DicasFree.com » Animais » Sintomas de infarto em cachorro

Sintomas de infarto em cachorro

Fique por dentro dos principais sintomas de infarto em cachorro. Entenda essa doença e confira o tratamento e prevenção.

     

Muitas pessoas não sabem, mas os cachorros assim como os seres humanos, podem sofrer de problemas cardíacos. Porém, esse problema costuma surgir quando o animal está na fase adulta, ou seja, após os seus seis anos de idade.

Mesmo havendo a possibilidade de um cachorro enfartar, é algo raro de se acontecer, dado que a anatomia do coração canino é mais forte e contém muitos vasos.

Compreenda que os cachorros morrem mais cedo que os seres humanos, sendo assim, acabam evitando com o passar do tempo o acúmulo crônico de placas nas artérias.

Contudo, o fator primário que leva os cães a sofrerem problemas cardíacos está relacionado a insuficiência mitral, pois, com o passar dos anos, ela poderá abastardar e logo tornar-se insuficiente.

Posto isto, entende-se que o seu funcionamento além de comprometido, tende a liberar quantidades de sangue que ocasionam o refluxo no coração do animal, logo, ocorre também o aumento da câmera cardíaca.

Veja a seguir, os sintomas de infarto em cachorro

• Dificuldade de Respirar
• Alteração da cor na língua
• Rejeição a atividades físicas
• Sono Demasiado
• Fadiga
• Tosse

Os sintomas variam de acordo com o estágio da doença, no entanto, a maioria dos animais que sofrem de infarto no coração apresentam principalmente sintomas de cansaço ao passear, ficam ofegantes e com a língua roxeada, sentem falta de ar e não dormem bem.

Hoje, a medicina veterinária está avançada, pois disponibiliza métodos eficazes para diagnosticar e também para tratar a doença. Veja a seguir, alguns do exames utilizados:

• Ecocardiograma (ultrassom do coração)
• Pressão arterial
• Eletrocardiograma
• Raio-X digital

Portanto, todos esses testes são fundamentais para o veterinário cardiologista prescrever o remédio correto, somente assim, os sintomas vão diminuir e possibilitar que o cão viva mais e com saúde.

Tratamento

Medicamentos são imprescindíveis para o tratamento de doenças cardíacas em animais, e quando o diagnóstico é precoce, as chances do cachorro sobreviver tornam-se maiores.

Os medicamentos vão de acordo com as variações da doença, geralmente é utilizado diuréticos e vasodilatadores, porém, somente o veterinário que acompanha o animal poderá indicar o medicamento correto.

O tempo de vida dos cães, como já foi dito, dependerá da gravidade de cada caso, mas em casos sérios, por exemplo, situações de insuficiência cardíaca congênita, os cães têm mais ou menos, seis meses a um ano de vida.

Prevenção

Mantenha os exames periódicos do seu animal, ou seja, não deixe de realizar exames de rotina, principalmente, após os sete anos de idade. Outro fator importante é manter uma dieta balanceada, assim estará mantendo a qualidade e perspectiva de vida do animal.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?