DicasFree.com » Questões Sociais » Média de impostos no Brasil

Média de impostos no Brasil

A média de arrecadação de impostos no Brasil é uma das maiores da América Latina, abaixo apenas da Argentina. Entenda os percentuais neste artigo.

     

Média de impostos no Brasil

A média de impostos no Brasil é hoje uma das maiores com relação ao Produto Interno Bruto (PIB) e no ano retrasado fora a segunda maior da América Latina, estando abaixo apenas da Argentina. Ultrapassando dessa maneira a média que fora estabelecida dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O percentual atingido aqui é de 36,3% do PIB há dois anos atrás (2012). Por pouco, abaixo da Argentina com 37,3%. Os mesmos dados foram divulgados pela OCDE, responsável pela avaliação e cálculos. Esses países são os únicos que ultrapassam a base de arrecadação média, que chega a 34,6%.

Cerca de 34 países estão reunidos como avaliados, levando em consideração seu desenvolvimento e riqueza, industrializados e com economias que chegaram a ponto de emergentes. Dentre esses teremos alguns países ricos e com baixo percentual de arrecadação, como:

  • Estados Unidos
  • Alemanha
  • Reino Unido

Outros menos desenvolvidos, obtiveram menores percentuais, como:

Calcular impostos (Foto: Reprodução)

  • Guatemala
  • República Dominicana

Estando eles com cerca de apenas 13,5% a média do PIB. A variação ocorre com maior destaque em outros países como a Dinamarca e o México. Entre 48% e 18,9%.

Segundo as pesquisas, a arrecadação que diz respeito aos impostos aumentou consideravelmente na América nos últimos 20 anos em cerca de 13 países que fazem parte dos cálculos da OCDE, enquanto apenas 4 deles obtiveram diminuição na arrecadação dos impostos, sendo esses:

  • Chile
  • Guatemala
  • México
  • Uruguai

Enquanto isso, na Costa Rica obteve-se o mesmo limite percentual de arrecadação.

Segundo as informações emitidas pelo órgão, teremos a seguinte pesquisa relacionada a arrecadação de impostos em bases médias:

  • Argentina – 37,3%
  • Brasil – 36,3%
  • Uruguai – 26,3%
  • Bolívia– 26%
  • Costa Rica – 21%
  • Chile – 20,8%
  • Equador  – 20,2%
  • México – 19,6%
  • Colômbia – 19,6%
  • Nicarágua – 19%
  • Panamá – 18,5%
  • Peru – 18,1%
  • Paraguai – 17,6%
  • Honduras – 17,5%
  • El Salvador – 15,7%
  • Venezuela – 13,7%
  • República Dominicana – 13,5%
  • Guatemala – 12,3%

A soma total de impostos pagos anualmente no Brasil é de R$1,59 trilhões de reais. Todo o dinheiro é direcionado a arrecadação tributária. Superando até mesmo os países mais ricos.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?