Câmera utilizada por youtubers

Todo youtuber precisa de uma excelente câmera para gravar os seus vídeos e de quebra ganhar muitos seguidores. Sendo assim, é preciso ter uma câmera capaz de capturar cada momento.

No entanto, nem todo youtuber, principalmente os iniciantes, sabem qual câmera é ideal para os seus vídeos, desta maneira, a seguir, você ficará por dentro das melhores câmeras e os preços mais acessíveis para o seu bolso. Confira!

Logitech HD Pro Webcam C920

Essa câmera além de prática, é perfeita para gravar vídeos de jogos.

Valor: R$ 403,90.

Sony Nex F3

Aos que procuram uma DSLR, essa câmera é essencial para vídeos com aspectos profissionais.

Valor: R$ 860,00.

Canon PowerShot SX520 HS

Câmera compacta com um ótimo zoom óptico de 42x, além de zoom digital e zoom combinado 168x. O flash é embutido com estabilizador óptico de imagem.

Valor: R$ 949,00.

Canon EOS Rebel T3i

Ótima para DSLR, com visor LCD de cristal líquido giratório de 3 polegadas, contando também com um sensor CMOS APS-C de 18 Megapixels.

Valor: R$ 1.899,00.

Canon EOS Rebel T5i

Muito querida pela maioria dos youtubers, dado que possui uma ótima qualidade de imagem e desempenho. O seu sensor é CMOS (APS-C) de 18.0 megapixels com processador de imagem Canon DIGIC 5.

Valor: R$2.629,80.

Canon EOS 70D

Um sucesso no Brasil, pois, possui uma tecnologia de auto foco revolucionária que aumenta o potencial do Live View: Dual Pixel CMOS AF.

Valor: R$ 4.489,90.

Canon

A Canon é considerada a melhor e a mais confiável do mercado, pois, até mesmo as suas câmeras mais simples possuem capturas profissionais. Posto isto, a Canon é a melhor do mundo para fotos e vídeos.

O preço da Canon é salgado, mas vale a pena pela qualidade. Compreenda que a Canon lançou uma câmera de filmar chamada Vixia Mini, feita especialmente para os youtubers. Por isso, não deixe de pesquisar o preço dessa câmera.

Consultar contracheque servidor INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social, ou seja, o INSS é conhecido como o caixa da Previdência Social, pois é o incumbido de pagar as aposentadorias e demais benefícios dos trabalhadores.

Sendo assim, o INSS é o responsável por assegurar os salários dos aposentados, dado que a contribuição feita a previdência garante esse benefício. Por conseguinte, a aposentadoria é um direito de todo trabalhador.

As mulheres aposentam com sessenta anos, com tempo de serviço de trinta anos, já os homens com sessenta e cinco anos e o tempo de serviço é de trinta e cinco anos. Porém, existe a possibilidade de ocorrer uma aposentadoria por invalidez, quando não há mais capacidade para desempenhar uma determinada função no mercado de trabalho.

Os aposentados e pensionistas, que desejam consultar o seu contracheque, precisará entrar no site www.previdencia.gov.br. Esse site fornecerá, principalmente o aumento disponibilizado pelo governo para os segurados, aos que ganham salário mínimo e aos que recebem acima do piso nacional.

O site da Previdência Social, permite acessar não só o contracheque do servidor INSS, mas tudo em relação a aposentadora. Compreenda que o site disponibiliza que todos os interessados consultem serviços diversos. Por exemplo:

• Auxílio doença
• Extrato de pagamento
• Pensão por morte
• Agendamentos
• Solicitação de benefícios

Veja a seguir, passo a passo para consultar o contracheque INSS:

NA PÁGINA

Os aposentados e pensionistas do INSS devem acessar os valores na página da www.previdência.gov.br.

SERVIÇOS DO INSS

Já na página do ministério, o próximo passo é procurar o campo ‘Serviços do INSS’ que fica do lado esquerdo da tela do site’.

EXTRATO

Logo, em seguida, é necessário entrar em ‘Extrato de benefício de pagamento’, que abrirá uma nova tela do site.

DIGITAR DADOS

Dentro do campo, os aposentados deverão entrar em ‘Emitir Extrato’, que abrirá uma nova tela (Extrato de Pagamento). Neste espaço, digite os dados.

Nº DO BENEFÍCIO

O número do benefício do segurado é o primeiro campo a ser preenchido. Logo, é necessário digitar a data de nascimento, com quatro algarismos no ano.

