DicasFree.com » Doença » Endometriose e Miomatose

Endometriose e Miomatose

As doenças, Endometriose e Miomatose, são causadas a partir do útero feminino e cada uma possui características específicas. Acompanhe este artigo para descobrir um pouco mais sobre ambas.

     

Endometriose

Endometriose é uma doença causada por um tecido que reveste a parede interna do útero, as dores são causadas devido o crescimento desse mesmo tecido. Além das dores, é bem provável que a paciente desenvolva infertilidade e possíveis sangramentos em toda área.

O tecido geralmente se desenvolve na região pélvica, precisamente nos ovários, intestino, reto ou na bexiga. Em alguns casos (mais raros), o mesmo se desenvolve na membrana que reveste a pélvis. Contudo não é regra, a endometriose pode se desenvolver em outras partes do corpo facilmente.

Causas

Todos os meses as mulheres estão expostas a endometriose, isso porque durante o processo da menstruação os ovários produzem hormônios. Estes fazem um papel de estimulação das células. As mucosas do útero se multiplicam preparando o óvulo para que haja a fertilização no tempo devido.

Em algumas mulheres, a exposição a doença é maior. Contudo, ela é geralmente diagnosticada em mulheres entre 25 e 35 anos. A probabilidade do desenvolvimento é bem maior em mulheres que apresentam casos de Endometriose na família. Aquelas que estão nas seguintes condições estão propensas ao desenvolvimento mais rápido:

Uma doença propensa ao desenvolvimento em mulheres entre 25 e 35 anos

Endometriose (Foto: Reprodução)

» Menstruou cedo

» Não tem filhos

» Ciclos menstruais com frequência

» Menstruações com duração longa (7 dias ou mais)

» Hímen não perfurado 

Sintomas

» Menstruações doloridas

» Dor no (baixo) abdômen

» Cólicas intensas

» Dor na relação sexual (durante ou depois)

» Dor ao evacuar

» Dor pélvica 

Tratamento

Os tratamentos são feitos através de medicamentos que tem o poder de controlar as dores e que impedem o desenvolvimento da endometriose ou, em outros casos, a efetivação da cirurgia para retirar as áreas do endométrio (no caso de mulheres que não desejam mais ter filhos).

Os tratamentos podem se alterar de acordo com as condições físicas da paciente. Tudo pode variar dependendo da idade, da gravidade dos sintomas e no caso da mulher que ainda deseja ter filhos. Em alguns casos mais leves, só são necessários exames periódicos para saber se houve agravamento.

A prevenção pode ocorrer com o costume da ingestão de pílulas anticoncepcionais. Elas ajudam a impedir que haja desenvolvimento.

Miomatose

Miomatose é uma doença onde há desenvolvimento de nódulos benignos no útero. São raros os casos onde houve tumores malignos no decorrer da doença. Ele acontece, principalmente, durante a formulação do corpo feminino para a idade reprodutiva. Esse também diminui após o período da menopausa.

Só pode ser diagnosticada através de um exame ginecológico, a confirmação dá-se através da ultrassonografia. Na maioria das vezes, a doença é assintomática, por isso nem sempre é possível o acompanhamento médico. Contudo, em estágios mais avançados é necessário cirurgia.

Sintomas

Em pacientes que apresentem sintomas (raros) é possível desenvolver:

São raros os casos da doença, onde há presença de tumores malignos

Miomatose (Foto: Reprodução)

» Menstruação irregular

» Aumento do fluxo menstrual

» Cólicas frequentes

» Aumento do útero e região abdominal

» Prisão de ventre

» Vontade frequente de urinar

» Dores durante a relação sexual

Tratamento

O tratamento também pode ser alterado de acordo com a idade, tipo de fibroma e gravidade em que se encontram os sintomas e a doença. Contudo, os principais tratamentos ocorrem com medicamentos como:

» Anti-inflamatórios (não hormonais) como ibuprofeno ou maxsulide

» Pílulas anticoncepcionais

» DIU

» Dispositivo intrauterino

» Progestágeno

» Análogos do GnRH

» Suplementos de ferro

» Cirurgia

No caso de miomatose sem sintomas, não é necessário tratamento. O acompanhamento médico é indispensável em qualquer das situações. Procure sempre orientações médicas e as siga corretamente.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?