DicasFree.com » Variados » Como controlar a ansiedade no amor

Como controlar a ansiedade no amor

A sua ansiedade pode acabar te afastando do grande amor da sua vida. Confira neste artigo algumas dicas que te ajudarão a superar esse problema.

     

Antes de começar a ler este artigo é importante que você esteja ciente que não é possível acabar com a ansiedade completamente, uma vez que este sentimento parte de outro, que no caso é absolutamente positivo: a ânsia pela vida.

Temos ansiedade de amar, em ser feliz, em ter sucesso e isso não está errado. É essencial que desejemos tais coisas para nossas vidas, pois é o desejo que impulsiona a mudança, o novo. No entanto, é preciso ficar atento para os limites que a ansiedade pode alcançar, pois como diz o velho ditado “tudo que é demais, sobra”.

Tudo na vida requer um tempo exato para sua evolução e crescimento, não adianta querer ficar insistindo em algo que não é para acontecer agora, como por exemplo, um amor. Quando em uma tentativa desesperada tentamos forçar as coisas acidentes acabam acontecendo, nos quais machucamos não só as pessoas a nossa volta, mas principalmente, nós mesmos e tudo isso porque não tivemos um mínimo de paciência e calma.

Ansiedade x Amor.
(Foto: Reprodução)

Se antes de iniciar um relacionamento afetivo tivermos consciência de quais são as nossas verdadeiras preferências, objetivos e felicidades, será muito mais simples respeitar o tempo necessário para as coisas se auto-ajustarem e assim a relação obter sucesso.

Um grande segredo para conquistar esse passo é a auto-observação. Tente fazer o seguinte exercício: quando perceber que está desejando muito algo ou alguém traga imediatamente esse desejo para o âmbito racional, para o seu cérebro, preste bastante atenção nele e descubra as suas raízes, como por exemplo, se ele se trata de uma carência ou necessidade de auto-afirmação. Deste modo, você estará mais consciente antes de tomar atitudes precipitadas a respeito deste sentimento, evitando assim a frustração.

Geralmente muitas pessoas tem pensamentos negativos e trágicos a respeito de seu relacionamento por já terem sofrido algum tipo de trauma e trazer consigo uma falta de segurança, característica a qual é típica de pessoas com baixa auto-estima. Por exemplo, quem já sofreu uma traição mais de uma vez tende sempre a pensar que isso ocorrerá novamente, não é uma ação própria, mas que acontece automaticamente.

Transparecer esse tipo de sentimentos para o parceiro pode fazer com que ele se sinta sufocado ou que não está em um relacionamento que é para ele. É importante então acreditar em si, pois se você já conquistou o gato uma vez é porque ele gostou e escolheu ficar com você. Tente deixar a paranóia um pouco de lado e traga o seu lado de raciocínio lógico para o jogo. Analise cada situação e saiba sempre onde pisar.

Não deixe que a ansiedade faça parte do cotidiano do seu relacionamento resultando em joguinhos infantis de poder, sobre quem tem mais controle sobre outro. Lembre-se acima de tudo que cada um deve ter a sua liberdade individual e desfrutar dela. Não sufoque o seu parceiro, pois este pode ser o início do término da sua relação.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?