DicasFree.com » Saúde » Dores na relação sexual

Dores na relação sexual

Se você não sabe o que pode causar dores durante o ato íntimo, confira neste artigo as principais questões que envolvem o assunto e suas soluções. Acompanhe agora no Dicas Free!

     

Dores durante a relação sexual

Homens e mulheres estão propensos a desenvolver dores durante o ato íntimo. Isso pode decorrer de acordo com diversos fatores que certamente serão um problema quando não tratados. São comuns nos seguintes casos:

  • Durante o ato de inserção do órgão genital
  • Durante a ereção
  • Durante a ejaculação

A dor quando contínua acaba por diminuir o desejo para a atividade. Isso é decorrente de um termo médico utilizado pelos profissionais chamado dispareunia. As causas para esse tipo de agravação estão entre:

Casal (Foto: Reprodução)

  • Diafragma colocado de maneira errada
  • Endometriose
  • Irritação genital
  • Hemorroida
  • Feridas de herpes
  • Ato íntimo cedo demais
  • Menopausa
  • Cistos ovarianos
  • Inflamação da próstata
  • Reação ao látex
  • Abuso ou estupro
  • Infecções do trato urinário
  • Uso de medicamentos errados
  • Ressecamento vaginal
  • Infecção vaginal
  • Vaginismo

Para se prevenir é necessário que o (a) paciente tenha bons cuidados íntimos e uma rotina periódica ao médico. As preliminares que antecedem o ato também são indispensáveis, bem como o uso de lubrificantes solúveis em água. Também lembre-se de manter a prática segura utilizando meios de prevenção contra DST.

Na hora de consultar-se, os médicos evidentemente farão uma sucessão de perguntas que correspondem a suas relações íntimas dos últimos tempos e também indicarão os tipos de dores para que você as confirme. Responda tudo com muita seriedade visando melhorar o seu quadro. De maneira nenhuma invista em remédios caseiros ou se automedique.

Tratamento

Os tratamentos dependerão exclusivamente do seu tipo de doença ou decorrente problema. Todos os tratamentos e medicamentos devem ser recomendados por um médico especialista na área. No caso de mulheres que estiveram em trabalho de parto, esperem até 3 semanas antes de iniciar a vida íntima com o seu parceiro.

Alguns tipos de opções fáceis e simples são:

  • Utilizar lubrificantes a base de água;
  • Tomar banho de mangueira (água morna);
  • Ingerir muito líquido durante o dia;
  • Evitar álcool, cigarro e cafeína;
  • Tomar antibióticos prescritos;

No caso de infecções, é importante que você tenha um acompanhamento semanal e também trate seu parceiro ou parceira. A terapia pode ser um ótimo meio de tratamento considerando que alguns desses problemas estão relacionados ao emocional, como conflitos interiores, culpa e sentimentos mal resolvidos. O casal deve fazer suas sessões juntos.

Posts relacionados

  • Conheça os alimentos ricos em magnésio
  • Sinais do Hipo e Hipertiroidismo
  • Como fazer batata doce no micro-ondas
  • Água alcalina faz mal para a saúde
  • Quantos dias podemos ficar sem comer
  • Comportamento de uma pessoa bipolar
  • Obesidade na infância e na adolescência
  • Doenças causada por protozoários e fungos
  • Sintomas das primeiras semanas de gravidez
  • Tontura, enjoo e vômito
  • Dieta do feijão para emagrecer
  • Como ter um alimentação saudável para emagrecer
  • Simples Passos para Aumentar a Autoestima Feminina ou Masculina [GARANTIDO]
  • Tipos de inflamação nos olhos
  • Quem tem quelóide pode fazer tatuagem?
  • Sinais e sintomas de menstruação
  • O que causa pedra na vesícula
  • Como regular a temperatura do corpo durante a menopausa
  • Gravidez com corrimento?
  • Quem pode trabalhar com pilates?
  • Exercícios que acabam com a celulite
  • Pilates faz mal pra coluna?
  • Como diminuir a barriga
  • Doenças infantis mais comuns
  • Dieta vegetariana
  • Receitas saudáveis e coloridas para incentivar crianças a comer
  • Hábitos que engordam
  • Como deixar a casa mais arejada
  • Dormir com travesseiro alto da dor de cabeça
  • Plantas medicinais

  • Quer comentar ?