DicasFree.com » Arte » Arte Romana

Arte Romana

A arte romana é considerada uma das mais clássicas e influenciadoras do mundo ocidental moderno. Clique e saiba mais sobre esse mundo antigo e artístico.

     

O império romano foi um dos impérios mais poderoso, extenso e organizado na Antiguidade clássica. Os domínios romanos beiravam a soberania provincial com a qual o império trabalhava para manter o domínio sobre os territórios conquistados. Por séculos, os romanos desenvolveram técnicas militares e armamentos sofisticados que deram-nos imensa vantagem contra diversos povos.

Além das conquistas militares, Roma deu grandiosos saltos na administração pública, na política, seja monárquica ou republicana, nas invenções em diversas áreas e nas artes. Esse último aspecto colocaria Roma próximo a Grécia, evidenciando um nível de sofisticação alto se comparado aos padrões gregos.

Arte em Roma

Ao estudar a história de Roma, podemos perceber que os etruscos (mesmo povo que fundou várias cidades gregas) foi o principal responsável pelo desenvolvimento da cidade, principalmente quando se tratava de questões militares. Por esse motivo, a cultura desenvolvida em Roma foi extremamente influenciada pela cultura grega.

A religiosidade romana se assemelhava consideravelmente com a dos gregos e os conceitos de beleza artística chegavam a ser quase copiados por vezes. Essa influência fez com que grande monumentos arquitetônicos desse povo fossem erguidos com características comuns dos templos gregos, como também as grandes estátuas.

Arquitetura

Durante o século VIII a.C. ao século IV d.C. os romanos tiveram o ápice de sua representação artística. Na arquitetura, as colunas de sustentação, os falsos arcos, elementos decorativos e o contraste em decoração e uso prático permaneceu em evidência nos aquedutos, templos, pontes e outras construções.

Coliseu, arena romana (foto: reprodução)

Coliseu, arena romana (foto: reprodução)

As construções da administração pública também gozavam de princípios parecidos em Roma. Os teatros, também conhecidos como arenas do império, eram geralmente construídos seguindo os padrões de grandes arcos, abóbodas e espaço interior valorizado, muitas vezes abertos.

Escultura

As esculturas romanas, apesar de seguirem ideias de beleza influenciados pelas esculturas gregas (e toda sua tradição artística) adotavam uma pegada mais realista e detalhista. Estatuais representavam a beleza, mas também elucidavam os detalhes reais, o movimento, as imperfeições, a transfiguração imagética para o plano tridimensional com maestria.

Imperador romano (foto: reprodução)

Imperador romano (foto: reprodução)

Sobretudo nas esculturas de grandes homens e dos imperadores, era comum que o posicionamento físico da estátua traduzisse consistência e soberania política, real e por vezes militar. Imperadores montados em cavalos davam a impressão de expansão, vitória e conquista militar e econômica. Isso aliado ao detalhismo, pressupõe uma imagem cheia, completa e potente.

Pintura

A pintura em roma também sofria uma influencia mais realista nos traços, realçando detalhes o máximo que pôde. Apesar de realista, as pinturas representavam todo tipo de situação, seja ela quotidiana, histórica ou religiosa, mítica, imaginária.

Bodas de Zéfiro e Cloris , Casa de Navig (foto: reprodução)

Bodas de Zéfiro e Cloris , Casa de Navig (foto: reprodução)

Geralmente, as pinturas romanas eram feitas em grandes paredes para decorar o ambiente. Efeitos de ilusão nesses ambientes foram bastante utilizados para  dar o aspecto de profundidade nas obras e imergir o apreciador de forma convencedora.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?