DicasFree.com » Doença » Sintomas do câncer de mama em homens

Sintomas do câncer de mama em homens

Câncer de mama em homens? Isso é possível? Pois, saibam que é sim! Veja neste artigo todos os sintomas que um câncer de mama masculino causa. Descubra os tipos de câncer de mama e os tratamentos específicos.

     

Comum ouvirmos falar sobre o câncer de mama em mulheres, muitas propagandas são feitas como alerta. Palestras com esse tema são ministradas e os estudos aumentam cada vez mais em relação ao câncer de mama em mulheres.

O que não é comum, é ouvirmos falar sobre o câncer de mama em homens e os seus sintomas. Muitas pessoas não tem conhecimento sobre esses casos e quando tomam conhecimento, ficam surpresas.

Acontece que é um diagnóstico raro, principalmente comparado aos casos de mulheres com câncer de mama. Pois, hoje em dia, infelizmente, muitas mulheres enfrentam o câncer de mama.

O diagnóstico do câncer de mama em homens, muitas vezes é tardio, principalmente pela falta de informação, fazendo com que o homem ignore todos os sintomas que esse tipo de tumor causa.

Compreenda que apenas 1% das pessoas que são diagnosticadas pelo câncer de mama, pertence ao sexo masculino. Logo, é uma porcentagem pequena em relação as mulheres diagnosticadas por esse tumor.

Porém, não diminui a importância dos homens passarem a ter conhecimento e cuidados em relação ao câncer de mama. Assim, como as mulheres, todo homem precisa ter discernimento sobre os sintomas do câncer de mama, para evitar problemas futuros.

É necessário, pois muitos diagnósticos são tardios, principalmente pela falta de informação. Mas deve-se também ao machismo, pois muitos homens apresentam preconceito. Preconceito, que os impedem de procurar um médico, logo, as chances de cura são reduzidas.

No Reino Unido, por exemplo, a cada ano é diagnosticado mais ou menos trezentos e cinquenta homens com o câncer de mama, enquanto isso, são cinquenta e cinco mil mulheres diagnosticas com o câncer de mama por ano.

Desses trezentos e cinquenta homens diagnosticados com esse tumor, morrem mais ou menos, setenta e cinco homens por ano. Vale ressaltar, que quanto mais cedo for diagnosticado com o câncer de mama, maiores serão as chances de cura.

Você pode se perguntar: ‘‘Mas qual é o pior? Câncer de mama em homens ou em mulheres?”. Entenda que cada diagnóstico, propõe um tratamento de acordo com os resultados, porém o câncer não é mais agressivo em homens do que em mulheres e vice-versa.

Lamentavelmente, o que dificulta o tratamento do câncer de mama masculino, é que a maioria dos diagnósticos feitos, são feitos quando a doença já está num estágio avançado, podendo suceder uma metástase e até mesmo óbito.

Homens e mulheres, possuem glândulas mamárias, por isso os dois estão sujeitos a apresentar câncer de mama. No entanto, o câncer de mama em homens, surge numa idade mais avançada, entre 55 a 70 anos.

Veja a seguir fatores que contribuem para o câncer de mama masculino:

• Genética: Familiares que já tiveram câncer de mama, independente do gênero, podem contribuir para o surgimento desse tumor.
• Idade: Homens com mais de 55 anos estão mais propícios a ter câncer de mama.
• Radiação: Exposição excessiva a radiações, podem ocasionar o câncer de mama.
• Hormônios: O distúrbio hormonal pode acarretar hiperestrogenismo, o que aumentará as chances de se estender a um câncer de mama.

Veja a seguir, os sinais mais comuns do câncer de mama:

• A doença é localizada pelo aparecimento de um caroço duro e indolor no tecido mamário, ou seja, na aréola (bico do peito), mas também pode aparecer fora da área do mamilo.
• Os mamilos podem retrair, inchar e também ficar com aspecto ondulado.
• Pode ocorrer secreções no mamilo, além de escamação e vermelhidão.
• Inchaço de gânglios linfáticos na axila também são sinais de câncer de mama.

Veja a seguir, fatores importantes para diagnosticar o câncer de mama masculino:

• Ter conhecimento do histórico do paciente é de deveras importância.
• Exames de mamografia.
• Ultrassonografia.
• Biópsia do tumor.
Veja a seguir, consequências possíveis aos pacientes que ignoram os sinais do câncer de mama, como a metástase, que começa a atingir outras partes do corpo, que não seja o local do tumor.

• O desenvolvimento do tumor causa dores nos ossos.
• Poderá ocorrer coceiras na pele.
• E ampliação dos gânglios linfáticos.

Para realizar o tratamento do câncer de mama masculino, é necessário ter conhecimento sobre o estágio do tumor. Veja a seguir os métodos utilizados para eliminar o tumor.

• Cirurgia: Método usado para remover o caroço da mama.
• Radioterapia e Quimioterapia: Retiram as células malignas que ficam e impedem a volta do câncer.
• Terapia hormonal: Esse tratamento ajuda a impedir o estrogênio, que ajudará a eliminar a doença.

Veja a seguir, os tipos de câncer de mama masculino:

• Carcinoma Ductal In Situ: Pode ser curada com cirurgia. Porém, essa doença apresenta células cancerígenas que se formam na mama e felizmente, não dispersam para fora da mama.
• Carcinoma Ductal Invasivo: Infelizmente, pode espalhar para outros órgãos. Essa doença toca a parede do ducto e progride pelo tecido adiposo da mama.
• Carcinoma Lobular Invasivo: É um tipo de câncer de mama, que é rara nos homens. O tumor crescer no tecido adiposo da mama.
• Doença de Paget: Essa doença causa crostas no mamilo e também escamas, coceiras, inchaço, vermelhidão e sangramento.
• Câncer de Mama Inflamatório: Inflama a mama, causando inchaço, vermelhidão e queimação, no lugar de gerar um nódulo. É também uma doença rara nos homens.

Importante:

• A cura do câncer de mama, vai de acordo com a progressão da doença feita no diagnóstico.
• Ainda não se sabe ao certo o que causa o câncer de mama masculino. No entanto, especialistas acreditam que os fatores já ditos aqui, podem contribuir ao câncer de mama.
• O tratamento e os sintomas do câncer de mama em homens e mulheres, são parecidos. Porém a mama do homem deve ser totalmente retirada, assim como os linfonodos axilares.
• Cirrose e alcoolismo, também ajudam a desenvolver o câncer de mama masculino.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?