DicasFree.com » Mulher » Quais são os sintomas da gravidez?

Quais são os sintomas da gravidez?

Conheça os principais sintomas de uma gravidez, desde o seu início até o seu fim. Fique por dentro dos sintomas e descubra se você está grávida. Confira!

     

Os primeiros sintomas de uma gravidez são de deveras importância para que a mulher descubra o diagnóstico por meio do exame de sangue ou pelo teste de gravidez de farmácia.

Compreenda que os primeiros sinais de uma gravidez surgem após três semanas da fecundação, no entanto, pode acontecer dos sinais se anteciparem, surgindo até mesmo antes da menstruação atrasar.

Os sinais são diversos, logo, os sinais podem não ser os mesmos para todas as mulheres. Os primeiros sintomas da gestação podem parecer similar aos desconfortos pré-menstruais.

Mulher gestante

A seguir, você conhecerá os sintomas mais comuns de uma gestação, desde o seu início até o fim. Confira!

Pequeno sangramento vaginal: Quando o óvulo é fecundado por um espermatozoide, o embrião percorre as trompas e se inseri na parede do útero em seis a doze dias, o que poderá ocasionar um pequeno sangramento uterino.

Cólicas ou dor abdominal: No decorrer da gestação o útero sofre alterações constantes, podendo causar desconforto na parte inferior do abdômen, como inchaço na barriga, que acaba estimulando contrações uterinas.

Atraso menstrual: Um dos principais sinais que fazem as mulheres buscarem o diagnóstico de imediato.

Aumento dos seios e dor na mama: Em apenas duas semanas de gestação os seios podem apresentar esses sintomas. Além dos seios ficarem maiores, eles acabam ficando também sensíveis, pois as alterações hormonais provocam a estimulação das glândulas mamárias para a preparação do período de amamentação.

Alteração na aparência dos seios: Os hormônios produzidos durante a gravidez podem alterar a aparência dos seios, como o escurecimento dos mamilos e aparecimento de veias ao redor dos seios.

Náuseas e vômito: Esses sintomas costumam surgir entre a 6ª e a 12ª semana de gestação, no entanto, esses sintomas podem se antecipar.

Prisão de ventre: O aumento da progesterona faz com que alguns órgãos e tecidos fiquem relaxados, incluindo o intestino, que acaba diminuindo a sua capacidade de contrair, dificultando o transito intestinal.

Inchaço abdominal: A expansão do útero começa desde que o feto ainda é muito pequeno, pois o corpo está se preparando para suportar o crescimento uterino.

Cansaço e sono excessivo: A fadiga e o sono poderão surgir com apenas uma semana de gestação, logo, o corpo começa a dar sinais de que precisa descansar mais, devido as alterações hormonais, como a progesterona que age diretamente no sistema nervoso central e nos sistemas respiratórios e cardiovascular.

Vontade frequente de urinar: A partir das seis semanas de gestação, torna-se um hábito comum a vontade frequente de urinar, principalmente durante a madrugada. Acontece que o relaxamento provocado pelos hormônios, aumenta a vontade de urinar, pois é reduzido a capacidade da bexiga de se esvaziar completamente.

Desejos alimentares: Natural a mulher apresentar desejos alimentares desde o início da gravidez, no entanto, pode acontecer também da grávida enjoar de certos alimentos.

Espinhas e pele oleosa: Devido as alterações hormonais, pode ocorrer desde as primeiras semanas da gestação até a última semana, o aumento ou o aparecimento de espinhas, conhecido também como acne, além de aumentar a oleosidade da pele. Recomenda-se o uso de produtos de limpeza e de higiene da pele para reduzir a acne e a oleosidade.

Variações de humor: É nas duas primeiras semanas da gravidez que a mulher tende a ficar mais sensível diante as suas emoções. Ela pode rir e chorar num intervalo pequeno, assim como também pode ficar de mau humor por situações banais. A variação de humor é comum, podendo durar por toda a gestação. Por estar emotiva, a gestante pode chorar até mesmo vendo um comercial de TV e rir de situações que antes não sorriria.

Corrimento vaginal rosa: O corrimento vaginal é algo natural que acontece com a mulher, pois é o excesso de muco vaginal, porém esse corrimento vem num tom meio rosa, porque quando o óvulo é fecundado se mistura com o sangue, que é ocasionado pela chegada do espermatozoide no óvulo, que assim, chegará até o útero.

Dor nas costas: É mais para o final da gestação que a mulher passa a carregar excesso de peso, por conta da sua barriga, porém pode ser que ocorra dores nas costas antes mesmo da barriga tornar-se muito pesada. Acontece que a progesterona provoca na musculatura e em outros ligamentos do corpo, um certo relaxamento, principalmente nas costas e no abdômen, logo, causa dores e desconforto para a gestante, que acaba alterando a sua postura.

Tonturas: Os hormônios ocasionam diversas alterações no organismo durante a gestação e uma dessas alterações é a tontura ao ocorrer a queda da pressão arterial, redução dos níveis de açúcar no sangue, anemia, aumento da frequência respiratória e alimentação insuficiente devido aos enjoos.

IMPORTANTE

• Caso tenha descoberto a gravidez através do exame de farmácia, é essencial fazer um teste de sangue, não só para confirmar novamente a gestação, mas também para iniciar o tratamento adequado, é aconselhável consultar o ginecologista ou um obstetra.
• Importante que toda gestante durma de lado, principalmente nos últimos meses de gestação, pois ao dormir de barriga para cima, pode ocasionar a diminuição do sangue que chega ao coração, pois dormir de barriga para cima pode comprimir a veia cava.
• Não se assuste toda vez que a sua menstruação atrasar, principalmente se você não deseja no momento uma gravidez, pois o atraso da menstruação pode ser ocasionada por vários fatores, por exemplo, infecções, cansaço e estresse.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?