DicasFree.com » Saúde » Sinais do Hipo e Hipertiroidismo

Sinais do Hipo e Hipertiroidismo

Descubra a diferença de Hipotireoidismo e Hipertireoidismo. Fique por dentro das causas, sintomas e tratamento. Confira!

     

Tireoide não é uma doença incomum, pois, hoje em dia, 15% da população brasileira sofre com problemas na tireoide, principalmente as mulheres. Posto isto, o IBGE, atesta que muitas mulheres desconhecem os sintomas da doença, logo, o diagnóstico vem tarde.

Veja a seguir, os maus que acometem a tireoide:

• Hipotireoidismo
• Hipertireoidismo
• Nódulos benignos na mesma região

Todos esses maus podem ser solucionados com o tratamento adequado. Compreenda que a tireoide, localizada no pescoço, disponibiliza hormônios importantes para o funcionamento adequado do organismo, que são:

• T3 (tri-iodotironina)
• T4 (tiroxina)

Esses dois hormônios regulam a agilidade do metabolismo e intervêm na atividade de alguns órgãos, como o coração e o rins, incluindo o ciclo menstrual. Posto isto, qualquer problema na tireoide influencia várias funções vitais do corpo humano.

Veja a seguir, as principais diferenças entre as duas doenças mais comuns da tireoide

Hipotireoidismo

• Baixa produção dos hormônios produzidos pela tireoide..
• O sexo feminino é mais afetado com essa falha na produção no T3 e T4.
• Acontece principalmente no climatério, última menstruação antes da menopausa, quando o tipo mais comum de hipotireoidismo, a Tireoidite de Hashimoto, se mostra mais comum.
• Sinais de metabolismo desacelerado.
• Variação autoimune, quando o próprio corpo começa a atacar a tireoide, classificado como tireoidite de Hashimoto.
• Quantidade de iodo no organismo, nas altas doses e nos baixos níveis de substância no organismo que podem afetar a produção dos hormônios T3 e T4.

Sintomas do hipotireoidismo:

• Depressão
• Desaceleração dos batimentos cardíacos
• Intestino preso
• Menstruação irregular
• Diminuição da memória
• Cansaço excessivo
• Dores musculares
• Sonolência excessiva
• Pele seca
• Queda de cabelo
• Ganho de peso
• Aumento do colesterol no sangue

Tratamento

O tratamento está na reposição hormonal, o seu suporte é o levotiroxina (L-T4). A medicação é feita uma vez ao dia, o horário deve ser cedo e o paciente deverá estar em jejum.

Já a alimentação só deverá ser feita após trinta minutos a ingestão da medicação, dado que os alimentos aumentam o pH do estômago, reduzindo a absorção da levotiroxina.

Hipertireoidismo

• Menos comum que o hipotireoidismo.
• Mais comum nas mulheres.
• Doença de graves ou bócio difuso é quando glândula da tireoide encontra-se demasiadamente ativa e produzindo uma quantidade exagerada de hormônios.
• Problemas, como tumores e excesso de iodo no organismo também podem fazer com que a tireoide passe a produzir uma quantidade maior de T3 e T4.

Tratamento

Medicamentos como o Tapazol ou Propiltiouracil, diminuem a atividade tireoidiana, controlando a produção de hormônios. Os medicamentos são feitos via oral e não devem ser ingeridos sem uma receita médica.

O iodo radioativo, também conhecido como radioterapia é outro tratamento conhecido. Durante o processo do tratamento, a glândula tireoide absorve o iodo da circulação penetrando na glândula, logo, ele começa destruí-la gradualmente. Portanto, o tratamento poderá durar por muito tempo, no entanto, o seu efeito é definitivo.

Sintomas de hipertireoidismo

• Dificuldade de dormir
• Aceleração dos batimentos cardíacos
• Intestino solto
• Agitação
• Muita energia, apesar de muito cansaço
• Queda de cabelos
• Calor e suor exagerado
• Menstruação irregular

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?