Menstruação em pouca quantidade pode ser gravidez

Deve-se procurar um médico caso apresente dor ou muito sangramento durante a gravidez.

São vários os motivos pelos quais podem proceder uma menstruação em pequena quantidade. Isso se relaciona profundamente com os hormônios femininos, que podem sofrer alterações por alguns motivos como a troca de anticoncepcional, o stress e ansiedade. Esses fatores desencadeiam influência hormonal e podem interferir no fluxo normal.

Também pode existir a possibilidade de gravidez  caso o  fluxo seja muito pequeno e sem dor. Muitas vezes, as mulheres acabam pensando que não estão grávidas por causa do aparecimento desse pequeno fluxo, porém, esse fluxo não tem muito a ver com a menstruação. O mais comum é que ocorra um sagramento em decorrência do rompimento de algum pequeno vaso sanguíneo no processo em que o embrião se aloja da parede uterina.

Esse pequeno sangramento – muito menor que uma menstruação comum – geralmente tem aspecto escuro, de borra de café, e é comum que suma depois de três dias. Outros motivos também pode ocasiona-lo, principalmente em decorrência de mudanças hormonais – que geralmente acontecem durante a gravidez – e ansiedade. É recomendado que a mulher faça um teste de gravidez para ter certeza que está grávida.

Caso esteja grávida e o sangramento apresentar dor ou ser em grande quantidade, deve-se procurar um médico com urgência, pois isso pode ser sinal de outros problemas que podem por em risco a vida da mulher e do bebê.

Menstruação preta

A menstruação escura pode apresentar vários motivos.

A menstruação escura, preta, marrom ou “borra de café” pode ser motivo de desespero e estranhamento para algumas mulheres. A preocupação também pode ter seus motivos mais sérios.

Normalmente, a menstruação mais escura acontece naturalmente e pode não representar perigos a saúde. Pode ocorrer por exemplo, quando a mulher troca de pílula anticoncepcional. Nesse caso geralmente dura por dois ou três meses e logo depois volta a o normal.

Outro possível motivo são as alterações hormonais provocadas por medicamentos, também pela mudança de anticoncepcional, stress e fatores psicológicos e também uma possível gravidez.

Outra situação comum é que a menstruação escura venha no início e ao fim do ciclo. Isso é normal em algumas mulheres. Inflamações no útero também podem apresentar esse tipo de coloração da menstruação.

Esse sintoma na maioria das vezes configura-se nos motivos citados acima. Mas também, no pior dos casos, pode ser indícios de doenças sexualmente transmissíveis como miomatose e endometriose.

Por esses motivos, sempre é bom procurar um médico quando os sintomas persistirem. Esperar demais pode agravar a complicação de uma possível doença.

Menstruação escura tomando anticoncepcional

Os anticoncepcionais são medicamentos muito úteis para as mulheres e sua utilização aumentou de forma surpreendente nesse novo século. Sua utilização pode estar relacionada a regularização do ciclo menstrual, a possíveis correções hormonais, ao desejo de não mais menstruar e a decisão de não ter filho durante o tempo de uso (função contraceptiva).

O uso de anticoncepcionais é uma forma segura de contracepção e pode ser consumido por muitos anos pela mulher. Por meio de exames e consultas médicas, um ginecologista pode ainda receitar o tipo de anticoncepcional correto para uma mulher em específico. Nesse caso, o efeito do medicamento é ainda melhor e mais seguro a saúde.

As pílulas fazem com que haja a produção e parada de vários tipos de hormônios na mulher que inibem a ovulação. Com toda essa carga hormonal, é comum que nem sempre tudo saia como o planejado. É comum e mulheres que tomam pílula a mais de um ano que a menstruação venha escura e pouca algumas vezes. Isso acontece devido as intensas alterações hormonais.

Pode ser que a menstruação escura venha normalmente no início e no fim da menstruação em poucas quantidades. Nesse caso, isso é normal para muitas mulheres. Em geral, menstruação escura com aspecto de borra de café quase nunca significam alguma complicação mais séria. Geralmente são relacionados diretamente as alterações hormonais.

Outra situação que isso pode acontecer é na troca de anticoncepcional. Como as fórmulas são diferentes, o corpo ainda tem que se adequar a brusca mudança que a nova pílula está a fazer. Nesse período, a menstruação pode vir escura por cerca de 3 meses desde o início do uso da nova pílula. Contanto que não apresente cheiro forte, nada a se preocupar.

Se a menstruação apresentar cheiro forte ou ser escura demais é recomendado que a mulher vá ao ginecologista o  mais rápido possível. Ele investigará e fará o diagnóstico. Nesse caso, inflamações no útero, gravidez e doenças como endometriose e miomatose podem estar relacionados ao acontecido.