DicasFree.com » Doença » Depressão infantil sintomas, causas e tratamento

Depressão infantil sintomas, causas e tratamento

A depressão infantil é um problema muito comum nos dias atuais. Ela pode apresentar de várias formas em uma criança. Entenda neste artigo quais sinais indicam que uma criança está depressiva e saiba mais sobre as causas e tratamento. Confira aqui.

     

A depressão é uma doença que vem se tornando comum entre as crianças. Engana quem pensa que ela não é muito ativa ou que são raros os casos e quadros da mesma. Quando uma criança começa a apresentar alguns sintomas atípicos da sua idade, bem como o medo excessivo de tudo e todos, os pais precisam iniciar uma busca por tratamento para que haja o controle de seu emocional.

Geralmente a doença é crônica e hereditária, atinge pessoas de todas as classes sociais, idades e sexo. Para que o tratamento seja eficaz, a luta contra a depressão deve ser iniciada de imediato. Muitos ainda acreditam que a doença se baseia apenas em uma tristeza, mas a depressão chega a pontos mais extremos, levando até mesmo ao suicídio. Além disso, compromete o desenvolvimento e o dia-a-dia do individuo que foi diagnosticado.

O problema é mais evidente quando trata-se de crianças, pois elas acreditam que a tristeza é algo normal, com o qual devem simplesmente se acostumar. Não sabem que o sofrimento está realmente ligado a uma doença especifica. Os casos são diversos que podem desenvolver tal problema, dentre as principais estão:

  • Separação dos pais;
  • Perdas;
  • Dificuldades de adaptação em escola ou casa nova;

Experiências como as citadas acima podem desencadear um nível exagerado de estresse. O estresse, por sua vez, conduz então o pequeno aos quadros mais intensos de depressão e quando não tratada de imediato, acaba por acometer vários danos.

Depressão infantil (Foto: Reprodução)

Tratamento

Quando ainda é pequeno, apenas utilizando da psicoterapia, é possível reverter o quadro. Exatamente por não saber dizer exatamente o que sente (com relação ao sofrimento) acabam por indicar alguns sintomas bem peculiares (nada comuns na idade infantil). As dores mais comuns apresentadas são na cabeça e barriga. Além disso, preste atenção em outros sintomas que indicam tal problema, como:

  • Excesso de retração;
  • Ansiedade;
  • Alterações no sono;
  • Dificuldade em aprender;
  • Agressividade;
  • Comportamento suicida (acidentes excessivos);

O tratamento depende de cada criança em si e de como apresenta o quadro depressivo. Algumas chegam a melhorar em apenas 5 dias de tratamento, enquanto outros passam por uma série de exames e ainda necessitam chegar aos 20 dias para apresentar significativas melhoras. Tenha paciência com o seu pequeno.

Prevenção

A prevenção está no ato de percepção dos pais. Se o seu filho está passando por algum momento difícil, seja de mudança ou está se comportando atipicamente, procure identificar os sinais citados acima. Os laços afetivos entre filhos e pais não podem estar danificados para que o problema não seja ainda mais agravante, ainda que tenha uma vida corrida, procure tirar tempo para o seu filho mesmo que seja pouco, comece a ajudá-lo nas tarefas escolares ou a desenvolver alguns trabalhos domésticos.

Aos primeiros sintomas de depressão, procure um psicologo e peça orientações. Os professores também tem papel importante na trajetória de tratamento, peça que eles incentivem o convívio social do seu filho, como inseri-lo nas brincadeiras na escola ou participar de atividades recreativas. Você também deve desenvolver o mesmo papel, fique atento a cada gesto e ponto do comportamento dele.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?