Como um país pode enfrentar uma crise econômica?

Não é fácil para nenhum país afirmar que está passando por dificuldades financeiras, o anúncio gera especulações de que o governo dificilmente sairá da situação desfavorável e isso abala as estruturas governamentais.

Antes mesmo de sabermos como um país pode enfrentar tal crise, é indispensável termos o conhecimento dos efeitos colaterais que essa pode causar em uma nação. A crise pode surgir por meio de situações diversas, sendo um fenômeno interno ou externo.

Se no cenário internacional houve alguma tensão financeira e isso se refletiu dentro do país, como a baixa na produtividade das industrias por exemplo, cabe ao governo agir de forma preventiva para que a economia não seja afetada. E se for afetada, estratégias deverão ser usadas para que não haja maiores prejuízos.

Crise financeira em um país (Foto: Reprodução)

Em casos de crise interna, em algum setor, uma medida deve ser tomada. Caso contrário haverá um efeito cascata com o aumento dos preços de diversos produtos e ações aplicadas pelo governo para combater a inflação, ou seja, o aumento de impostos.

Tendo conhecimento prévio dessa crise, cabe ao governo agir. Infelizmente alguns sacrifícios serão necessários como o arrocho salarial do trabalhador, o aumento de impostos para arrecadar mais dinheiro e pagar dívidas, assim como o aumento dos juros cobrados pelas instituições financeiras.

Mas até esperar a tempestade dissipar, isso pode levar meses e até mesmo anos. No entanto, uma outra medida é cortar gastos. Começando pela cúpula ministerial, com a redução de cargos comissionados e funcionários que detém alguns privilégios.

Reduzir salários de deputados e senadores e outros representantes também são boas formas de economizar. Algumas taxas como imposto sobre produtos importados e industrializados aumentarão, estando outra alternativa nas negociações diplomáticas com relação a exportação de produtos.

É preciso se arriscar e mostrar aos estrangeiros que, mesmo em tempos de crise, podem apostar no país e dar credibilidade. Um país em crise precisa valorizar o que tem de melhor para os investidores que neste momento estão indecisos, arrisquem negócios. É preciso investir e chamar atenção para reverter a situação atual.

Diversas medidas são analisadas para melhor serem aplicadas e para que a população não se prejudique mais ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.