NOME DO SEGURADO

Para finalizar, é preciso preencher o nome completo do beneficiário, o número do CPF sem pontos, traços ou barras. O sistema solicitará o código de segurança que aparecerá na tela, em seguida, basta clicar em visualizar.

IMPORTANTE

Essa ferramenta auxilia os aposentados e pensionistas do INSS a consultar o contracheque. Muitos utilizam esse meio para verificar a correção paga pelo governo, especialmente em relação ao acumulo do INPC de 2015, acrescido de 0,1% do PIB de 2014.

O piso do salário mínimo cresceu de R$ 788 para R$ 880, já o salário dos aposentados, pensionistas e segurados do INSS que recebem acima desse valor, receberam esse ano o aumento de 11,28%, de acordo com o percentual acumulado do INPC do ano passado e calculado pelo IBGE.

Veja o exemplo a seguir:

• Com o percentual de 11,28%, quem possui o benefício de R$ 1 mil, o valor subirá para R$ 1.112,80,
• R$ 2 mil aumentará para R$ 2.225,60
• R$ 2.500 aumentará para 2.782

O teto previdenciário em 2016, subiu de R$ 4.663,75 para R$ 5.189,82. Posto isto, todos os trabalhadores de carteira assinada contribuem para a Previdência Social, sendo assim, podem se beneficiar de todo acréscimo ao se aposentarem.

5 erros cometidos por todo blogueiro iniciante. Que Você Não pode Cometer.

Começar um blog é uma atividade muito tentadora, mas que é dotada de uma complexidade muito grande, a qual não é revelada para quem está começando. A princípio pode ser uma experiência divertida e que traz muito aprendizado, mas caso seja levado a sério, os erros e tropeços pelo caminho serão os mais diversos.

Pensando em ajudar quem está iniciando neste segmento, desenvolvemos uma lista que apresenta os cinco erros mais comuns que os blogueiros iniciantes costumam cometer e damos dicas sobre como resolver essas problemáticas com o tempo, já que é impossível se livrar de algumas delas de uma vez, confira:

Iniciando um Blog.

Não ter um nicho definido

Quando se cria um blog é essencial que ele tenha um tema definido, para o qual as suas postagens se voltarão. No entanto, é muito comum vermos por ai blogs “genéricos”, onde o autor aborda os mais diversos tipos de assunto.

No primeiro post o autor fala sobre um filme que assistiu, gostou muito e expõe a sua crítica. No segundo, aborda sobre técnicas do yoga e como utilizá-lo para encontrar paz espiritual. No seguinte fala sobre a crise econômica na Europa. É difícil um blog assim encontrar o caminho do sucesso, pois não terá um público específico e fiel, uma vez que não se sabe o que esperar dos conteúdos que serão lançados.

Assim, definir um tema característico para o seu blog é essencial. Seja criativo e inovador. Por exemplo, caso você goste e acompanhe futebol pode criar um blog que comente os resultados da rodada do Campeonato Brasileiro e outros campeonatos estaduais, em época de Copa do mundo pode voltar suas atenções para o torneio internacional, entre outros. Assim, quem gostar de acompanhar as novidades do mundo do futebol, irá acompanhar o seu blog.

Escolha o nicho com o qual você mais se identificar, assim poderá estar trabalhando com algo que tem prazer em fazer, podendo se dedicar com mais empenho e afinco às atividades.

Não utilizar um domínio próprio

Utilizar Dominio Em Blog

Ao iniciar um blog muitas pessoas não investem em um domínio próprio porque acreditam que o site não vai para frente e que não compensa gastar dinheiro com esse tipo de recurso. Contudo, caso o seu blog comece a fazer sucesso é bem provável que você tenha que utilizar um domínio próprio eventualmente.

O problema está em fazer essa mudança, seu público terá que estar consciente dessa modificação, para isso você terá de fazer divulgações constantes para conquistar links para o seu endereço. É como se o seu blog fosse começar do início, quase todo o mesmo trabalho.

Assim que você decidir levar o seu blog a sério não deixe de utilizar um domínio próprio, o qual está custando hoje uma média de R$ 30,00 por ano ou até menos. Você terá muitos mais benefícios do que meio convencional.

Não manter uma periodicidade de postagens

É normal que ao começar o blog a motivação e a criatividade estejam a todo vapor, resultando no lançamento de cerca de dois a três artigos por dia. No entanto, algum tempo depois é comum que os assuntos vão acabando e outros compromissos passam a tomar o tempo que você ia dedicar ao blog, deixando ele semanas abandonado sem nenhum post novo.

