DicasFree.com » História » Imigração italiana para o Brasil resumo

Imigração italiana para o Brasil resumo

A imigração italiana no Brasil foi uma das maiores e até hoje é possível perceber as heranças culturais trazidas por esses indivíduos. Saiba mais sobre a vinda dos italianos para o Brasil clicando no post.

     

O Brasil é um país marcado até hoje pelos séculos de escravidão. Esse tipo de mão de obra pode ter ajudado no crescimento econômico na colônia e do império do Brasil, porém deixou resquícios de sua existência nas desigualdades sociais, no preconceito, no racismo e na pluralidade étnica em que vivemos.

Com o fim do tráfico negreiro em 1850 na Lei Eusébio de Queiroz, estava expressamente proibido trazer escravos de qualquer outra região do mundo para o Brasil. Essa lei foi aprovada para cumprir os tratados brasileiros com a Inglaterra desde o tempo da independência de nosso país. Nesses tratados, o fim da escravidão era um dos pontos mais importantes e que não estava sendo respeitado pelo império brasileiro.

Imigrantes italianos no Brasil

Imigrantes italianos no Brasil

A partir de 1850, várias províncias do Brasil já se preocupavam com a futura escassez de mão de obra escrava e por isso, se articularam para trazer imigrantes europeus para suprir as necessidades de produção. Para isso, o império brasileiro enviava agentes propagandistas para os países da Europa, onde se fazia a propaganda para atrair interessados em se mudar para o Brasil.

Imigração Italiana

As imigrações italianas começaram logo após o fim do tráfico negreiro. As primeiras levas de imigrantes se assentaram principalmente na região sul do país, onde o império tratou de atribuir colônias para que essas pessoas pudessem morar e com tempo, produzir. Exemplos de colônias italianas no sul podem ser citadas as cidades de Garibaldi, Bento Gonçalves e Caxias do Sul.

Nessas regiões, os italianos começaram a plantar uva e a produzir principalmente vinhos. É importante afirmar que essas regiões são produtoras de vinho até os dias de hoje e produzem os melhores vinhos do país. Mais tarde, em 1875, mais italianos vieram e ocuparam áreas também da província do Paraná.

Após a abolição da escravidão em 1888 assinada pela princesa Isabel, novas e mais pesadas levas de imigrantes italianos vieram ao país, pois toda a mão de obra havia sido perdida. Esses italianos se espalharam por São Paulo, Minas Gerais e outras regiões de grandes produções agrícolas para substituir a mão de obra escrava.

Apesar disso, muitos italianos conseguiram se estabelecer nos grandes centros urbanos do Brasil, iniciando negócios como lojas, restaurantes, etc. As notícias das condições de trabalho quase escravo nas fazendas do Brasil, como também dos constantes ataques indígenas fez com que a vinda de italianos diminuísse. Apesar disso, esses imigrantes continuaram a vir até a década de 20, quando Mussolini assume o controle total da saída de italianos de seu país.

A situação ficaria ainda mais decadente quando o Brasil declara guerra contra as forças do Eixo e envia tropas para enfrentar os italianos. Esse marco é entendido como o fim da imigração italiana para no Brasil. Mesmo após a guerra, vários italianos ainda tentam a sorte em nosso país, porém em um número muito menor que em tempos de outrora.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?