DicasFree.com » Gravidez » Gravidez precoce na adolescência

Gravidez precoce na adolescência

A gravidez na adolescência é um problema de cunho mundial que vem tomando um espaço cada dia maior. Acompanhe este artigo e descubra quais as principais causas desse problema.

     

Gravidez na adolescência

A gravidez na adolescência é algo que toma conta de muitas garotas. Ainda quando estão se formando, recebem a notícia de que terão um bebê. Geralmente esse é um transtorno para toda a família, a rotina muda, os hábitos, as responsabilidades e tudo parece fora do lugar de uma hora para outra.

Fora isso, como o corpo está em processo de desenvolvimento, pode facilmente fazer com que a adolescente em questão corra riscos durante a sua gravidez. Qualquer jovem que tenha menos de 21 anos, está considerada como adolescente. Ocorre uma frequência muito grande de meninas grávidas nessa faixa etária.

gravidez na adolescência

A sexualidade feminina vem começando cada dia mais cedo, por meados dos 15 anos, elas deixam sua infância e começam a se aventurar em perigosas loucuras sexuais que podem resultar não somente em uma gravidez indesejada, como também em doenças sexualmente transmissíveis.

Há casos, de meninas com apenas 11 ou 12 anos, que chegaram a consultórios grávidas e em gestação de risco, pois o corpo não havia se desenvolvido da forma esperada para que gerasse uma criança. As causas para esse “problema” estão ligadas a má educação e modernidade que vem tomando conta de jovens e adolescentes.

Principais causas de gravidez precoce

  • Início de vida sexual precoce
  • Orientação falha por parte dos pais
  • Falta de estrutura familiar
  • Problemas psicológicos
  • Exposição a sexualidade
  • Falta de orientação sobre métodos preservativos
  • Inconsequência
  • Violência sexual de vários âmbitos

Como evitar?

Há muitas maneiras de evitar que sua filha sofra com esse problema. A gravidez de forma geral, pode ser uma benção para algumas pessoas, mas nesse caso, ela pode se tornar um gigantesco problema dentro do âmbito familiar. O melhor e mais eficaz passo para a prevenção é a conversa aberta com seus filhos.

Não só com as meninas, mas também os meninos na tentativa de os prevenir das DST’s que estão cada dia mais perigosas. Seja sempre aberto a direcionar quais os métodos de prevenção, forneça camisinhas, oriente sobre uma idade adequada para o início da vida sexual e também separe um tempo para isso em sua casa.

Também deixe claro o que pode ser feito para evitar doenças e uma possível gravidez, caso seja da vontade dele iniciar sua vida sexual precocemente. O ideal é sempre orientar, disponibilizar meios e no caso das meninas, sempre esteja a levando em um ginecologista para estar a par de sua saúde íntima.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?