DicasFree.com » Saúde » Dores na lombar o que pode ser

Dores na lombar o que pode ser

Sentir dores na lombar é algo comum, mas pode ser um indicativo de problemas mais graves. Confira no artigo todas as informações. Sintomas e Tratamentos.

     

O corpo humano possui uma perfeição de funcionamento, no entanto, o mesmo requer de condições favoráveis para a sua manutenção. Ter uma alimentação correta provida de itens saudáveis, bem como a prática de exercícios físicos, vida sociável entre outros fatores que beneficiam a saúde, são fundamentais para o corpo e também para a mente. Logicamente que muitas pessoas ao nascerem possam apresentar problemas crônicos de diferentes causas e gravidades, mas a maioria pode ser evitada se hábitos de vida saudáveis forem mantidos.

Dores na Coluna ?

coluna lombar

Malformação óssea da coluna lombar também pode causar dores.

A coluna lombar, que faz parte de toda a estrutura do corpo, é um tanto complexa, uma vez que a mesma tem a função de conectar a parte superior do corpo – peito e braços, com a parte inferior – pélvis e pernas. A coluna lombar é responsável por proporcionar a mobilidade, ou seja, capacita a pessoa a realizar movimentos simples como se curvar, se manter em pé, andar, levantar algo e etc. Por causa dessa ampla e fundamental funcionalidade, qualquer problema que ocorre nessa região, cauda inúmeros danos a saúde, dos simples aos mais graves.

Sintomas

O primeiro sintoma referente a algum problema na coluna lombar é a dor intensa, que pode variar de nível, de acordo com cada caso. A dor lombar clinicamente denominada como lombalgia, tem sido muito frequente entre pessoas de diferentes faixas etárias, o que tem movimentado muito o consultório de ortopedista, profissional este capacitado para lidar com esses problemas. A lombalgia ainda pode se apresentar em diferentes tipos – aguda, definida melhor como uma dor forte que surge repentinamente após realizar algum esforço físico.

Já a lombalgia crônica tem maior incidência entre as pessoas de idade mais avançada. Apesar de não ser uma dor muito forte, a mesma mantem-se, ou seja, é constante. Independente do tipo de dor na lombar, a mesma não é considerada como doença, ainda que tenha diferentes causas, de simples as mais complexas que podem estender o problema irradiando a dor para outras partes do corpo como pernas, ou mesmo causar outros sintomas, como a sensação de dormência.

A dor na lombar pode ser causada por fatores diferenciados, mas que em algum momento podem estar relacionados. O primeiro princípio da dor está relacionado com a postura, a má posição cometida pela pessoa, seja se deitar, sentar, ou mesmo de se abaixar no chão, carregar pesos. Assim como o sedentarismo, as posições incorretas ao realizar afazeres domésticos e praticar de maneria incorretas alguns exercícios, podem repercutir numa lombalgia que ocorre a longo prazo, mas que costuma durar muito tempo.

má postura

A postura correta para pegar peso ao chão é se abaixar dobrando os joelhos e não a coluna.

Outro problema relacionado à dores na coluna lombar está relacionado ao envelhecimento do corpo, que começa a dar seus primeiros sinais a partir de 25 e 30 anos de idade. Os discos intervertebrais que atuam no amortecimento e proteção entre as vértebras na coluna começar a apresentar complicações nessa fase da vida, justamente porque suas proteínas sofrem desgaste e acabam se rompendo. Inflamações e infecções do disco, vértebra e articulações como a artrose também causam cores na lombar.

Outros Problemas causadores de dor

dor na lombar

A recuperação para a lombalgia pode durar mais de 15 dias, sem praticar qualquer atividade.

Embora seja muito relativo, problemas emocionais e psicológicos que de certa forma estejam sendo constantes, ou que provoquem alterações na vida habitual da pessoa também pode causar lombalgia. Problemas como instabilidade financeira, trabalho, relacionamentos entre tantas outras situações impertinentes, influenciam diretamente na funcionalidade do organismo, e pode atacar a região da coluna lombar. Por causa da diversidade de fatores que possam causar dor na lombar, a melhor forma de diagnosticá-los é através da consulta com médico responsável.

Normalmente, a maioria dos casos, o médico ortopedista consegue identificar a causa do problema com exames físicos. No entanto, se for necessário, o médico pode solicitar uma ressonância magnética afim de detalhar melhor o problema. Comumente se utiliza anti-inflamatórios e analgésicos com o objetivo de diminuir as inflamações e aliviar a dor, mas o tratamento consiste em manter-se em repouso pelo tempo determinado. Nos casos mais graves, como a hérnia de disco, é sugerido a intervenção cirúrgica, mas dentre o quadro de dor na lombar essa situação é um tanto rara.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?