DicasFree.com » História » Como e onde foram fundadas as primeiras cidades no Brasil

Como e onde foram fundadas as primeiras cidades no Brasil

Confira neste artigo em detalhes quais foram e como surgiram as primeiras cidades do Brasil. Mais informações sobre o assunto você acompanha no decorrer da matéria.

     

Por volta de 1400, Portugal inicia sua grande empreita nas Grandes Navegações, que lhe rendeu um novo caminhos para fazer comércio com a Índia, além da chegada em vários lugares do mundo, estabelecendo colônias em localidades na Ásia, na África e na América do Sul, como foi o caso da colônia brasileira.

O Brasil foi por muito tempo a colônia mais bem estruturada e mais lucrada do Estado de Portugal, porém, principalmente em meados de 1500, não foi assim. Apesar de ser uma ótima descoberta, os portugueses não acharam nada de grande valor por aqui para concentrar mais investimentos inicialmente, fazendo com que a ocupação se baseasse em pequenas feitorias dedicadas a extração do pau Brasil.

Dessas feitorias, nasceram as primeiras Vilas da colônia brasileira, que foram dadas mais atenção principalmente com a divisão do território em capitanias hereditárias. Por Vila ser um tipo de povoamento e Cidade ser outro diferente, nesse artigo, falaremos sobre a primeira Vila e a primeira Cidade do território brasileiro.

Vila de São Vicente

O território referido no título era uma ilha e só foi tomada em conhecimento pelos portugueses na expedição comandada por Gaspar de Lemos em 1502, que batizou a ilha com o nome de Ilha de São Vicente em homenagem ao padroeiro de Portugal. Apesar da “descoberta”, o local já era habitado por povos indígenas da etnia Tupiniquim, principalmente.

Atual cidade de São Vicente (Foto: Reprodução)

Anos mais tarde, o Fidalgo Português Martim Afonso de Sousa foi nomeado pela coroa portuguesa como donatário (capitão) de duas capitanias no sistema das capitanias hereditárias adotado para a administração das terras da América Portuguesa. Em 1532, funda a Vila de São Vicente, até então a primeira vila portuguesa na América e primeira vila do Brasil.

O estabelecimento na região não se deu de forma pacífica, visto que  algumas etnias indígenas se opuseram ao invasor europeu. Um série de batalhas contra os povos indígenas se sucedeu para que a vila fosse implantada. Ao final, São Vicente possuía um pelourinho, uma igreja e uma câmara onde aconteceram as primeiras eleições em solo brasileiro.

A atividade econômica escolhida para São Vicente foi o cultivo de cana de açúcar, portanto, a construção de engenhos para manufatura da cana também se iniciou. Para ajudar nas demais necessidades alimentícias dos moradores, a agricultura de subsistência se desenvolveu e as primeiras cabeças de gado a viram para o Brasil desembarcaram na vila para o abastecimento e desenvolvimento da pecuária em 1534.

Salvador (São Salvador da Bahia de todos os santos)

Salvador foi a primeira cidade do Brasil, nascendo não só já cidade, como já capital da colônia e cosmopolita. A cidade deveria ser construída por ordem do rei Dom João III de Portugal que queria iniciar o processo de ocupação e povoamento do território brasileiro. Dessa forma, a cidade de Salvador foi planejada e executada pelos portugueses no século XVI.

Elevador Lacerda – transporte entre a cidade baixa e alta. Salvador, Bahia (Foto:Reprodução)

Em 1549, a expedição do governador geral do Brasil Tomé de Sousa, chega ao território onde seria construída a futura capital da colônia. A expedição contava com três naus, duas caravelas e um bergantim, trazendo cerca de 1000 pessoas, entre elas mais de 300 servidores públicos assalariados, um médico, um farmacêutico, jesuítas, militares, fidalgos e alguns degredados para compor o contingente humano.

A cidade deveria ser construída de acordo com as especificações do rei, que determinava fortificações que seguissem o traçado do terreno e a divisão entre cidade alta (onde ficaria a administração pública) e cidade baixa (onde ficaria as atividades portuárias e comerciais). Os projetos da cidade de Salvador muito se assemelhavam com Lisboa, por exemplo e outras cidades costeiras de Portugal que seguiam a lógica de cidade fortificada.

Logo em 1553, uma nova expedição trouxe mais 260 pessoas para morar em Salvador, entre elas alguns jesuítas como José de Anchieta e uma boa quantidade de orfãs para serem noivas de alguns moradores (vieram por exigência dos próprios moradores da primeira expedição que se queixaram pela falta de mulheres).

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?