Entenda quando um sonho quer lhe mostrar algo ou alertar, veja como ele se comunica com você

Quando dormimos não desligamos o nosso corpo completamente, apenas a parte física repousa, enquanto a nossa mente nunca pára de funcionar. Os sonhos são acontecimentos altamente simbólicos, portanto se torna uma tarefa bastante árdua tentar desvendar o significado de cada um, tendo em vista que, independente de qual seja o objeto do sonho, ele normalmente não tem nada a ver e representa algo bastante distante do próprio elemento.

É bastante complexo tentar interpretar os sonhos de outras pessoas, uma vez que eles são comunicados bastante pessoais, pois partem do inconsciente de quem sonha para o consciente, se trata então de algo que a até mesmo o sonhador desconhece.

Assim, qualquer fórmula que prometa interpretar um sonho de forma eficaz está provavelmente errada. Entretanto, buscar compreender os nossos sonhos pode se tornar um exercício de autoconhecimento, e nos conhecendo de forma mais ampla é possível viver a vida de maneira mais agradável e tranquila.

Sonhar.
(Foto: Reprodução)

Desde o lançamento do livro do psicanalista Sigmund Freud, Interpretação dos Sonhos, o mundo da ciência afirma que os sonhos são uma expressão dos nossos desejos interiores, uma realização de vontades e aspirações, disfarçadas ou não, que são realizadas e satisfeitas em pleno campo psíquico.

Além da interpretação do sonhos por meio da psicanálise, a cultura popular também tem o seu papel na significação dos mesmos, onde o sentido do sonho é desenvolvido partindo de fundamentos mais lúdicos e que não contém pretensões científicas.

Podemos classificar os sonhos em dois tipos distintos:

  • Um é defluência de manifestações que acontecem de forma instintiva ou partem de mecanismos inconscientes que revivem memórias com relação a fatos ocorridos no dia-a-dia de quem sonha.
  • Enquanto o outro tipo se trata daqueles que contém imagens, pessoas e lugares esquisitos ou irreais. Estes são resultados de uma grande diferença, onde há relação entre tempo e espaço, quem sonha está entre o seu plano físico e espiritual.

Há também quem diga que os sonhos são somente uma forma que o cérebro utiliza para descarregar, misturando nossos medos e anseios com nossos desejos mais profundos utilizando de recortes de informações e fatos que percorrem o nosso passado.

Dica para lembrar dos sonhos de uma noite

Muitas pessoas por esquecerem dos seus sonhos acreditam que fazem parte de um grupo especial que não sonha. Entretanto, isso é um pensamento equivocado, todas as pessoas sonham, até mesmo quem é cego de nascença, este pode sonhar com cheiros, sensações, sons e etc.

Portanto, para se lembrar de um sonho tenha sempre ao lado da sua cama lápis e papel, pois se você acordar no meio da noite estará com a memória fresquinha sobre o que sonhou, caso não lembre de tudo, procure colocar as partes que mais te marcaram, ao longo do dia é possível acontecer de você lembrar de outros episódios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.