DicasFree.com » Gravidez » Pode pintar o cabelo na gravidez?

Pode pintar o cabelo na gravidez?

Pintar o cabelo na gravidez, essa é uma dúvida que muitas mulheres possuem. Pensando nisso, solucionaremos a questão aqui no Dicas Free, acompanhe!

     

As tinturas de cabelo possuem composições químicas que realmente podem trazer danos à saúde da grávida, pensando nisso, os médicos recomendam que façam uso de tinturas somente após a 12° semana da gestação. É bom frisar que nem todas as tintas são recomendadas.

A amônia pode fazer muito mal à sua saúde, por isso a tintura deve ser feita sem o produto. As substâncias presentes na tintura são capazes de trazer até problemas durante a formação do feto. O orientado é que elas sejam utilizadas só depois da 12° semana, porque o risco de tal acontecimento diminui consideravelmente.

O mais recomendado mesmo é que você não faça nenhum tipo de química nos cabelos ou no corpo durante a gestação, isso porque a mulher estará mais vulnerável ao desenvolvimento de problemas relacionados a saúde de seu bebê. Contudo, caso ainda tenha interesse é importante que respeite alguns pontos.

Orientações

Mulher grávida (Foto: Reprodução)

A gestante não deve fazer a aplicação da tintura sozinha, pois ela estará com as narinas defronte ao produto que pode se acumular no organismo através do olfato. O ideal, segundo os especialistas, é que a mulher sempre faça preferência pelas hennas.

O motivo é bem simples, elas não possuem iodo em suas composições, nem amônia. Dessa forma, você estará totalmente livre de eventuais problemas relacionados a má formação do bebê. Já no caso das luzes, não é recomendável que tenha contato com produtos do tipo.

A não ser que o processo seja feito a base de água oxigenada. O mais importante é que procure saber mais sobre as informações com o seu médico. Dependendo da gestante, é possível que tais produtos possam afetar mais o organismo do que outros, causando problemas a criança.

Antes de mais nada, procure o seu consultório médico e peça orientações. Lembrando que as informações contidas neste artigo não substituem a orientação médica. Somente um profissional da área de saúde está apto a declarar as suas possibilidades de pintar ou não o cabelo.

É sempre bom evitar qualquer tipo de química nessa fase da vida, um bebê pode ser muito mais sensível do que imaginamos. Todo cuidado é pouco, além da possibilidade de também fazer mal a mamãe. Converse com seu médico a respeito e tire todas as suas dúvidas antes de decidir pintar ou não.

Não só o uso de química no couro cabelo, qualquer outro processo do mesmo cunho (mesmo que em outras partes do corpo) não são recomendados. Fique atenta!

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?