DicasFree.com » Doença » Estomatite em bebê sintomas e tratamentos

Estomatite em bebê sintomas e tratamentos

A estomatite é um problema que afeta a maioria das pessoas, os bebês também não estão fora dessas terríveis feridas. Para saber mais informações sobre a doença em crianças de 1 a 3 anos, clique aqui.

     

Estomatite

Estomatite não é nada mais que uma infecção, pode se desenvolver até mesmo em bebês com idade de 1 a 3 anos. Elas saem como pequenas feridas na boca, e também são conhecidas como aftas. Também é possível que a estomatite se espalhe pela garganta, provocando choros, dores e sofrimento ao bebê.

Já foi comprovado que a maioria das pessoas possuem o vírus que causa a estomatite. Há casos diferentes, alguns podem desenvolver até mesmo a herpes. Por isso, as mamães devem ter todo cuidado e identificar rapidamente o processo de desenvolvimento da doença.

Bebê com estomatite sintomas e tratamentos

Bebê (Foto: Divulgação)

Sintomas

Para identificar se o seu bebê está ou não com estomatite, você deve observar as feridas expressas na boca e o mal cheiro da garganta. Em casos mais graves, essas feridas podem se tomar bastante avermelhadas e doloridas. As gengivas, são a parte mais afetada de toda a boca.

A baba em excesso, faz com que a criança se irrite muito. Depois disso, um dos sintomas mais evidentes é a febre altíssima, que chega em até 40 graus. Os glânglios também ficam inchados com o passar e desenvolver da doença. Além disso, a sensibilidade fica maior.

A doença pode ser tão perigosa, a ponto de afetar as córneas. Nesse caso, ela causada principalmente pelo vírus da herpes. Se espalham gradativamente pelo rosto do bebê e chegam afetar os olhos. A sensibilidade a luz e o lacrimejamento contínuo são os principais sintomas.

Tratamento

A primeira coisa que se deve fazer é procurar um médico. É necessário lembrar que todo tipo de infecção é causada por um vírus ou bactéria. As melhores maneiras de tratar esse mesmo vírus, é através de medicamentos. Esses por sua vez, são feitos a base de paracetamol e ibuprofeno.

Água em excesso pode ajudar a fazer com que o vírus seja combatido de maneira mais rápida. Para evitar o desconforto e a dor em excesso, procure dar a ele ou ela bebidas frias. Os alimentos também devem ser ingeridos batidos e em temperatura ambiente para não agredir ainda mais as feridas.

Prevenção

Embora seja um problema bastante comum e as vezes até sem prevenção, você pode tomar cuidados básicos com seu bebê. Evite deixá-lo em locais com muitas crianças doentes. A higienização dos lábios, dentes e boca também previnem a estomatite. Por fim, sempre evite bactérias e não o mande a escola, se apresentar alguma doença.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?