DicasFree.com » Estudos » Paradoxo figura de linguagem

Paradoxo figura de linguagem

A figura de linguagem paradoxal apresenta duas idéias opostas na mesma frase, compondo um sentido que exclui interpretação ao pé da letra. Clique e saiba mais.

     

Paradoxos são ideias opostas.

O paradoxo na língua portuguesa constitui numa figura de linguagem que expressa duas ideias meramente opostas de uma forma em que aparentemente concordem entre si. Muito usado por poetas e compositores musicais, as frases que se fazem presentes os paradoxos não podem ser compreendidas ao pé da letra e sim numa reflexão mais profunda do contexto ou da carga de significados que o assunto carrega.

Ex: Cristo trouxe sentido à nossas vidas. Sua morte é vida.

Note que “Sua morte é vida” é uma ideia paradoxal pois morte e oposta a vida. Mas no contexto da frase, podemos perceber que o autor quis passar a ideia de que a morte de Cristo trouxe sentido e vida a nós. Numa análise mais profunda da carga de significados, poderemos perceber que a doutrina cristã considera a morte de Cristo como purificação da humanidade e o estabelecimento de uma nova aliança com o povo de Deus.

Ex: O amor é a liberdade que aprisiona.

Note que “liberdade que aprisiona” é uma ideia paradoxa pois liberdade é oposta a prisão ou aprisionamento. Não faz muito sentido examinar o contexto ao pé da letra, mas examinando a carga de sentido relacionado ao “amor” que temos em nosso imaginário, logo nos remeteremos a ideia de que o amor é complicado, imprevisível, difícil e ao mesmo tempo é bom, prazeroso, emocionante e etc. Podemos atribuir um sentido menos romântico que explique o sentido paradoxal, que é o sentido em que o amor, este como estado de relacionamento conjugal e monogâmico, traz liberdade com a pessoal no relacionamento mais aprisiona o indivíduo a só ela, limitando-o em relacionamentos com outras pessoas.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?