DicasFree.com » Mulher » Engravidar com anticoncepcional

Engravidar com anticoncepcional

Mesmo as seguras pílulas anticoncepcionais podem falhar em alguns casos e situações. Saiba quais são esses casos e como preveni-los.

     
Pílula anticoncepcional

Pílula anticoncepcional.

Todos os métodos anticoncepcionais apresentam algumas taxas de risco de gravidez mesmo que essas sejam pequenas. Os métodos que envolvem tratamentos hormonais estão entre os mais seguros, contendo taxas de menos de 1% de chance de gravidez.

Muitas mulheres ainda ficam com medo de engravidar mesmo tomando pílulas anticoncepcional a muito tempo, afinal, qualquer risco pode significar muitas preocupações para o casal hoje em dia. Essas mulheres estão com razão em temerem essa possibilidade, pois ela realmente existe. Porém, existem meios de evitar que a taxa de ineficácia suba.

  • Prescrição médica: Tomar pílulas anticoncepcionais é algo muito importante e perigoso para as mulheres. Isso porque cada mulher possui um corpo e um metabolismo diferente, o que pode proporcionar em efeitos colaterais drásticos para quem toma o medicamento errado, inclusive os riscos maiores de gravidez. É recomendado que consulte um médico ginecologista para que este receite o remédio correto para o seu corpo.
  • Uso de outros medicamentos: A taxa de ineficácia pode aumentar muito quando a mulher passa a usar outros medicamentos junto a pílula anticoncepcional. Antibióticos e remédios mais expressivos no corpo são o exemplo mais comum desse quadro. Nesses períodos em que a mulher estiver tomando outro remédio é recomendado que tenha relações sexuais com preservativos para anular as chances de gravidez.
  • Pontualidade: Os anticoncepcionais devem ter consumidos no horário certo para que o efeito seja o mais correto possível. Mulheres que esquecem dos horários ou que costumam tomar sempre em horários diferente possuem mais chances de engravidar. Para informações mais precisas, leia a bula do seu medicamento ou converse com seu ginecologista. A pontualidade é essencial para a contracepção.
  • Vômito ou diarreia: Se a mulher tiver vômito ou diarreia logo depois de ingerir a pílula anticoncepcional por qualquer motivo, o efeito desta sera descartado. Nesse caso, é recomendado que se tome outra pílula.

Seguindo essas dicas simples pode-se evitar que a taca de ineficácia suba demais e as chances de engravidar se multipliquem. Lembre-se de se consultar periodicamente no médico ginecologista para esclarecer dúvidas e fazer exames.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?