DicasFree.com » Doença » Dor de apendicite sintomas e caracteristica

Dor de apendicite sintomas e caracteristica

A apendicite é uma doença moderna que vem atacando muitas pessoas dentro e fora do Brasil, para saber mais informações sobre a mesma, acompanhe este artigo e fique por dentro!

     

Apendicite

Apendicite é uma espécie de doença infecciosa que se situa no apêndice. Ela faz com que a pessoa tenha dores constantes nessa área abdominal. Para quem não sabe, o apêndice é uma espécie de bolsa que está localizada exatamente no intestino grosso. Quando afetado proporciona vários desconfortos.

Uma vez que o paciente começa a sentir dores estomacais, pode ser indícios de apendicite. Embora seja uma doença completamente curável e com tratamento adequado, você precisa cuidar, ela pode trazer sérios riscos de vida ao paciente que for diagnosticado.

O que ocorre são dores abdominais, referentes a uma infecção. As inflamações começam devagar e com o passar do tempo ficam incontroláveis se não tratadas. Nos Estados Unidos, a apendicite é tão comum quanto a gripe no Brasil e é solucionada através de cirurgias.

apendice

Apêndice (Foto: Reprodução)

Causas

A infecção ocorre por diversas causas. As dores são causadas principalmente por um bloqueio feito através de fezes, que impedem que o organismo funcione da maneira adequada. Há outros casos, de que essa mesma passagem está bloqueada por outros objetos, como por exemplo algo de corpo estranho residente ou tumores.

Exames

Se você está diagnosticado com apendicite, deverá fazer alguns exames para que os médicos fiquem por dentro do seu real problema. Três deles, são completamente essenciais para dar o veredito e principalmente deixar a par da gravidade do mesmo. Dentre esses estão:

  • Ultrassonografia abdominal
  • Laparoscopia diagnóstica
  • Tomografia computadorizada abdominal

Sintomas

  • Vômitos
  • Calafrios
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Diarreia
  • Tremores
  • Náusea

Tratamento

Os tratamentos adequados por diversas vezes são feitos através de cirurgias, quando não há solução referente junto a medicamentos. Contudo, cada caso exige atenção especial do médico em questão, que certamente lhe indicará qual a melhor opção no seu caso. Por isso, é ideal que esteja sendo acompanhado por um profissional regularmente durante o tratamento.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?