Banho cachorro

Banho em cachorros

O banho em seu cãozinho é importante por diversos motivos, mas o excesso dele também pode ser prejudicial, é exatamente por esse motivo que o mais recomendado é que eles sejam feitos num período de 30 em 30 dias durante o período do inverno e de 15 em 15 na época do verão.

O pelo deve ser escovado todos os dias e não há exatas regras sobre o banho, sentiu que ele está sujo ou mal cheiroso? Banho! Mas não exagere, a frequência exagerada pode fazer mal. A escovação é sempre feita antes de tomar banho, converse com seu veterinário e pergunte sobre os produtos recomendados à raça e tamanho dele.

Você precisará de shampoo e spray para desembaraçar os pelos. Comece sempre pela área da cauda e vá subindo até que ele esteja totalmente penteado. Também lembre-se de esquecer a pressa nessa hora, porque dessa forma a escova poderá machucá-lo. Para remover pelos soltos, utilize um secador frio.

Idade mínima para banho

A idade mínima para começar com os banhos é de 6 meses de vida. Se possível (caso ele não se suje muito) procure fazê-la somente após o 1° ano. Caso não seja possível, leve-o a um profissional na área de veterinária pelo menos até que estejam completos os 12 meses.

Cuidados

Depois de escolher corretamente o local onde dará banho nele, certifique-se de alguns pontos como a temperatura da água, cuidados com os olhos, orelhas e principalmente o focinho. Se o seu cachorro for muito grande, compre uma banheira para dar banho.

Banho em cachorro (Foto: Reprodução)

A utilização de mangueiras externas são essenciais, já que ele estará se debatendo muito, tente acalmá-lo, converse e peça a colaboração dele (os cães entendem). Existe uma pomada oftálmica capaz de fazer a proteção dos olhos, para as orelhas é importante que utilize o auxílio de algodões.

Já para saber o shampoo ideal para o seu cachorro, converse com um veterinário. Caso utilize o errado, além de pelugem seca e áspera, ela também tende a cair. No passo a passo, é bem simples de dar banho no seu bichinho. Com água morna, deixe-o confortável e converse com ele sempre o molhando.

Utilize um pano para lavar o focinho e demais áreas do rosto e muito cuidado com os olhos, esfregue então o shampoo delicadamente de maneira que ele sinta-se acarinhado, em pouco tempo ficará relaxado. Depois é só voltar com a água morna e enxaguar por completo.

Use também o condicionador, esse facilita uma nova escovação do pelo e permite que seque-se mais rápido. Mas lembre-se que também deve ser enxaguado. Saindo do banho, ele irá se balançar de forma com que a água saia totalmente de seu corpo, depois vá com uma toalha e continue o processo.

Para deixá-lo mais confortável, poderá usar o secador de maneira que não encoste demais na raiz de seus pelos, o ar pode queimar. No inverno evite ao máximo deixá-lo com o pelo úmido, considerando que isso será capaz de resfriá-lo ou trazer um problema mais sério de saúde.

A qualquer diferença no comportamento, bem como doenças devido a exposição ao frio, procure o seu veterinário e peça orientação.