DicasFree.com » Saúde » Carnivor foi proibido

Carnivor foi proibido

Para mais informações sobre o Carnivor e sua proibição no mercado brasileiro, acompanhe este artigo e fique por dentro dos tópicos relacionados ao assunto.

     

Carnivor proibído

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), volta e meia faz a proibição de alguns suplementos alimentares. Dessa vez, o sorteado foi o Carnivor. A famosa marca teve sua venda proibida em todo território brasileiro desde Fevereiro de 2014. O suplemento é mais utilizado por praticantes de musculação.

O suplemento tinha o principal objetivo, fazer com que um corpo ganhe massa muscular mais rápido. Os atletas também são assíduos consumidores do produto. Contudo, a Anvisa entendeu que por apresentar teor muito elevado de Vitamina B12 e B6, isso ultrapassaria a gestão diária recomendada.

Também foi encontrado altos índices de substâncias como Glutamina alfa-cetoglutarato, Oritina alfa-cetoglutarato e alfa-cetoisocaprato. Quando avaliadas, foram postos em risco a saúde dos consumidores, não sendo avaliadas de acordo com a segurança no consumo dos alimentos.

Um dos suplementos alimentares mais conhecidos em todo o mundo, agora proibido no Brasil

Carnivor

Embora seja um sucesso no mundo todo, Carnivor apresenta riscos á pessoas que não possuem condicionamento adequado para consumi-lo. O uso polêmico, traz milhares de complicações ao corpo. A proteína da carne, deve ser dosada para não estabelecer problemas.

A decisão da Anvisa, trouxe muitas perguntas e revolta de alguns consumidores. A venda e o consumo do produto estão temporariamente suspensos. Não se sabe se a decisão irá tomar proporções maiores ou caminhos sem volta. Contudo, alguns atletas estão fazendo suas compras em países estrangeiros.

Juntamente com esses, houve a proibição de mais 3 suplementos alimentares, sendo esses: sofast-MHP, Alert 8-Hour-MHP e Probolic-SR-MHP. Todas as resoluções foram assinadas por Dirceu Barbano, diretor-Presidente da Anvisa. Os recursos contra a decisão ainda estão em processo.

Texto do mesmo assunto:


Quer comentar ?