DicasFree.com » Variados » Como e porque o jornalista Flávio Tavares foi libertado dos militares uruguaios

Como e porque o jornalista Flávio Tavares foi libertado dos militares uruguaios

Como e porque o jornalista Flávio Tavares foi libertado dos militares uruguaios. Leia esse e outros detalhes desse marcante fato. Entre e veja o artigo completo.

     

Flávio Tavares é um jornalista brasileiro, foi comunista durante a ditadura militar, foi preso e trocado pelo embaixador norte americano, com 20 anos de idade ele foi eleito o presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul, foi militante da esquerda comentarista político, e foi um dos principais fundadores da Universidade de Brasília, com o acontecimento do golpe militar ele ficou preso mais logo em seguida o soltaram.

No ano de 1967 e 1969 foi preso novamente acusado de libertar alguns presos políticos, no ano de 1969 foi mandado para o exílio, onde foi trocado pelo embaixador Elbrick, que foi mantido refém pelos participantes de esquerda. Ele foi um sobrevivente de muito terrorismo, no ano de 1977 Flávio foi sequestrado pelos Uruguaianos, onde ficou por 195 dias preso, só foi libertado depois que iniciaram uma campanha Internacional.

Durante o tempo pelo qual ficou preso teve muito sofrimento, e muita tortura era mantido com os olhos vendados para que não visualizasse todo o sofrimento após este período Flávio Tavares foi expulso do Uruguai, onde não podia de nenhuma forma voltar ao local, desde o ano de 1978.

Logo após receber uma declaração do Ministro da Justiça, dizendo que não havia empecilho algum quanto à sua entrada no Uruguai, se encorajou e foi até lá, onde não houve nenhum problema.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?