DicasFree.com » Saúde » Formas de contrair o vírus HPV

Formas de contrair o vírus HPV

O HPV é uma DST contraída de diversas formas e que requer alguns cuidados específicos durante o tratamento. Saiba mais sobre suas condições clínicas e diagnóstico, aqui no Dicas Free!

     

Quando tratamos de HPV, logo podemos entender que se trata de verrugas nas regiões intimas ou também vulgarmente conhecido como:

  • Crista de galo
  • Figueira ou cavalo de crista

A doença é transmitida principalmente devido ao contato íntimo e causada por um vírus cujo nome se deu Papilomavírus humano (HPV). Hoje em dia, podemos contabilizar cerca de 100 tipos diferentes de HPV, alguns costumam resultar até mesmo em câncer em regiões como o colo do útero e/ou no reto.

Contudo, não há motivos para maiores preocupações, o problema é totalmente tratável e precisa ser analisado por um médico o quanto antes. As verrugas são detectadas a olho nu, facilitando o processo de identificação e resultando num tratamento médico mais adequado e rápido.

Formas de contrair o vírus

Preservativos (Foto: Reprodução)

Dentre todas as formas de contrair a doença, a principal delas se destaca pelo contato íntimo, relações são sempre os principais motivos do desenvolvimento e contato com o vírus, ainda que não haja apresentação de sintomas. Quando se trata de ferida ou verruga exposta o contágio é certeiro e rápido.

A utilização do preservativo é o que pode prevenir a doença, mas nem sempre pode ser o suficiente. Caso a verruga esteja exposta em locais próximos a virilha ou evidente nas mulheres, somente o contato com a pele pode ser suficiente para fazer a transmissão.

É possível também que uma mulher grávida transmita para o bebê. Em alguns casos, há ainda o contágio por meio de contato com objetos que foram contaminados, mas esse é o tipo mais raro de transmissão. A identificação dos sintomas vem semanas após o contato.

Geralmente a doença se apresenta assintomática, mas é possível que as verrugas apareçam em:

  • Órgãos intimos
  • Boca
  • Garganta

Tratamento

Quando houver contato com uma pessoa infectada ou o aparecimento de tais verrugas, procure um médico imediatamente. Somente um profissional poderá indicar o tipo específico de desenvolvimento da doença em você, além de recomendar o tratamento adequado.

É possível também que haja a vacinação. Há especificamente dois tipos de vacinas utilizadas nesse processo: vacina bivalente e vacina quadrivalente. São utilizadas também na prevenção de câncer no colo do útero. De qualquer forma, vacinar-se não o deixa isento de se prevenir.

Continue fazendo uso de preservativos durante as relações, também não se esqueça de manter exames periódicos adequados, com o surgimento ou aparecimento de verrugas procure um médico imediatamente. Recomenda-se também que não tenha múltiplos parceiros sexuais.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?