DicasFree.com » Física » Física Relatividade Einstein

Física Relatividade Einstein

A Teoria da Relatividade proposta pelo cientista físico alemão Albert Einstein foi uma das mais importantes descobertas sobre o tempo e o espaço feita pela humanidade. Confira.

     

Durante séculos e milênios, a humanidade se desenvolveu tecnologicamente de maneiras distintas no que diz respeitos a visões de mundo, necessidades, valores e importâncias sociais e econômicas.

Juntamente a essas inovações tecnológicas, em cada era o homem pensou sobre si mesmo, sobre suas influências, seus objetivos, como também sobre a natureza e seu funcionamento. Dessas indagações, diversas teorias foram surgindo sobre o espaço, o tempo, o comportamento das coisas, os corpos e mais uma centena de assuntos.

Com os movimentos intelectuais cientificistas na Europa, essas teorias ganham um enorme reconhecimento e foram problematizadas afim de que novas pudessem ser feitas. O discurso científico visto como autorizado e imparcial dava margem para que as pesquisas fossem feitas e seus resultados fossem divulgados e testados pelos métodos em laboratório.

Albert Einstein – Teoria da Relatividade

Problematizando outros cientistas de sua época e também pensadores de tempos mais antigos, o cientista físico alemão Albert Einstein desenvolveu uma das mais famosas e importantes teorias do mundo, a Teoria da Relatividade.

Esquema de curvatura Espaço Tempo

Esquema de curvatura Espaço Tempo

Discursando sobre o espaço e o tempo, Einstein admitiu o tempo como algo a mais que uma abstração, e sim como uma dimensão dinâmica em movimento que encontra-se entrelaçada com a dimensão do espaço.

Para melhor explicar essa relação, considere que você esteja na dimensão de espaço. Enquanto você está parado na dimensão de espaço, você está se movimentando de maneira constante da dimensão temporal. Isso quer dizer que sempre estaremos em movimento no tempo e sempre o tempo exercerá influência sobre nós e as coisas.

Porém, a teoria da relatividade expressa algo a mais. Einstein afirma que quando o corpo está em movimento no espaço, o tempo passa a ficar mais devagar para aquele corpo. Ou seja, quanto mais rápido se movimentar no espaço, menos o tempo influirá sobre você.

Essa variação entre espeço e tempo é muito ínfima em baixas velocidades. Como um rápido exemplo, quando você está percorrendo a 180 km/h, 30 segundos se passariam em 29,99999999999952 segundos. Porém, na velocidade da luz, o tempo simplesmente atuaria de forma mínima ou não atuaria em você se conseguisse alcançar essa velocidade.

E = mc2 e Atração dos Corpos

Sua teoria não se limitou apenas a relatividade de espaço e tempo. Einstein também fez descobertas que envolvem a matéria e a energia de modo com que nunca havia se pensado.

A famosa fórmula E = mc2 (energia é igual a massa x a velocidade da luz elevada ao quadrado) foi o resultado de seus estudos que diziam que a matéria estava ligada a energia tanto como o tempo estava ligado ao espaço. Isso permitiu os avanços científicos que foram comprovados no acelerador de partículas CERN, recentemente.

Por fim, Einstein acaba por renovar a então inquestionável teoria de Isaac Newton sobre a atração dos corpos, onde o pensador só levava em consideração a ação entre os corpos. O físico alemão deu asas a sua teoria e afirmou que a força gravitacional provem de uma curvatura no espaço tempo, ou uma distorção entre o espaço e o tempo.

Tal fenômeno manteria o planeta terra na órbita solar, assim como nos mantém fixos no chão, pois a própria terra é capaz de fazer essa distorção ao seu redor. Esses eventos foram comprovados pelo cientista na cidade de Sobral, Estado da Bahia, Brasil onde Einstein pode observar uma estrela que estava atras do sol durante um eclipse. A lógica era que a curvatura do espaço tempo faria com que a própria luz da estrela se curva-se e assim aconteceu.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?