DicasFree.com » Animais » Porquinho da Índia

Porquinho da Índia

Conheça um pouco mais sobre esses fofinhos animais que sempre encantam a todos. Saiba, através deste artigo, sobre raças, preços, doações e alimentação dos porquinhos da Índia.

     

Porquinho da Índia

Todo mundo já viu um porquinho da Índia, eles são pequenos, gordinhos e totalmente fofos. São mamíferos e roedores, completamente sociáveis e carinhosos. Sempre que se sentem em risco, eles tendem a fugir ou se esconder em lugares minúsculos, já que na natureza são presas fáceis.

No início de uma relação porquinho/dono, tendem a ser tímidos e não apresentarem facilidade, mas com o tempo se tornam fiéis amiguinhos. Eles também não vêem problema em estarem presos e não apresentam raiva ou qualquer outra condição de frustração devido a isso.

Para quem mora em espaços pequenos como apartamentos ou tem crianças em casa, o porquinho é a melhor opção de animal de estimação, sua vida dura em média entre 5 e 8 anos e pesam apenas 1 kg. Os machos costumam ter um tamanho calculado em 25 cm e as fêmeas em 20.

Classificação

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Sub-ordem: Caviomorpha
Família: Caviidae
Sub-família: Caviinae 
Gênero: Cavia
Espécie: Cavia aperea tschudii

Tipos e cores

Todos os porquinhos da Índia, apesar de possuir raças diferentes tendem a ter a mesma personalidade e comportamento. De acordo com as raças tudo pode se transformar visualmente, bem como a pelugem e as cores. Existem aqueles que possuem pelos mais compridos e coloridos. Dentre eles teremos:

Raças

  • Inglês
  • Absinio
  • Angorá
  • Peruano
  • Sheltie
  • Texel
  • Alpaca
  • Coronet
  • Merino
  • US Teddy
  • Baldwin
  • Skinny

Vejamos agora, as cores e a pelugem de cada raça. 

Raças de Porquinhos da Índia. (foto:reprodução)

Onde moram?

Cada raça de porquinhos mora em um determinado lugar, de acordo com sua pelugem esses se enquadram em ambientes mais quentes ou frios. Ainda que mantenham características distintas, apresentam facilidade para adaptação em qualquer ambiente em que permanecerem por mais de uma semana.

Estima-se que tiveram origens nos anos 70 e foram criados em laboratórios. Devido a isso,  não apresentam descendência genética. Isso faz com que sejam sensíveis ao calor e as mudanças repentinas de temperatura. Possuem metabolismo acelerado, pois precisam de extrema energia.

Como comprar? E o preço?

Para comprar um desses animaizinhos, você só precisar ir à uma casa pet shop. Os preços podem variar de acordo com a raça, existem somente algumas não existentes no Brasil, sendo possível comprá-las em países vizinhos como Uruguai e Paraguai. Seu preço está calculado entre R$20,00 e R$100,00 reais.

Contudo, existem vários sites de adoção. Estes disponibilizam várias raças e você pega o bichinho no local mais próximo, acontecendo devido a demanda de filhotes que acabam não ter onde ficar depois que saem do período de amamentação.

O que come?

A alimentação dos porquinhos precisam ter base em ração, verduras, legumes, frutas e gramíneas. Necessitam de pequenas porções diariamente e de determinados nutrientes cerca de 2 a 3 vezes por semana. Você precisará conhecer a raça que tem e a partir de então montar a dieta do animal.

Ração própria e vegetais são os alimentos mais indicados, contudo é importante que, ao menos 1 ou 2 vezes por semana, eles sejam alimentados com frutas. Estima-se que a quantia necessária seja de 1 ou 2 colheres de sopa, dependendo do tamanho e da raça do porquinho, já a água não possui restrição. Dê o tempo todo!

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?