DicasFree.com » Gravidez » Tipos de partos normais

Tipos de partos normais

Entenda como funciona o parto normal e saiba sobre os seus principais benefícios, também conheça outros tipos de partos (como o natural) que vem se tornando uma opção entre as mulheres.

     

Tipos de partos normais

Quando uma mulher descobre que está grávida, logo começa a pensar no futuro de ser mãe. Muitas já entendem que precisam iniciar a procura pela decoração mais bonita do quarto, outras vão às compras, cada uma reage de maneira diferente e automaticamente faz ligações com prioridades diferentes. Um pouco depois da emoção da descoberta é que começam a pensar no parto. Afinal de contas, esse é um dos momentos mais especiais (e em alguns casos, mais dolorosos também).

É por isso que muitas começam a procurar a diversidade de partos existentes. Dentre eles, existem alguns comuns como a cesariana e o parto normal, ambos com suas vantagens e desvantagens. Vamos falar esmiuçadamente do parto normal, mas primeiro conheceremos os outros tipos de parto disponíveis a uma mulher saudável, confira:

  • Parto por vácuo extrator;
  • Parto normal;
  • Parto natural;
  • Parto humanizado;

O tipo de parto que melhor se adéqua a você sempre será o recomendado pelo médico que a acompanha. Em alguns casos, é extremamente importante que siga os conselhos de seu médico, evitando prejudicar o bebê. Mas de qualquer forma, a maioria dos profissionais indicam que o melhor parto para uma mulher saudável é o normal ou o natural. Ambos se categorizam por uma saída livre da criança, sem cortes ou pontos.

Por que ele é o mais recomendado?

Os partos normais permitem que você se recupere mais rápido. Por exemplo: Se uma mulher teve parto normal hoje, estima-se que em uma semana ela esteja em ótimas condições físicas. Enquanto isso, a cesariana é capaz de mantê-la em resguardo por cerca de 3 meses, dependendo da mulher. Além disso, você precisará seguir uma sucessão de recomendações médicas, considerando que estará debilitada. O corte de uma cesariana é como de uma cirurgia, o tempo de recuperação é o mesmo e as marcas te acompanharão sempre.

Recém nascido (Foto: Reprodução)

O processo do parto normal é bastante simples, a mulher precisa forçar a ponto de fazer com que o bebê venha ao mundo através de seu órgão genital. Ela precisa ser estimulada pelos médicos, através do uso de substâncias como a ocitonina, um hormônio responsável pela preparação da mulher ao trabalho de parto, facilitando todo o processo. Somente em casos extremos é que se faz um pequeno corte na região do períneo. Para saber qual o melhor procedimento pra você, o pré-natal é indispensável.

Quando está sendo acompanhada, fica mais fácil fazer a identificação através do longo período da gravidez, dos exames e mais. Ele também só é recomendado a mulheres que não apresentaram NENHUM tipo de complicação durante o período em que esteve gestante, de qualquer forma é bom conversar direitinho com o seu médico e saber das suas limitações e condições físicas.

Já nos casos de parto natural (que também estão nos patamares do parto normal) a mulher é respeitada em todas as suas condições. Ela é estimulada durante todo o período da gravidez com exercícios próprios para o momento. Quando é chegado a hora do parto, sentam-se sobre uma banheira de cócoras (com a ajuda de um profissional). O método pode ser realizado tanto em hospitais especializados, quanto na sua casa. Basta que você tenha consciência de que precisará de auxílio.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?