DicasFree.com » Doença » Sintomas iniciais da raiva humana

Sintomas iniciais da raiva humana

A raiva humana é uma doença que leva quase todos os contaminados a óbito. Para mais informações sobre a transmissão, tratamento, sintomas e muito mais, confira a matéria a seguir.

     

Raiva humana

Como bem sabemos a raiva é uma zoonose. São doenças vindas de animais, como cachorros, gatos e outros de cunho doméstico. Um vírus localizado no animal é transmitido para o ser humano através do contato com a pele ou a ingestão acidental de fezes ou qualquer outra substância animal.

Por meio de infecção, não existe nenhuma outra doença que cause tantas mortes como a raiva humana. Mesmo com a prevenção feita através de vacinas e medicamentos. A raiva humana ainda atinge cerca de mais de 70 mil pessoas por ano no Brasil e no mundo.

O vírus causador da doença, ganhou o nome de Lyssavirus, ele é tão prejudicial a saúde do ser humano que leva praticamente todos os pacientes infectados á óbito. Foi descoberto no século XIX e ainda mata, mesmo após usas métodos contra o alastramento da doença.

Transmissão

A doença pode ser transmitida através de animais urbanos, aéreos, rurais e silvestres

Ciclo de transmissão da doença (Foto: Reprodução)

A maneira mais comum da transmissão ocorre com a mordida do animal infectado. Eles também podem arranhar, ou machucar a pele de qualquer maneira. A maioria dos mamíferos está sujeito a contaminação por raiva, por isso, é importante ficar de olho em animais como:

 Furão

• Cachorro

 Raposas

• Gatos

• Coiotes

 Guaxinins

• Gambás

 Macacos

Animais rurais, como porcos, cavalos e vacas também podem ser contaminados com o vírus. A transmissão nesses casos é feita através da ingestão da carne de qualquer um desses. Contudo, os casos onde há transmissão dessa maneira são raríssimos.

Sintomas iniciais

Os sintomas de raiva são bem evidentes, a irritação constante é o que mais evidencia que uma pessoa pode estar contaminada pelo vírus. A mesma chega a ser incontrolável e as atitudes são completamente estranhas. Preste atenção em:

• Confusão mental

•  Desorientação

•  Agressividade

• Alucinações

• Dificuldade de deglutir

• Paralisia motora

 Espasmos musculares

 Salivação excessiva

Quando os sintomas neurológicos se iniciam, a chance de morte ao paciente é de mais de 99%. A raiva tem quatro período distintos, dentre eles estão a incubação, o pródromos, a encefalite e o coma que o levará a morte. Aos primeiros sintomas devem-se inciar imediatamente o tratamento.

Tratamento

O mais indicado, principalmente ás pessoas que possuem animais de estimação, é a prevenção feita através de vacinas. Mas assim que houver a mordida, o paciente deve procurar imediatamente um médico. Ele poderá identificar se houve a infestação do vírus e lhe medicar a tempo.

Assim que houver ocorrido o acidente, lave a parte mordida com  água e sabão e vá até o hospital mais próximo. Lá você iniciará um tratamento profilático com imunoglobulinas (anticorpos). Esse é divido em três períodos: profilaxia pré-exposição e profilaxia pós-exposição.

Não espere sentir os primeiros sintomas para procurar ajuda médica.  No momento em que for mordido ou suspeitar da contaminação através do vírus, procure um médico para lhe orientar precisamente quais as medidas tomar a partir de então.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?