DicasFree.com » Português » Diferença dos porques

Diferença dos porques

Para mais informações sobre a maneira correta de escrever o porque que tanto usamos, acompanhe este artigo e fique por dentro!

     

Diferenças dos porques

A Língua Portuguesa, tem sempre suas pegadinhas e maneiras de nos confundir ao redigir algo. Geralmente os acentos e separação das mesmas dão a mesma leitura, contudo não o mesmo significado. Por isso é importante observar cada detalhe dentro de uma frase.

Há maneiras diferentes de escrever uma mesma palavra. Na Língua Portuguesa sempre encontraremos esse tipo de detalhe. Os porquês sempre estão ligados a frase em si, é muito natural confundi-los. Existem quatro formas diferentes de empregá-los, saiba mais:

A diferença dos porques, descubra!

Porque? (Foto: Divulgação)

 Por que separado e sem acento

Os “por ques” usados separadamente e sem o acento, tem intenção de fazer uma pergunta. Em toda frase que é em si uma questão, o por que ficará separado e sem acento. Essas são as frases de pergunta simples, terminadas sempre com ponto de interrogação. Para nunca errar, sempre comece a frase com “por qual motivo” se ela encaixar na oração, certamente é escrita com por que separado e sem acento.

 Porque junto e sem acento

Já o porque junto e sem acento, é na intenção de responder essa mesma pergunta. Geralmente está empregada em frases como “porque eu quis” “porque me deu vontade” “porque achei que fosse necessário” e tantas outras que geralmente começam com a mesma. Para identificá-la, apenas observe se está respondendo uma pergunta.

 Por quê separado e com acento

O por quê separado e com acento, é usado exclusivamente para o fim das frases. Ou seja, quando for fazer uma pergunta, inicialmente se usa a mesma e por fim o “por quê?”. Por exemplo:

“Eu fui fazer algo para comer, por quê?”

É simples e bastante fácil de ser usado.

 Porquê junto e com acento

O porquê com acento é geralmente usado para acompanhar um substantivo e dar a entender algo a oração num todo. Ele tem função exclusiva de um substantivo na frase, pode ser agregado a várias frases que tenham essa finalidade. Por exemplo:

“Se João fez isso, ele tem um porquê”

Indicamos que você tenha uma vida de leitura bastante ativa para não ter problemas na hora de escrever. Essa prática pode ajudá-lo a fazer uma melhor redação em todos os sentidos. A leitura é importante por diversos fatores, basta somente saber agregá-la a sua vida cotidiana.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?