DicasFree.com » Questões Sociais » Êxodo rural: Problemas, causas e consequências

Êxodo rural: Problemas, causas e consequências

O êxodo rural é um fenômeno que diversas sociedades do mundo experimentaram em diversos períodos históricos diferentes. Entenda os motivos e as consequências desse fenômeno social.

     

O êxodo rural é um fenômeno social que já aconteceu diversas vezes em muitas sociedades espalhadas pelo globo durante a história. Seus motivos são relativamente parecidos e até hoje pode-se constatar sua existência e efeitos.

Apesar de ter acontecido de forma excepcionalmente grande durante a revolução industrial, esse fenômeno ainda vem ocorrendo no Brasil e em diversos países desenvolvidos e subdesenvolvidos.

Êxodo Rural – motivos

O êxodo rural nada mais que a saída em massa de pessoas na zona rural para a zona urbana. Essa migração é geralmente rápida, mas existem situações em que pode ser um processo mais lento e gradual.

Os motivos da saída das pessoas no campo estão geralmente ligados a questões de trabalho. A mecanização dos processos agrícolas gera a perda de empregos de diversos trabalhadores que, sem alternativa, migram para as cidades próximas em busca de empregos e melhores condições de vida.

A própria urbanização acelerada também pode desencadear esse efeito, tendo em vista que a instalação de fábricas necessitem de terras e muitos trabalhadores que geralmente são atraídos dos campos.

Mecanização do campo é um dos motivos para o êxodo rural

Mecanização do campo é um dos motivos para o êxodo rural

Além desses motivos, desastres naturais como terremotos, longas secas, enchentes e outros fenômenos podem propiciar a migração para as cidades em busca de refúgio. A própria condição melhor de vida (acesso a hospitais, escolas e outros serviços públicos) serve como atrativo para as pessoas do campo.

Consequências

As cidades crescem e se desenvolvem de acordo com suas próprias dinâmicas e quantidade demográfica. Cidade nenhuma no mundo é capaz de abrigar uma grande quantidade de pessoas a mais em pouco tempo. A infra estrutura em todos os sentidos geralmente não é capaz  de conter o avanço populacional.

Essa realidade acaba propiciando os núcleos de pobreza, ou seja, zonas em que essas pessoas morem, geralmente sem emprego e sem condições favoráveis. Podem ser desde bairros pobres com altos índices de criminalidade até favelas.

A falta de políticas públicas em muitos casos só prejudica a situação, aumentando o desemprego da cidade e os índices de desenvolvimento humano. A criminalidade é estimulada quando muitas dessas pessoas não vêem alternativas para conseguir dinheiro (falta de emprego).

Nos casos em que a cidade está recebendo novas fábricas e empresas, o êxodo rural pode significar lucros e melhoria em vários sentidos, visto que a necessidade de novos trabalhadores estimulem as políticas públicas no sentido de se articularem para receber o aumento populacional. A mão de obra dessas pessoas, além de garantirem a permanência das empresas, evita que muitas pessoas fiquem desempregadas nesse processo.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?