Comportamento dos gatos siameses

Em 1350, os gatos siameses foram citados no manuscrito do Sião, que hoje é a atual Tailândia.

Os gatos siameses, eram protegidos e criados nos antigos palácios, ou seja, pertenciam a realeza.

Não é à toa, que os gatos siameses são chamados de “príncipe dos gatos”.

Veja a seguir características do gato siamês:

• Em seu tamanho médio, um adulto pesa entre 2 kg a 6 kg
• Sua altura média é de 20 cm
• São elegantes e esbeltos
• Possui cabeça triangular
• Orelhas grandes, largas na base e pontiagudas
• O focinho é fino
• Os olhos são azuis
• Corpo tubular
• Patas compridas e finas
• Cauda fina e estreitada
• Vivem em torno de 15 a 20 anos

Compreenda que os gatos siameses quando são puros, nascem brancos e com o tempo, mais ou menos no quinto dia de vida, adquirem cor, principalmente na cabeça, orelhas, patas e caudas.

Durante os doze a quinze meses de vida do gato siamês, a coloração vai se tornando definitiva, logo, se o gato vive somente dentro de casa ou apartamento, sem contato com o exterior, principalmente no inverno, terá a sua pelagem mais clara. No entanto, existem variadas cores, porém as pontas sempre serão mais escuras que o resto do corpo.

Comportamento dos gatos siameses

Veja a seguir, comportamentos dos gatos siameses:

• São extrovertidos, porém com personalidade forte, o seu temperamento por diversas vezes é imprevisível, podendo deixar de ser calmo em alguns momentos.
• São ótimos companheiros, sempre estão ao lado do dono e muitas vezes segue o dono pela casa toda. Portanto, um gato siamês não nasceu para a solidão, caso ele fique por muito tempo sozinho, poderá entrar em depressão, pois não vivem sem carinho e companhia.
• Os siameses são friorentos, gostam de dormir em lugares quentinhos.
• O miado do siamês é forte e alto, principalmente quando deseja atenção, comida ou água.
• Os siameses por diversas vezes são ciumentos, principalmente em relação ao dono. Além disso, eles não gostam de limites, prezam a liberdade felina.
• Os siameses amam a companhia humana, principalmente quando são criados desde pequenos com pessoas por perto, porém, podem não conviver bem com outros animais, principalmente outros gatos.
• A natureza de um siamês é exuberante e vivaz, sendo considerado dentre os gatos o mais fácil de educar, pois, geralmente, são muito inteligentes e ligados ao dono.

Veja a seguir, os cuidados necessários para os gatos siameses:

• Escovação diária, pois os seus pelos caem muito, principalmente para ajuda-los a se limparem sozinhos, pois bolas de pelos podem ir para o estômago deles com facilidade.
• Higiene bucal e auditiva, são deveras importantes para evitar a proliferação de bactérias, que causam mau cheiro.
• Mantenha os olhos e o focinho do siamês sempre limpos para evitar o mal-estar dos bichanos. Você poderá usar um algodão úmido com água ou soro fisiológico.
• A alimentação é mais do que importante para um gato siamês, pois são vulneráveis a doenças renais e na bexiga. Sendo assim, não deixe de levar o seu gatinho ao veterinário e questione qual alimentação é melhor para ele no momento. Pois, a alimentação também é importante para que evite a magreza excessiva ou a obesidade.
• Alguns gatinhos podem nascer estrábicos, porém não é um problema, dado que chega a ser característica da raça, no entanto, muitos conseguem viver bem com o seu estrabismo. Mesmo assim, não deixe de leva-lo ao veterinário, pois alguns casos são de cirurgias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.