DicasFree.com » Deus » O que significa a sigla RIP?

O que significa a sigla RIP?

Confira neste artigo o significado do acrônimo RIP, famoso por estampar lápides e túmulos ao redor do mundo. Veja também como tal sigla começou a ser utilizada dentro da fé católica e as modificações pelas quais passou até os dias de hoje.

     

O acrônimo RIP vem da expressão latina “Requiescat in pace” e significa “Repouse em paz”. É um pequeno epitáfio que usualmente é colocado em lápides. É muito comum se associar tal sigla a traduções em italiano e inglês, como “riposi in pace” e “rest in peace”, respectivamente.

O RIP tornou-se mundialmente conhecido por ser utilizado especialmente quando pessoas famosas morriam, onde então era possível observar diversos cartazes, fotos e manchetes de famosos jornais onde vinham escritos o RIP e o nome do falecido. Também se tornou comum encontrar esse acrônimo em vários filmes, desenhos, jogos, túmulos e cemitérios.

A expressão pode ser usada tanto no singular como plural, onde significará em termos literais “que ele/ela descanse em paz” ou “que eles/elas descansem em paz”, respectivamente.

Tal frase costuma estar em túmulos de seguidores da fé católica, tendo em vista que advém dos funerais que eram realizados pela Igreja Católica Romana, nos quais havia uma oração no início e no fim do cerimônia que dizia:

“Anima eius et animae omnium fidelium defunctorum per Dei misericordiam requiescant in pace.”

Significado de RIP

E significa:

“Que a sua alma e as almas de todos os fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.”

Posteriormente a expressão foi modificada de modo a atender padrões da época, onde a moda era de rimar dísticos nas lápides dos túmulos, sendo resumida da seguinte forma:

“Requiesce cat in pace”

Que significa:

“Descanse em paz”

A frase só passou a ser encontrada nas lápides a partir da século XVIII, onde as pessoas da família do falecido pediam para que a sua alma encontrasse paz na vida que viria.

No entanto, após seu uso tornar-se convencional, a ausência de algo que se referisse a alma fez com que as pessoas pensassem que tal expressão servia apenas para o corpo físico, fazendo com que a expressão ficasse conhecida como “A mentira da sepultura“.

Na doutrina católica existe um momento, conhecido como “juízo particular”, onde a alma se separa do seu corpo físico, tal instante define se a alma irá para o céu, inferno ou purgatório, e que apenas no dia do juízo final ele se reunirão novamente.

O juízo final, segundo a bíblia é um dia em toda a humanidade será reunida para que a sentença disposta no juízo particular que cada um teve seja de fato efetuada, momento o qual também serão ressuscitados todos os mortos e as almas se unirão de volta a seus corpos, que serão a partir de então imortais.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?