DicasFree.com » Arte » Arte Renascentista

Arte Renascentista

O Renascimento foi um importante período de transformações culturais que marcaram as artes na Europa. Entenda mais sobre esse marco histórico clicando no post.

     

Entre o final do século XIV e o início do século XVI, a Europa experimentava uma série de transformações culturais que marcaram a transição de um mundo extremamente cristão e ligado aos preceitos e dogmas católicos para um mundo moderno, aberto a novas ideias, invenções e a economia.

O período Renascentista

Esse período se manifestou por diversos motivos. O descontentamento geral com a igreja e o desenvolvimento das técnicas de navegação e construção de navios fez com o que as nações europeias tivessem contato com outras regiões do mundo, novos produtos, novas ideias, novas formas de comércio.

O maior contato com obras clássicas do mundo grego e das nações islâmicas e demais do oriente médio, principalmente nas universidades, fez com uma nova geração de estudiosos s levanta-se para ponderar e questionar até então o que era lei divina sobre os eventos naturais.

Essas e outras séries de questões influenciaram para a mudanças que seriam conhecidas historicamente como Renascimento. Esse termo é usado especialmente para distinguir a arte feita nesse período, que buscava uma intimidade maior com o mundo greco romano, porém de maneira nova e moderna.

Arte Renascentista

A arte no renascimento foi uma importante ferramenta para a disseminação das novas ideias e serviram de modo a anunciar um novo mundo. Contrariando os preceitos morais da igreja, as artes nesse período quebraram paradigmas e tradicionalismos artísticos que até então vigoravam no seio da igreja.

Davi - Michelangelo

Davi – Michelangelo

Nas esculturas, o salto na diferença com as anteriores foi imenso. A começar pela utilização de escultura em peça única por cima uma base de sustentação. A escultura estava livre de paredes e murais e por isso, poderia ser vista e apreciada de todos os ângulos.

O apreço ao corpo e a perfeição corporal nos ideais humanistas fez com que os escultures trabalhassem em estátuas com músculos definidos e torneados, em posições que realçavam movimento e pró atividade, sempre evidenciando corpos nus ou parcialmente nus.

O Rapto das filhas de Leucipo - Peter Paul Rubens

O Rapto das filhas de Leucipo – Peter Paul Rubens

Nas pinturas, os conceitos são um pouco parecidos. Os pintores renascentistas procuravam manter a perspectiva nas obras, dando sensação de profundidade e realçando objetos ou corpos com efeitos de luz e sombras. Dependendo da região, preferiu-se conotar o perfeccionismo em paisagens campesinas, conhecidas como janela da realidade.

Os quadros renascentistas denotavam e exploravam a sensualidade das curvas, do nu e dos corpos iluminados. Era por muitas vezes retratado o nu como pureza juntamente a anjos e entidades divinas também nuas. A beleza dos corpos e os posicionamentos expressivos também tornaram-se base clássica as pinturas do renascimento.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?