DicasFree.com » IGG » Rubéola IGG

Rubéola IGG

Para saber mais sobre a doença, acompanhe este artigo que preparamos para você que começou a sentir os sintomas. Saiba mais!

     

Alguma vez, seja na escola, em casa ou em qualquer outro lugar, todos já ouviram falar de rubéola. Certamente, essa é uma doença que causa um enorme desconforto e pode trazer sérios danos a quem está gestante.

Infecção e contágio da rubéola

A rubéola é uma infecção transmitida através de um vírus. Outro detalhe importante é que ela é contagiosa e os pacientes que estão com a doença, devem se prevenir para não afetar outras pessoas ao seu redor. Em mulheres grávidas a rubéola maligna, pode ocasionar a deformação e até morte do bebê.

Sintomas

Os sintomas mais frequentes da doença são os mesmos de uma gripe comum, mas acompanhados de manchas vermelhas por todo o corpo. Dores de cabeça, dores no corpo, mal estar, coriza, manchas e algumas outros são os primeiros sintomas de que você pode estar contaminado com a doença. A mesma é transmitida através de contato pessoal, como por exemplo, se você dividir a mesma colher, ficar perto quando o doente espirra, conversar, ou até beijar alguém contaminado.

A doença não é alarmante, ela começará a se desenvolver cerca de 15 dias depois da contaminação, primeiramente todos os pacientes suspeitam de uma gripe corriqueira, até que então aparece as manchas avermelhas. Para se prevenir, é ideal que você esteja vacinado e com sua carteira em dia. Os mais frequentes problemas ocorrem a partir de falta nas vacinações que deveriam ser feitas nas idades correspondentes.

Exames

Existem dois exames para se constatar que está realmente infectado. O primeiro é chamado de IgG e o segundo IgM. Caso você tenha feito o exame e inicialmente deu positivo IgG e negativo IgM, não há com o que se preocupar. Este caso da doença é benigno e totalmente reversível. Já para os casos em que o IgM deu positivo, a procura de um médico deve ser feita o quanto antes, a doença então será maligna e poderá gerar riscos de morte.

Tratamento

Para o iniciamento do tratamento será necessário a ajuda de um médico, tanto para casos benignos quanto para casos malignos. Se você suspeitou estar com rubéola, o primeiro passo é procurar um hospital e se certificar qual o tratamento adequado para o seu caso. Primeiramente você fará uma sucessão de exames e logo depois o médico indicará o adequado.

Vale lembrar que todos os objetos pessoais devem ser separados e o tratamento deve ser feito durante os seis meses indicados pelo médico. A interrupção do mesmo, ocasionará a não cura da doença.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?