cumprir seus deveres e ter posicionamento político e social menos individualista e irracional.

Essas transformações ocorrem de tal modo que podem transferir a educação o papel – que já era de sua competência – de transformar e mudar as realidades sociais do país. Práticas pedagógicas que respeitem cores, costumes, etnias, realidades sociais e as coloquem de frente para dialogar enfrentam os problemas e não os individualizam. A educação nesse foco, serviria para a mudança geral do povo brasileiro e consequentemente, o encaminhar para um Estado mais justo e tolerante.

CURSO DE RECURSOS HUMANOS Á DISTÂNCIA

 

 

 

A internet que hoje é considerada um dos meios mais usados para comunicação e os curso de capacitação, graduação, pós graduação, mestrado e demais formações podem ser feitas a distância por meio da internet e por meio de “polos” de formação, entre as opções de cursos que temos estão entre elas temos o curso de recursos humanos a distancia, é disponibilizado os cursos técnico, graduação e licenciaturas por meio da internet a distância.

O curso de recursos humanos tem uma grande área de atuação no mercado de trabalho, no departamento pessoal das empresas desde a micro empresa até a empresas maiores, tem a necessidade de ter um profissional com curso de recursos humanos, conhecido como departamento de RH praticamente todas as empresas contam com essa área, que fica responsável por contratação de funcionários, pagamentos entre outras responsabilidades.

Nas opções de cursos a distância temos cursos como:

Conceitos e princípios fundamentais do direito tributário;
Contratação de trabalhadores;
Intermediação em investimentos financeiros;
Motivação nas organizações;
Introdução à administração estratégica;
Fundamentos da gestão de custos;
Ciência e tecnologia;
Processo de comunicação e comunicação institucional;
Recursos humanos;
Diversidade na organização;
Qualidade em serviços;
Conhecimento, saber e ciência;
Ética empresarial;
Cursos na área de metodologia;
Sociologia;
Filosofia.

O comprometimento do aluno nos cursos como o de recurso humanos a distância, é fundamental para a formação do profissional a aplicação no aprendizado é uma prioridade indicada para que a matéria seja adquirida com sucesso pelo aluno, a disponibilidade de horário nos cursos a distância são uma das vantagens de estudar por esse meio.