Assim como falado anteriormente, o principal objetivo de um blog está em fazer com que as visitações do público sejam constantes, implicando em um compromisso regular com as postagens. Se você tem tempo para escrever apenas quatro artigos em um mês, publique um semanalmente, de preferência no mesmo dia e horário para que os leitores se atenham ao momento dos novos lançamentos.

O ideal é que você lance ao menos um bom artigo por dia, para que seus leitores se mantenham curiosos e na expectativa de ler um novo artigo diariamente. Procure ser inovador e trazer sempre assuntos novos, mas sem sair fora do seu nicho.

Se descuidar da linguagem

Se engana quem acredita que não é necessário ter um português impecável para escrever para um blog. É claro que o espaço é seu e você tem o direito de fazer o que bem quiser dentro dele, mas não fique esperando que seus visitantes gostem deste tipo de característica.

Assim, se você tem alguma dificuldade para escrever corretamente procure trabalhar nisso e tome já atitudes para reverter este quadro. Essa é uma habilidade que se desenvolve com o tempo, como você escreverá artigos constantemente é preciso que tenha leituras constantes para se manter atualizado a respeito das novidades do seu nicho para estar apresentando no seu blog.

Um fator muito importante tambem é o tipo de linguagem a ser utilizada dentro dos textos, a qual deve ser adequada para o seu público. Se você tem um blog que trata de assunto escolares, deve utilizar a linguagem acadêmica, se o blog é sobre direito, a linguagem deve ser jurídica, caso seja um blog de experiência você tem mais liberdade para utilizar um vocabulário despojado e pessoal.

Não investir em divulgação

Após fazer todas as coisas necessárias para que o seu blog esteja perfeito, você ainda continua sem receber visitantes. Você até colocou um contador de visitar para acompanhar o fluxo de público, mas ele continua parado por mais que você aperte F5 diversas vezes e atualize a página. Nada. Ninguém está te visitando. O que você fez de errado?

Calma, no início é normal que o fluxo de visitantes seja baixo, porém se você não tomar nenhuma atitude neste processo ele continuará inerte. Trabalhar com blogs requer muito esforço e dedicação, esteja preparado.

Para estar divulgando o seu blog você pode investir em mecanismo de buscas, como o Google, sites que divulgam links, como o Ueba, Ocioso e Link-me, procure parcerias com outros blog que se assemelhem ao seu nicho e faça troca de divulgações, utilize o mecanismo RSS e divulgue nas redes sociais, como Facebook, Twitter ou por e-mails.

Custos de participar da Campus Party em São Paulo

Chega a oitava edição da Campus Party em São Paulo, evento que teve início no dia 3 de fevereiro e terminou dia 8 do mesmo mês. O tema escolhido para este ano é homenagem ao livro “Da terra à lua” do escritor Julio Verne, pioneiro do gênero ficção científica na literatura. O palco principal se chamará terra, enquanto o palco lua estará voltado ao empreendedorismo.

Algumas personalidades já estão com presença confirmada como:

  • Al Gore (ex-vice presidente dos Estados Unidos)
  • Buzz Aldrin (participante da missão do ano 1969 que levou o homem à lua)

Quem também estará por lá é o ator Paul Zaloom, que interpretou por alguns anos o cientista maluco do seriado “O mundo de Beakman”.

O evento contará com muitas horas de entretenimento e troca de experiência. Haverá áreas associadas ao desenvolvimento, design de multimídia, empreendedorismo, games e simuladores, além de muitas outras atrações.

Como participar do evento?

Tecnologia. (Foto: Reprodução)

Do início ao fim, o Campus deve receber mais de cem mil visitantes. A venda do primeiro lote aconteceu em setembro de 2014 em um valor de R$170, enquanto em dezembro esse subiu para R$300. Antes do evento começar, os ingressos já estavam esgotados.

Além do ingresso, o participante terá de comprar uma barraca na arena pelo valor simbólico de R$50, também deve permanecer com ela dentro da arena.

É necessário que haja um planejamento anterior, já que o participante também gastará com:

  • Lembranças;
  • Camisetas;
  • Alimentação;
  • Eventuais problemas.

Se você ficou fora da Campus Party esse ano, não tem problema! Ano que vem tem mais! Basta se planejar! Para obter maiores informações acesse beta.campus-party.org.

