Como ser síndico de condomínio

Todo condomínio necessita de um síndico, posto isto, uma assembleia geral é realizada para eleger o síndico do condomínio em questão. O síndico poderá manter o cargo por até dois anos, após isso, uma nova assembleia deverá ser feita para eleger um novo síndico ou reeleger o mesmo.

Compreenda que o síndico poderá ser um morador do condomínio ou um profissional que trabalhe nesta área. No entanto, pode não ser uma tarefa fácil escolher o síndico de um edifício.

Pois, os moradores desejam um síndico que mantenha a organização do prédio. Já o síndico poderá ter muitas dúvidas em relação a administração do edifício, porém, é possível manter o bom funcionamento quando ambos dedicam-se a isso.

Desta maneira, será necessário que todos os moradores participem das reuniões do condomínio, principalmente nas eleições de síndico para votarem com consciência, caso contrário, o edifício poderá sofrer muitos prejuízos em relação a organização e também ao financeiro, podendo até mesmo desvalorizar o imóvel.

Veja a seguir, os requisitos necessário para um síndico:

• Mostrar conhecimento a respeito do condomínio e suas necessidades.
• Ter tempo e disponibilidade para desempenhar todas as funções, incluindo a disponibilidade para se relacionar com os moradores.
• Manter acesso a rotina da administração geral e disponibilidade para aprender, ouvir, servir e conciliar.

ATENÇÃO

Os moradores devem estar atentos a gestão do síndico para que na próxima reeleição seja feita a avaliação correta, para que nenhum problema ocorra no futuro.

Veja a seguir, os pontos que devem ser levados em consideração:

• Avaliar se o condomínio está em ordem
• Avaliar se o orçamento está em ordem
• Avaliar se as decisões que foram tomadas nas assembleias foram cumpridas
• Avaliar se o candidato tem novas e boas propostas

Veja a seguir, aspectos que um síndico não deverá ter:

• Achar que está sempre correto
• Ter fama de desperdiçar dinheiro com inutilidades
• Ter fama de pão duro
• Não manter presença com a desculpa de trabalho e viagem

Veja a seguir, qualidades que um síndico deverá ter:

• Ter metas e cronograma
• Manter os pés no chão
• Saber administrar o condomínio sem invadir a privacidade dos moradores
• Ter anotado todas as datas de vencimentos
• Ter um bom conselheiro para ajudá-lo a administrar o condomínio
• Evitar conflitos, mas caso ocorra ter sabedoria para resolver e evitar mais problemas

IMPORTANTE

Existe a possibilidade de contratar um síndico profissional, dado que muitos moradores possuem dificuldade para eleger um síndico e também para encontrar um que esteja de acordo com as exigências fornecidas.

Além disso, um síndico profissional terá todo conhecimento, formação e experiência em relação a administração de um condomínio, pois, esse é o seu trabalho e a sua função é levar benefícios e vantagens ao condomínio em questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.