Vírus de computador

Atualmente, os vírus de computador são muito conhecidos e igualmente temidos. Com a grande popularização dos dispositivos eletrônicos como computadores pessoais e notebooks, o número de códigos maliciosos, sejam apenas para danificar o equipamento, como para roubar informações importantes do usuário, cresceu da mesma forma.

Isso deu um passo a mais com imensas vendas de dispositivos móveis como smartphones. Com sistemas baseados em softwares de computador, esses dispositivos estão sendo alvos de vírus eletrônicos, forçando as empresas a repensarem e refazerem esquemas de proteção.

História dos Vírus Eletrônicos

Desde os primórdios da computação, já se tinha a ideia de que códigos maliciosos pudessem afetar diferentes softwares, alterando seu funcionamento e prejudicando a máquina atingida. Em 1983 um doutorando (Fred Cohen) da Universidade do Sul da Califórnia, foi o primeiro a palestrar sobre o assunto, demonstrando até mesmo a capacidade do código se replicar e se transferir para outros dispositivos. Nascia a nomenclatura “vírus de computador”.

Os vírus podem danificar seriamente a sua máquina (foto: reprodução)

Um ano depois, o termo vírus foi oficialmente definido como um código ou programa que infecta outros softwares, se multiplica e pode ser transferido por diferentes mídias, evidentemente por se parecer com os vírus biológicos. No entanto, apenas em meados de 1986, foi descoberto o primeiro vírus de computador.

Esse vírus ficou conhecido como Brain que basicamente danificava o setor de inicialização dos discos rígidos. Tradicionalmente transmitido por um disquete contaminado. Com isso, a partir de 1988 começaram a surgir os primeiros programas antivírus como o conhecido até hoje Avast!. Esses programas continham informações sobre os vírus existentes e os removiam quando infectavam a máquina.

Vários vírus começaram a surgir e a danificar máquinas nos Estados Unidos e Europa, causando prejuízos de milhões de dólares. A partir de 2001, com a maior popularização da internet no mundo, os vírus tipo Worm passam a ser bastante comum por serem transmitidos facilmente por e-mail e redes sociais.

Como evitar?

Dificilmente você conhecerá alguém que nunca teve sua máquina infectada por um vírus. A ocorrência desse tipo de programa malicioso é muito comum atualmente, principalmente devido a facilidade de acesso a internet, e-mails, redes sociais, downloads, entre outros. No entanto, existem algumas formas de se evitar ser infectado por um vírus eletrônicos.

Evitar clicar em banners comerciais duvidosos nos sites é uma das primeiras. Empresas sérias investem publicidade limpa e não propõem “ofertas imperdíveis e inacreditáveis”. Não caia nesse golpe. Pop up com mensagens maliciosas também devem ser evitados. Compras em sites que estejam em listas de desconfiança do governo também podem, além de tomar seu dinheiro, instalar vírus que roubam suas informações pessoas. Você pode acessar essa lista aqui.

Em redes sociais, evite clicar em links promocionais, em compartilhamentos explosivos (com o máximo de pessoas citadas possível), recados totalmente improváveis e tudo que lhe parecer estranho. Use o bom senso e veja se a pessoa que lhe enviou realmente faria isso. Pessoas infectadas não sabem que repassam os vírus porque a própria programação faz isso.

Ao fazer downloads, repare no tamanho dos arquivos. Se você quer baixar um vídeo por exemplo, e o arquivo que se diz ser o vídeo for muito pequeno ou for em bloco de notas, por exemplo, não baixe. Nesses casos é quase certeza de que se trata de um arquivo malicioso. Por último, instale um antivírus. A internet oferece um grande leque de opções de antivírus gratuitos e pagos. Escolha um e instale.

Fui infectado! E agora?

Se o seu computador já apresenta sinais de que está infectado por um vírus eletrônico, talvez seja a hora de instalar um antivírus. Escolha um de sua preferência ou de recomendação de um amigo. Depois de instalado, procure executar uma varredura completa no sistema. Isso pode demorar um bom tempo, mas provavelmente o vírus será identificado pelo software.

Caso não dê resultados satisfatórios, você pode pesquisar sobre seu problema. A internet está recheada de fóruns que ensinam, passo a passo, como se livrar de diferentes tipos de vírus. Em último caso, sempre é uma boa escolha levar sua máquina a uma empresa de computação para resolver o problema.